Continua difícil acontecer o impeachment, mas Jair Bolsonaro corre risco de ficar inelegível

Ilustração reproduzida do Arquivo Google

Merval Pereira
O Globo

Com as declarações após a abertura no Tribunal Superior Eleitoral de um inquérito administrativo contra ele e de sua inclusão no inquérito do Supremo que investiga fake news, o presidente Jair Bolsonaro mostrou que está mesmo a fim de confusão. Com a alegação de que está sendo perseguido, vai tentando levantar seus apoiadores para um possível golpe.

Chega a ser perigoso imaginar isso, mas pelo que tem feito, é o que ele quer. Terça e quarta-feira, atacou novamente o ministro Luis Roberto Barroso e vai continuar insistindo com isso.

O PRETEXTO QUE FALTA – Caso o TSE chegue à definição de que ele é culpado de manipulação e de atos antidemocráticos e coloque-o como inelegível, Bolsonaro terá o pretexto que precisa para levantar o povo contra o STF.

Jânio Quadros começou assim, renunciou, mas o povo não foi para a rua apoiá-lo, ao contrário do que ele imagisara. Bolsonaro até tem apoiadores que se manifestam nas ruas, mas suficientes apenas para fazer baderna.

Nesse caso, a questão é saber a posição das polícias militares estaduais.

BATE-BOCA INSTITUCIONAL – Estava realmente na hora de uma ação para acabar com o bate boca entre Bolsonaro e as instituições. Notas de repúdio não funcionam, porque ele não trabalha nesse sentido democrático, vai testando os limites.

Vamos ver se agora cai a ficha e ele vê que está indo para uma confrontação que, se não tiver a muita garantia do Exército, basicamente, vai acabar sendo destituído, impedido de se candidatar e processado. Todos esses crimes dos quais pode ser acusado, aconteceram durante seu mandato e ele pode ser tornado inelegível. Provavelmente o Congresso não aprovará o impeachment, mas o TSE pode impedi-lo de se candidatar.

12 thoughts on “Continua difícil acontecer o impeachment, mas Jair Bolsonaro corre risco de ficar inelegível

  1. É só bate boca, seu editor: cão que ladra não morde. Esse cara é bobão como são os que o seguem. Bobão aqui quer dizer tolo, sem maturidade embora muitos deles sejam idosos – até generais querem brincar de ser fake Rambos! Não faz muito tempo um general da reserva (idoso e baixinho) fez motociata em Brasília! Vejam só, um general da reserva! Um outro me saiu com uma de seguidor-bovino: “quem podi manda quem não podi obedece!” Dá comédia, sem dúvida.

  2. Agora mesmo, ele se encontra em Florianópolis insultando o Ministro Barroso novamente: ” O Barroso quer que nossas filhas laçam sexo aos doze anos”
    A crítica a essa aberração de comportamento já se tornou desnecessária por repetitiva, eu mesmo já esgotei meu acervo de adjetivos.
    A respeito do comentário do Merval, eu me atreveria a tecer rápidas considerações.
    A possível desabilitação eleitoral seria estrategicamente contraproducente, pois forneceria o panfleto ideal para as vivandeiras de quartel “O tribunal que habilitou Lula agora veta o Capitão” seria
    desastroso.
    Acho que os militares brasileiros não teriam moral para tutelar os civis, pois a moral militar se adquire em combate e para isso poderiam invadir o Paraguai ou, talvez a China.
    Essa crise institucional fomentada pelo Mito, mas apoiada por elites económicas, políticas, judiciárias e agora militares voltadas exclusivamente para suas ambições pessoais e exploração da nação, e permitida pela frouxidão constitucional e legal resultado de mais de trinta anos de legislação em interesse próprio, simplesmente NÃO PODE CONTINUAR, é a agonia de um país perto de sua morte como nação soberana e, é por isso que, sobrestando temporariamente passado pouco recomendável do Judiciário, temos que, por uma questão de sobrevivência, dar todo nosso apoio aos tribunais para que consigam enquadrar o Açoite da Nação nos crimes comuns que diariamente pratrica contra nós.
    Finalmente, entendo que dentro da malandragem eleitoral, a sua fixação contra o Ministro Barroso pode, num cochilo dos deuses, virar o feitiço contra o feiticeiro e ao assestar suas baterias contra ele, esquecendo do Lula, dar-lhe a vitrine e holofotes necessários a uma candidatura de Terceira Via redentora, tenho-o observado há algum tempo e o considero como uma da duas ou três soluções disponíveis no momento.
    F.Moreno

    • Moreno, meu amigo,

      Aplaudo efusivamente o teu comentário!

      Irrepreensível, contundente, absoluto.

      Bolsonaro meteu os pés pelas mãos, ao atacar e ofender a pessoa do ministro Barroso, ultrapassando a linha tênue que separa o respeito da calúnia e difamação.

      Em princípio, pelo fato de ser a interpretação de Bolsonaro, sobre o sexo para meninas aos 12 anos, e não que tenha sido declaração do magistrado.
      Quanto ao aborto, trata-se de os dirigentes necessitarem de coragem para enfrentar esse gravíssimo problema social.

      Não pode e não deve ser mediado por religiões, onde simplesmente pregam ser assassinato.
      Nesta diapasão, posso então afirmar que Deus cometeu milhares de assassinatos, caso considerarmos o Dilúvio, Sodoma e Gomorra, as Pragas sobre o Egito …

      Independente de alguns entenderem como crime, precisa-se salvar a vida da mãe e impedir que haja mais uma criança que se criará em meio a problemas de toda a ordem, ainda mais como indesejada!

      Se o Estado quer para si a prerrogativa de não ampliar o entendimento que o aborto atualmente necessita, de modo a ser estudado e aplicado normas mais elásticas às mães que não querem ter o filho, e deixem de arriscar as suas vidas em clínicas irregulares e clandestinas para esta função, então que fique com a criança e lhe dê a criação e educação adequados ou que o bebê fique à disposição para doação sob a tutela do Estado.

      Agora, é obrigação do governo, em qualquer situação, proteger a vida materna, por mais que as religiões protestem ou tenham seus chiliques eventuais.

      O Brasil não pode continuar atrelado a circunstâncias que não sejam a realidade atual, que está exigindo maiores distensões em leis e normas, no que dizem respeito à vida individual.

      Deve ser vedado a grupos religiosos decidirem o que é certo ou errado para a sociedade, ainda mais em se tratando do foro íntimo de cada ser humano.

      Enfim, Bolsonaro quer tumultuar, e pouco se importa a forma que escolheu.
      Desde que alcance seus objetivos, o resto é o resto.

      Abração, parceiro.
      Saúde e paz.

  3. Pode até ser que a atual fúria contra o TSE seja a pantomina do ilusionista para entreter o respeitável público enquanto o Falastrão de Chicago promove a Liquidação Geral, mas a verdade é que a situação está ficando insustentável e vergonhosa um mínimo de brio e amor ao Brasil, O apeduta de Rio das Pedras acaba de chamar o Ministro Barroso de “filho da puta” no meio de seu rebanho.

    https://mais.oantagonista.com/#/brasil/bolsonaro-chama-barroso-de-filho-da-puta/?subcategoria=

  4. Bolsonaro perdeu completamente o juízo!

    Ou interditam esse pústula ou poderemos sofrer com algum ato insano e inconsequente que decidiu levar a efeito.

    Desde quando que um presidente de uma nação ofende um ministro dessa forma??!!
    Mas aonde estamos?
    O Brasil virou um campo de futebol?
    Onde o palavrão mais repetido e usado é o que Bolsonaro se dirigiu a Barroso?

    O ministro não tem como processar o caluniador e difamador?
    Que exemplos Bolsonaro quer dar para o país?
    Caso não gostarmos de alguém ou de uma situação, a ofensa é a solução?!

    Che, mas é inacreditável o que acontece no Brasil atualmente!
    Um filme de ficção mais imaginativo não poderia elaborar um roteiro tão avassalador quanto Bolsonaro e seu comportamento à testa do país!

    Os militares aprovam essa conduta deprimente e depravada do ex-colega?!

    • Chico,
      A ação paranoica de psicopata, além de atingir mais de 560 mil famílias com a morte dos seus, acabou com a dignidade da categoria militar comprando-os e humilhando-os com sua conduta e condição de ex-colega, será que eles conhecem aquele boletim que nos conhecemos?
      “A verdade como símbolo da honra militar” de 1988.

  5. Moreno,

    Se existe algum general que mantém consigo princípios e valores atrelados à farda que veste, à honra dos militares, à sua importância para uma nação, acredito que esteja de cabelos em pé!!

    Se, mesmo assim, o generalato lavar as suas mãos e deixar passar em brancas nuvens esse comportamento inaceitável do presidente, então, meu caro,
    ADEUS ÀS ILUSÕES!

    Se usei um título de filme famoso, de 65, termino com outro:
    Em seguida e passaremos a ter de conviver com o
    SUPLÍCIO DE UMA SAUDADE, que foi o Brasil em passado recente!!

    Outro abraço.

  6. Merval,. o negócio tá prá lá de feio….., mas tem espaço para piorar mais.

    Fernanda Montenegro oficializa candidatura e Gilberto Gil confirma interesse em vaga na Academia Brasileira de Letras
    Com a morte de quatro membros da ABL nos últimos meses, a instituição anuncia a abertura das vagas ao longo do mês de agosto.

    https://g1.globo.com/pop-arte/noticia/2021/08/06/fernanda-montenegro-oficializa-candidatura-e-gilberto-gil-confirma-interesse-em-vaga-na-academia-brasileira-de-letras.ghtml

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *