Contratação de Sérgio Moro por consultoria internacional não impede que seja candidato em 2022

A competência de Moro é reconhecida internacionalmente

Do site da A&M

Consultoria global de gestão de empresas, a Alvarez & Marsal (A&M) anuncia a chegada de Sérgio Fernando Moro como sócio-diretor, com sede em São Paulo, para atuar na área de Disputas e Investigações. A contratação de Moro está alinhada com o compromisso estratégico da A&M em desenvolver soluções para as complexas questões de disputas e investigações, oferecendo aos clientes da consultoria e seus próprios consultores a expertise de um ex-funcionário do governo brasileiro.

Moro é especialista em liderar investigações anticorrupção complexas e de alto perfil, crimes de colarinho branco, lavagem de dinheiro e crime organizado, bem como aconselhar clientes sobre estratégia e conformidade regulatória proativa.

DIRETORES FAMOSOS- Sua contratação reforça o time da A&M formado por ex-funcionários de governos, incluindo Steve Spiegelhalter (ex-promotor do Departamento de Justiça dos EUA), Bill Waldie (agente especial aposentado do FBI), Anita Alvarez (ex-procuradora do estado de Cook County, Chicago) e Robert DeCicco (ex-funcionário civil da Agência de Segurança Nacional), Paul Sharma (ex-vice-chefe da Autoridade de Regulação Prudencial do Reino Unido) e Suzanne Maughan (ex-líder investigativo da Divisão de Execução e Crime Financeiro da Autoridade de Conduta Financeira e investigador destacado para o Escritório de Fraudes).

Moro soma mais de 20 anos de experiência jurídica e investigativa, incluindo a atuação como Ministro da Justiça e Segurança Pública do Brasil de 2019-2020. Como ministro, ele desenvolveu programas especiais para reduzir crimes violentos e proteger as fronteiras do Brasil, além de ser responsável pela elaboração e promulgação de leis federais sobre apreensão e expropriação de bens relacionados ao tráfico de drogas e outras atividades criminosas graves.

CANAL DE COMUNICAÇÃO – Ele também criou um canal especial de comunicação entre o setor privado e o Ministério da Justiça e Segurança Pública para facilitar a comunicação de supostas irregularidades.

Antes disso, Moro atuou como juiz federal por mais de 20 anos. Durante seu mandato, foi juiz presidente em processos criminais complexos, tanto nacionais como internacionais, incluindo a Operação Lava Jato, maior iniciativa de combate à corrupção e lavagem de dinheiro da história do Brasil.

A Lava Jato gerou uma onda anticorrupção não só no Brasil, mas em toda a América Latina. Tanto como ministro quanto como juiz federal, Moro colaborou com autoridades de países da América Latina, América do Norte e Europa na investigação de casos criminais internacionais relacionados a suborno, lavagem de dinheiro, tráfico de drogas e crime organizado.

ELOGIOS A MORO – Steve Spiegelhalter, sócio-diretor da A&M e líder da área de Investigações da América do Norte, disse: “Nos esforçamos para incorporar em nossas investigações a experiência exclusiva de nossos diretores administrativos em termos de regulamentação, processo e aplicação da lei – direcionando o foco no que é importante para os reguladores, aumentando a eficiência e reduzindo custos. A experiência de Sergio como ministro da Justiça e Segurança Pública do Brasil, somada à sua extensa bagagem em anticorrupção, crime do colarinho branco e lavagem de dinheiro, contribuirá para solucionar os problemas dos clientes.”

Marcos Ganut, sócio-diretor da A&M e líder das áreas de Infraestrutura e Projetos de Capital e de Disputas e Investigações em São Paulo, afirmou: “A experiência de Sergio está alinhada com a herança em excelência operacional da A&M e nosso compromisso em levar know-how governamental e regulatório aos nossos clientes nacionais e internacionais. A chegada de Sergio aumenta nossa capacidade de ajudar os clientes a navegar por questões regulatórias complexas, alavancando nossa liderança, ação e obtenção de resultados”.

AFIRMAÇÃO DE MORO –  “O modelo integrado da A&M e o grupo de líderes com prévia atuação em funções governamentais e regulatórias reflete minha própria experiência e cria uma base sólida para fornecer soluções em todo Brasil, América do Sul e outros países”, comentou Moro. “Estou ansioso para contribuir para o legado da empresa de impulsionar a mudança e ajudar clientes a resolver desafios atuais e antecipar os futuros.”

Em 2016, Moro foi incluído no “The Time 100”, na lista das Cinquenta Pessoas Mais Influentes da Bloomberg e dos 50 Maiores Líderes do Mundo da Fortune. Em 2018, ele recebeu um prêmio de ‘Pessoa do Ano’ da Câmara de Comércio Brasil-EUA, e foi reconhecido pelo Financial Times como uma das 50 pessoas que moldaram a década.

SOBRE A ALVAREZ & MARSAL – Empresas, investidores e entidades governamentais ao redor do mundo recorrem à Alvarez & Marsal (A&M) quando as abordagens convencionais já não são suficientes para fazer mudanças e alcançar resultados. Empresa privada desde sua fundação, em 1983, a A&M é uma empresa líder mundial em serviços profissionais, fornecendo serviços de consultoria, aprimoramento de desempenho de negócios e gestão de recuperação.

Com o apoio de mais de 5 mil pessoas em quatro continentes, fornecemos resultados tangíveis para corporações, conselhos, empresas de capital privado, escritórios de advocacia e agências governamentais que enfrentam desafios complexos. Nossos líderes seniores e suas equipes ajudam as organizações a transformarem suas operações, impulsionar o crescimento e acelerar os resultados através de ações decisivas.

Composta por operadores experientes, consultores de classe mundial, ex-reguladores e autoridades do setor, a A&M alavanca seu patrimônio de reestruturação para converter a mudança em ativos comerciais estratégicos, gerenciar riscos e gerar valor em cada estágio de crescimento.

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOG
Uma notícia importantíssima, enviada à TI pelo sempre atento José Antonio Perez. A A&M é a maior consultoria do mundo no setor de compliance. A contratação de Moro faz jus a seu prestígio e competência, e não impede que seja candidato em 2022. (C.N.)

13 thoughts on “Contratação de Sérgio Moro por consultoria internacional não impede que seja candidato em 2022

  1. E daí, o Bolsonaro também pode ser considerado lider de investigações (só que não é de anti, mas de corrupção pura!). Pelo menos é o que se pode deduzir de tantos escândalos em que se envolve para favorecer corruptos.

    • Se é que empatia ou carisma valem alguma coisa, Sérgio Moro é uma tabela de bilhar incapaz de reflexionar a bola batida.
      Postos na balança, para medir a interatividade, Bolsonaro dá-lhe de goleada!

  2. Moro, Moro….

    Ai, ai, ai, Moro…..

    Julgou processos envolvendo corrupção da Odebrecht e OAS e agora é contratado pela empresa que é a administradora judicial dessas duas empresas?

    No mínimo, algo eticamente questionável, não?

    Assim o sr. acaba dando razão aos jumentinhos borxonaristas que vivem zurrando (junto com os petistas que pensam combater….) contra Vossa Exc.ª, não?

    Abre teu olho, Moro!

    • Roberto Marques!

      A atitude de Morno ao advogar para quem julgou,é eticamente questionável,sim.

      Morno dará mais um tiro no pé.

      Morno nas suas decisões pessoais (e muitas delas extensivas à sociedade),
      demonstra que não possui perfil político de Estadista.

      Um político com perfil de Estadista,jamais
      procederia de forma oportunista e queimar
      a imagem pessoal com atitudes anti-éticas,tal como faz Morno.

      PS-Brasil um celeiro de enganadores.

    • F.Moreno!

      Morno poderia ter a cautela de ganhar fortunas financeiras trabalhando para quem não tem qualquer rabo preso com a justiça.

      Ademais,Morno,ao aceitar trabalhar para quem julgou Odebrecht-Lava Jato) é totalmente sem ética.

      PS-Mas pelo visto,os fins justificam os meios,para Morno.

        • Caro Pedro Meira!

          Na advocacia há várias especialidades:

          1) Advogado contencioso
          2) Advogado consultivo
          3) Advogado Pessoa Física
          4) Advogado Pessoa Jurídica
          5) Advogado Civilista
          6) Advogado Penalista
          7) Advogado Tributarista
          8) Advogado (Direito Imobiliário)

          (…) e por aí vai.

          PS-Na verdade,empresas “sem rabo preso”,contratam advogados especializados para
          se precaverem das inúmeras e insanas leis de Sucupira (Brasil) tanto na área cível como penal.

  3. “Julgou processos envolvendo corrupção da Odebrecht e OAS e agora é contratado pela empresa que é a administradora judicial dessas duas empresas?

    No mínimo, algo eticamente questionável, não?”

    Roberto Marques

    +

    “Agora que ele vai ganhar uma grana preta na multinacional…”

    F.Moreno

    Tirem suas conclusões.

  4. Eu ainda continuo vendo Moro como um juiz de carreira, concursado, que acreditou em um mentiroso – que foi eleito dizendo que fortaleceria a Lava-Jato na luta contra a corrupção.

    E o tempo, o senhor da razão e pai da verdade, se encarregou de mostrar que o mentiroso se uniria aos corruptos e a magistrados nomeados por corruptos para enterrar a Lava-Jato e garantir a impunidade dos familiares, dos velhos corruptos amigos e dos corruptos que antes se encontravam no poder.

    O traço marcante do caráter(?) do mentiroso é trair aos que não concordam com seu comportamento indecente. Trair, trair e trair sempre.

Deixe uma resposta para F.Moreno Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *