Controle do COAF volta ao Ministério da Justiça para proteger a família Bolsonaro e amigos

TRIBUNA DA INTERNET | Custo da violência e da impunidade no Brasil já chega  a 6% do PIB

Charge do Newton Silva (Arquivo Google)

Merval Pereira
O Globo

Estão ocorrendo mudanças significativas no Conselho de Controle de Atividades Financeiras (COAF), na Polícia Federal e em vários órgãos fiscalizadores do governo. No primeiro momento do governo Bolsonaro, o COAF foi para o Ministério da Justiça para ajudar a gestão de Sérgio Moro no combate à corrupção.

Em maio de 2019, houve uma meia trava, a Medida Provisória 870/19, que reorganizava a estrutura ministerial do Poder Executivo, foi alterada no Congresso e o COAF passou para o Banco Central.

FALSA BANDEIRA – Agora, dois anos e meio depois, o COAF volta para o Ministério d Justiça, para garantir que não haja combate à corrupção. É uma mudança da água para o vinho. Aquela ideia de 2018, 2019, com Bolsonaro no combate à corrupção, não era verdadeira.

Hoje a gente vê o presidente colocar um aliado no Ministério da Justiça e levaro o COAF de volta à política de proteção aos amigos e à família. O próprio Bolsonaro disse, naquela famosa reunião de ministros em abril de 2020, que não podia deixar família e amigos se ferrarem sozinhos. E está fazendo isso com muita eficiência, a favor dele e não do Estado brasileiro.

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOG
– Bela análise de nosso amigo Merval Pereira, lembrando como o governo usa e abusa do COAF, principal instrumento do Brasil para combate à corrupção, lavagem de dinheiro e sonegação de impostos. E o Planalto faz descaradamente esse mau uso, apesar de a Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) estar monitorando o afrouxamento das leis brasileiras contra a corrupção e a impunidade que vem se instalando desde 2019, quando Jair Bolsonaro assumiu o poder. O mais incrível é que o governo ainda sonhe com o Brasil sendo aceito como país-membro da OCDE. Podem tirar o cavalinho da chuva, como se dizia antigamente. (C.N.)

4 thoughts on “Controle do COAF volta ao Ministério da Justiça para proteger a família Bolsonaro e amigos

  1. Deixe-me ver se entendi:
    – o COAF saiu da área econômica e foi para a justiça sob o comando do Moro: excelente;
    – o COAF saiu da justiça e voltou para a economia: péssimo;
    – o COAF sai da economia e volta para a justiça: ruim, vai proteger o 01.

    Depois, o jornalismo prostituído pelo narco-socialismo tucano-petista não sabe por que a sua credibilidade está abaixo de zero.

    A rede Globo está totalmente emPÓeirada.

  2. O mito realmente é um cara genial, conseguiu ressuscitar um morto, o Luladrão e agora dá mais munição para o Moro, provando que o discurso que o elegeu não passava da mais pura mentira. O cara é mesmo insuperável quando o assunto é dar tiro no pé,

  3. O que dizer da Sra. Toffoli e da Sra. Mendes? Me parece que o COAF tem alguma coisa com relação a estas senhoras e o Marreco não quis investigar, né não?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *