Conversa, com leitores-eleitores: Urna eletrônica e fraude, Malafaia e fé, privatizações e doações, Marx e Nietszche

José Carlos Werneck: Prezado Helio. Cada dia me convenço mais que UMA GRANDE FARSA está sendo montada com o resultado das “pesquisas” e um possível arranjo nas “seguríssimas” urnas eletrônicas, cujo voto é tão secreto,que em caso de uma possível fraude nem o próprio eleitor saberia em quem votou. Realmente o governador Brizola tinha toda razão quanto à imprescindível necessidade do”papelzinho”, que confirmaria o resultado da urna! Aproveito a ocasião para lhe desejar muitas felicidades, saúde e tudo de bom pelo próximo dia 17. Daqui levantarei um brinde em sua homenagem. Um grande abraço”.

Comentário de Helio Fernandes:
Perfeito, Werneck, em tudo. A farsa das pesquisas se junta ao que você lembrou sobre a urna eletrônica, bandeira exclusiva de Brizola. Em relação ao mundo inteiro, a votação e apuração no Brasil teve um avanço extraordinário. Brizola reconhecia isso, mas foi o primeiro a acusar publicamente, a falta de um “papelzinho” para conferir no caso de qualquer inconveniente.

Brizola foi lúcido, corajoso e até “previdente” na análise, e ia sendo vítima do que falava como “inconveniente”. Em 1982 ia perdendo o governo do Estado do Rio, não por inconveniente, mas pela conjugação de interesses “convenientes”. Que ficará na História como a conspiração da Pró-Consult.

PRIVATIZAÇÕES E AJUDA A CHÁVEZ

Júlio: “Fala-se tanto das privatizações de FHC, mas ninguém fala da doação que Lula fez ao Chávez”.

Comentário de Helio Fernandes:
Não há comparação, Júlio. Antes de mais nada, fui e sou contra a “ajuda” a Chávez, e sua “guerra” para permanecer no poder de forma “ininterrupta”. (Palavra usada por ele, que vai sendo abandonada no mundo, principalmente nos EUA. Que, em 1952, passou a permitir aos presidentes, apenas dois mandatos, e depois MAIS NADA, NEM ELEITO NEM NOMEADO).

Quanto aos valores DOADOS pela GLOBALIZAÇÃO, qualquer comparação representa perda de tempo, verdadeira condenação. O que Lula “deu” a Chávez e não podia “dar”, importância miserável. As doações-PRIVATIZAÇÕES, COMPROMETENDO o Brasil para sempre.

VOTO NULO SIGNIFICA PROTESTO

Aurélio Antonio: “Caro Helio, acho você brilhante, mas vou discordar da sua confissão de que votou nulo antes e fará o mesmo agora. Acho que assim, você estará abdicando do seu direito de escolher. Abraços.”

Comentário de Helio Fernandes:
Desculpe, Antonio, NULO é uma opção, é um protesto contra a forma que nos obrigam a votar, apenas dois candidatos. De onde vieram? Quem os escolheu, quando foram realizadas convenções? E o povo? Foi consultado?

MALAFAIA, FÉ E COMUNICAÇÃO

Gilson Lima:
“O pastor Silas “Malacheia” (licença poética ou evangélica, seu nome é Malafaia) está trocando o apoio a Serra pelo Proer da Fé, mais um canal de televisão. E Jesus?”

Comentário de Helio Fernandes:
Perfeito, Gilson. Nada contra evangélicos ou outros que adotem qualquer religião. Só que basta VER e OUVIR a forma como ele PEDE dinheiro para ficar horrorizado.

DIVAGAÇÕES SOBRE O HOMEM

Mauro Julio Vieira: O Homem é selvagem e nunca deixará de ser. É produto de uma natureza ainda insondável. Este foi o erro de Marx e o acerto de Nietszche. O primeiro estudou a obra humana e criou uma receita para salvar a humanidade, que na sua pretensão achava que ela estava perdida. O segundo, estudou o protagonista desta obra. O Humano. Não propôs nada, pois sabia que existem mais coisas entre o céu e a terra do que imagina a nossa vã filosofia. Portanto, ideologias e religiões, não podem cumprir aquilo que prometem. São produtos da mente humana…
Quanto mais livre o ser humano, mais ele produz. O Homem não é conservador. É inquieto. Se não fosse assim, não teria inventado a roda. É revolucionário por natureza. Não precisa de revoluções idealizadas por um semelhante seu. Taí o século XX mostrando no que deram essas revoluções mentirosas e seus resultados nefastos. No Brasil, ainda existe uma turminha, com 50 anos de atraso ainda iludindo o povo com essa fálácia de socialismo, esquerda, entreguismo, e outras formas de enganar um povo, com seu obscurantimo e ambição de ficar rico numa boa estatal. Por essas e outras, entre o ruim e a péssima, fico com Serra. É democrata”.

Comentário de Helio Fernandes:
Tuas reflexões merecem atenção e simpatia, mas não passam de considerações, que quando se transformam em CONCLUSÕES, ficam fragilíssimas. Desculpe, mas é impossível comparar Marx e Nietszche. Este pensou, Marx projetou, logicamente, PENSANDO, desde Jesus Cristo. Basta verificar a repercussão dos dois. Nietszche é lembrado esporadicamente, geralmente por minoria incrível. Marx está presente cada vez mais, até para combatê-lo. Seu Manifesto é de 1848, até hoje, 162 anos depois, o mundo caminha com Marx ou se une e se arregimenta contra ele. Um abraço.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *