Conversa com o comentarista Cao Zone, sobre Manhattan-Nova Iorque-Nova Jersey

Cao Zone: “Belo post, mestre Hélio, desculpas por colocar minha torta colher nesse assunto, mas talvez faltasse dizer que, somente um ano depois do início da guerra da Independência dos EUA, Nova Jersei já se declarou independente, e dois anos depois ratificou a Constituição. Foi em seu território que se desencadeou o maior número de batalhas dessa guerra.

Das quase 100 batalhas, destacam-se a de Princeton; a de Monmouth; a de Trenton, quando George Washington atravessou o rio Delaware, meio ao estilo de Júlio “Alea jacta est” Cesar no rio Rubicon, na época do império romano. Trenton inclusive permaneceu como capital provisória do país por duas ocasiões.

Nova Jersei ao mesmo tempo em que se tornou o último estado a abolir a escravidão, foi o primeiro a industrializar-se, formando o maior polo têxtil dos EUA. Grande produtor siderúrgico e enorme pátio ferroviário. Sendo o quinto menor estado em território, é o oitavo em população, pois se tornou uma espécie de dormitório de New York City. Mas também é o segundo porto dos EUA, só perdendo para New Orleans. Quando se chega à Big Apple pela Continental Airlines, o aeroporto de pouso é o de New Jersey City, mas são apenas umas 20 milhas e já se está no túnel Holland, que desemboca na altura da Canal Street na ilha de Manhantan. Abraços. Cao.”

***

Comentário de Helio Fernandes:

Cao Zone, obrigado pela colaboração-complementação. Você chamou atenção para muitas coisas. Por exemplo; a travessia do General Washington (civil, mas era chamado de general), comandava 32 mil homens, a partir de 4 de julho de 1976 (a Declaração da Independência), quando começou a guerra, até 12 de agosto de 1781, quando os ingleses se renderam.

Começou então a notável Convenção da Filadélfia, onde foi resolvido tudo de bom, incluindo a decisão de que todos os presidentes deveriam ser eleitos pelo povo, que se concretizou quando Washington se elegeu em 1788, tomando posse em 1789.

De 1776 até 1788, nenhuma província se transformou em estado. Você lembrou a importante passagem de Washington pelo Rio Delaware, sendo que esta província foi a primeira ser Estado, Nova Jersey a segunda, mas todas as 13, ratificadas pela Constituinte e incluídas na Constituição, a única que têm. Depois foram surgindo, das formas mais diversas, os 37 estados de hoje, sem falar nos outros dois, associados.

Os 13 estados ratificados pela Constituição, passando pela Comissão integrada por Thomaz Jefferson, Benjamin Franklin, John Quincey Adams, que figuras notáveis. Vejamos esses estados (pela ordem), que aparecem logo depois do nome dos Fundadores:

Delaware, Nova Jersey, Pensilvânia, Carolina do Sul, Connecticut, Maryland, Geórgia, Massachusetts, New Hampshire, Nova Iorque, Virginia, Carolina do Norte, Rhode Island.

(Existem outras relações diferentes englobando os mesmos 13 estados. Mas a ordem acima, é a que está na Constituição).

*** 

PS – No protocolo de 1898, assinado como eu disse, por dezenas de condados sem maior importância, notaram que “esqueci” do Harlem.

PS2 – Nem consideraram colocar o Harlem, ninguém sequer mencionou o nome desse condado.

PS3 – A razão? Isso foi em 1898, o Harlem já era o “bairro dos negros”, é evidente que não iriam incluí-lo. Só a partir de 1962 (a primeira intervenção da Supremo Corte, e a segunda, em 1964, quando mergulhamos em mais uma ditadura), os negros foram reconhecidos como “gente”.

PS4 – Em 1954, vindo de Broadway, quis conhecer o Harlem. Eram mais ou menos 11 da noite, um policial me parou, perguntou: “O senhor está louco?”

PS5 – Hoje tem mais de um milhão de habitantes, “aberto” a turistas por todos os lados. Obrigado, Cao.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *