Conversa com os leitores: o “ódio induzido” de Lula a FHC, o presidente que entregou o país ao “Consenso de Washington”, e Serra, o candidato que não suporta acordar cedo

Haroldo:
”O Helio se refere a FHC sete vezes, porém o pleito de agora é entre Serra e Dilma. Em 2002 o Lula derrotou Serra induzindo o ódio a FHC. Em 2006, o Lula derrotou o Alckmin reinduzindo o ódio ao mesmo FHC. E agora é o Helio que quer porque quer mais ódio ao FHC. O Lula tirou de letra o mensalão (por enquanto) e a crise de 2008. A época, pois, é do Lula pós-mensalão e crise. O FHC pode falar o que quiser, duas vezes presidente, duas vezes derrotado pelo ódio. Agora o telhado de vidro é do Lula. O Serra pretende substituir Lula e suas políticas.”

Comentário de Helio Fernandes:
O fato de ter falado sete vezes o nome de FHC, não tem a menos importância. O significativo, e tem que ser considerado, é que quando ele foi presidente, devo ter falado no mínimo 700 vezes. E sempre depreciativamente (ou denunciativamente), não por ódio, mas por convicção.

O ódio não é racional, a convicção, sim. Se eu tivesse silenciado sobre a catástrofe que foi a passagem de FHC pelo Planalto-Alvorada, não poderia, vá lá, não deveria escrever agora, logicamente demolindo toda a sua esgarçada estrutura de ocupação do Poder.

Critiquei FHC d-i-a-r-i-a-m-e-n-t-e, ele merecia ainda mais do que isso. Não acertou uma vez que fosse, não oscilava ou se debatia entre ESTADO mínimo e ESTADO máximo, apenas executava as ordens que recebia, desde 1983, quando participou pela primeira vez do “Consenso de Washington”, lá na Matriz.

Ainda não era presidente, ia ocupar uma SUPLÊNCIA no Senado. Motivo: em 1978 disputou a vaga junto com Franco Montoro. Este ficou 4 anos, em 1982 foi eleito para o governo de SP, FHC assumiu no Senado. Isso é da regra. O mais importante é o fato dele MENTIR desassombradamente, afirmando e reafirmando que foi CASSADO. Se foi CASSADO, (como ele diz sem constrangimento) não podia ser candidato antes da anistia ampla, geral e irrestrita, “um pacto acertado pela sociedade”. (Royalties para o Supremo, excluídos 2 ministros que repudiaram e recusaram esse “acordo”).

Nenhum CASSADO conseguiu autorização para disputar eleição em 1978. este repórter foi vetado como candidato ao Senado, José Serra para deputado estadual. Quando a oposição disser que Dona Dilma está mentindo, mostrem essa mentira colossal de FHC. ELE NÃO PODE DESMENTIR, fatos, fatos, fatos.

A segunda reunião do “Consenso de Washington”, realizada aqui na Filial, com a participação novamente de FHC, já presidente da República. Foi o início da GLOBALIZAÇÃO, a determinação da entrega total, (esse TOTAL, ou a maior parte POSSÍVEL), que FHC cumpriu sem a menor restrição.

Foi então que criou a COMISSÃO DE DESESTATIZAÇÃO, que D-E-N-U-N-C-I-E-I integralmente desde que foi criada, até FHC deixar o governo, plenamente realizado, o Príncipe da Astúrias do FMI.

Antes de ser presidente, já era “patrocinado” pela Fundação Ford, (que só chamava majestosamente de Ford Foundation) era o que recebia como contribuição pessoal. Fora o que se parecia muito com corrupção, não tinha nada comparado com o que DOOU dos recursos do Estado.

(Nem quero lembrar o que PAGOU À VISTA, para ficar mais 4 anos no poder, quebrando uma cláusula pétrea da Constituição, que ninguém quebrara).

Desculpe, Haroldo, mas Lula não derrotou Serra em 2002 induzindo ao ÓDIO. O próprio PSDB pretendia retirar o nome de Serra, sabia que perderia. Ele se recusou a deixar a candidatura, com a frase: “Minha vez é agora, estou com 60 anos, não pode ser depois”.

Mostrando e provando sua total inconsciência e instabilidade, 8 anos decorridos, agora em 2010, Serra insiste na Presidência que não conquistará. (Eu dizia isso em 2002, insisto sem medo de errar. O meu medo é que as circunstâncias possam levá-lo a se transformar em “vencedor”).

Não completou o mandato de prefeito, saiu antes de concluir o de governador, como senador ficou alguns meses no cargo. Quando disse que era Filantrópico, o senador Jacques Dornellas, (da Bahia) retificou, chamou de Pilantrópico, sem resposta, revolta ou protesto.

(como não terminou nenhum mandato, se chegar ao Planalto-Alvorada, a incógnita assustadora: ou não TERMINA, ou PRORROGA. Que República).

Alckmin não foi derrotado pelo ÓDIO que Lula demonstrava a FHC. Desculpe novamente. Seria muito ÓDIO, guardado num freezer imaginário, como dizia Tancredo Neves. Esse ÓDIO até seria justificado não a FC e sim ao seu governo pela TRAIÇÃO DA DOAÇÃO do nosso patrimônio.

Este repórter, durante os 8 anos de FHC, com ele no Poder, identificou-o como RETROCESSO DE 80 ANOS EM 8. Não costumo combater DEPOIS, minha luta é DURANTE, concordo até que posso combater ANTES.

E enquanto ele era um presidente poderoso, que distribuía recursos para todos os lados, chamei-o várias vezes de presidente que praticava CRIMES HORROROSOS E HEDIONDOS. Por que abandonar a luta hoje, quando os efeitos danosos e perigosos da “presidência” FHC, estão cada vez mais destruidores e irreparáveis, impedindo o progresso e a prosperidade do Brasil?

***

PS – O FHC não pode falar o que quiser, não tem credibilidade. Um homem que se apossou da “menos” verdade, para fingir de CASSADO, já está desmentido antes de dizer qualquer coisa.

PS2 – Tenho criticado Lula desde que assumiu, por não ter recuperado tudo que FHC DOOU. É que Lula, como Vargas ditador, tem a intuição de que a agrada a todos, sendo “o pai dos pobres e a mãe dos ricos”. Infelizmente, insiste que é um PROJETO DE PAÍS E NÃO PESSOAL E ELEITORAL.

PS3 – Ao dizer (ao perguntar), “quem pode estar com humor acordando às 8 horas da manhã”, Serra deixa evidente toda a sua raiva. Freud e Jung concordavam: “A raiva é o caminho natural para o ódio”.

PS4 – Os dois grandes, que discordavam em quase tudo, concordavam também num ponto: “A raiva (ou o ÓDIO) revela o lado feminino do homem”. Um abraço, Haroldo.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *