Conversa com Santos Aquino sobre o jovem Fidel Castro e o “Bogotazo”

Antonio Santos Aquino: “Helio, não acredito que Fidel Castro tenha participado do “Bogotazo” de 1948. Deve ser exagero dos seus admiradores”.

Comentário de Helio Fernandes:
Não participou de nada, Aquino. Estava lá, não tinha o que fazer. Aos 22 anos, uns dizem que se formou em Direito. Outros garantem que fez apenas o primeiro ano, como Roberto Marinho, mas este exigia ser chamado de doutor.

Deixei bem claro, antes, que ninguém sabia quem ele era, registrei: Joel Silveira jamais citou seu nome, nas matérias completas que enviou de lá. Na verdade, isso não é contra ele. Aos 22 anos não tinha projeto, o “Bogotazo” foi um acidente de percurso, ninguém sabia que iria acontecer, nada foi planejado. Só 11 anos depois, Aquino, com 33, tomou o Poder em Cuba, entrou na História.

Sobre os quase 50 anos que ficou no Poder (não completou os 50 anos por causa da doença, cada um pode analisar ou se satisfazer, CONTRA ou A FAVOR. Usei a palavra SATISFAZER deliberadamente. Os dois lados, vibram com Fidel.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *