Cosenza teria sido injustiçado, mas ainda há controvérsias…

Cosenza é suspeito de superfaturar obras em refinaria

Deu no Painel da Folha

Embora a Polícia Federal tenha retirado o nome de José Carlos Cosenza do rol oficial de investigados na Operação Lava Jato, o Palácio do Planalto avalia que sua permanência na diretoria da Petrobras é “insustentável”.

Diretor de Abastecimento da estatal desde 2012, Cosenza fica em uma posição frágil porque substituiu Paulo Roberto Costa na presidência do conselho de administração da refinaria de Abreu e Lima —principal obra sob investigação da Polícia Federal.

153 ADITIVOS

O conselho de administração era o órgão responsável pela aprovação de aditivos na realização das obras. No caso de Abreu e Lima, foram assinados 153 aditivos que aumentaram o preço da construção da refinaria, segundo a Petrobras.

A preocupação do comando da estatal com as obras de Abreu e Lima ficou clara ontem com o afastamento do gerente de Engenharia Glauco Colepicolo. Ele era chefe de fiscalização da construção da refinaria de Pernambuco.

A decisão do delegado Márcio Adriano Anselmo de admitir erro ao citar Cosenza causou surpresa no comando da PF. O delegado queria que a corporação emitisse uma nota oficial com a informação, mas teve que reconhecer a falha por conta própria.

2 thoughts on “Cosenza teria sido injustiçado, mas ainda há controvérsias…

  1. É facil conferir, se ele chegou a Diretoria na gesrao de Fernando Henrique, podem apostar que é gato, se nao o culpado é o delegado da Policia Federal, que esta querendo fazer politica.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *