CPI começa a investigar as propinas na Receita federal

Mariana Jungmann
Agência Brasil

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do Conselho Administrativo de Recursos Federais (Carf) foi instalada esta terça-feira. Autor do requerimento de criação da CPI, o senador Ataydes de Oliveira (PSDB-TO) presidiu a reunião e foi conduzido como presidente da CPI.

A senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM) será a relatora e o senador Donizete Nogueira (PT-TO), o vice-presidente. Eles terão 120 dias para apurar as denúncias envolvendo integrantes do Carf e apresentar o relatório que será votado pelos membros da comissão, composta por 11 titulares e sete suplentes.

A CPI do Carf foi motivada pela Operação Zelotes da Polícia Federal, que apontou casos de corrupção no conselho responsável por decidir sobre recursos na área tributária. O conselho pode modificar multas aplicadas pela Receita Federal ou até determinar a anulação delas. O Carf é vinculado ao Ministério da Fazenda.

Pelas investigações da PF, há casos em que conselheiros recebiam propina para manipular os julgamentos. O prejuízo provocado pela quadrilha à Receita Federal pode chegar a R$ 19 bilhões, segundo estimativa da polícia.

12 thoughts on “CPI começa a investigar as propinas na Receita federal

  1. Haveria ainda alguma coisa séria e honesta, nesta terra descoberta por Cabral? Cruz credo, quanto mais se reza, mais assombração aparece.
    Sera que as ditas “casas de tolerâncias”, são mais tolerantes que os poderes apodrecidos deste podre pais?
    Rui Barbosa, quando dizia que dava vergonha de ser honesto, é porque naquela época ainda existiam indivíduos que sentiam vergonha. Isso acabou, o normal hoje é ser sem-vergonha e apostar na impunidade.
    Ah! Meu Brasil brasileiro, cantado por Ari Barroso, és o único no mundo, igual a ti não ha outro. Sera que isso
    algum dia vai mudar? Vamos morrer com a esperança, que um dia a coisa seja diferente.

  2. A casa do Bebum de Rosemary está caindo…
    “O Instituto Lula tem prazo de quinze dias para informar ao Ministério Público Federal (MPF) a agenda de viagens do ex-presidente Lula para a America Latina e África, entre 2011 e 2014, no âmbito das investigações da denúncia de tráfico de influência do político na tentativa de obter obras para a empreiteira Odebrecht nesses continente, oferecendo financiamento barato do BNDES, com prazo de carência longo e contrato secretos. A empreiteira bancou diversas viagens de Lula ao exterior.

    O Ministério Público prorrogou por 30 dias o prazo para conclusão das apurações e determinou que, em 15 dias, a Odebrecht informe se arcou com viagens internacionais de Lula, se elas tinham alguma relação com investimentos da construtora no mercado externo e pediu os eventuais registros da presença de representantes da empreiteira acompanhando o ex-presidente.

    Os investigadores indagaram se a Odebrecht firmou contratos com o Instituto Lula e com governos de países africanos e latino americanos entre 2011 e o ano passado. Querem saber quais desses projetos contaram com apoio financeiros do BNDES.

    O MPF também pediu ao BNDES acesso a informações detalhadas e documentos referentes ao financiamento de obras da construtora, assim como solicitou do Itamaraty cópias de telegramas e despachos sobre viagens de Lula ao exterior, relacionadas ou não com a Odebrecht. Os principais alvos são as visitas a Cuba, Panamá, Venezuela, República Dominicana e Angola.

  3. Infelizmente transformara este país num puteiro. Nunca vi tanto roubo, corrupção na minha vida desde que estes ladrões assumiram o poder em 2003. Em todos os níveis e órgãos a cada dia um novo escândalo é divulgado. Com os integrantes deste novo supremo estes caras estão totalmente blindados.

  4. TOMARA QUE OS PODRES DESSA CPI SEJAM EXPOSTOS DE MANEIRA IGUAL AO DO PETROLÃO!
    MAS LEVANDO-SE EM CONTA OS MAIORES TUBARÕES DO PAÍS QUE ESTÃO EXPOSTOS NESSA ROUBALHEIRA, GRANDES BANCOS, EMPRESAS DE COMUNICAÇÃO, EMPREITEIRAS(ESSAS ESTÃO EM TODAS) E VENDO O FUROR QUE ALGUNS PETRALHAS SE LANÇAM EM CIMA DESSA CPI, TEMO QUE TODAS AS CPIs ACABEM NUMA GRANDE PIZZA!
    AÍ É O CASO DE REVOLUÇÃO, GOLPE SEJA LÁ O QUE FOR PARA ESCORRAÇAR ESSA ESCÓRIA DO PODER!

  5. Acho que nesse roubo aí não tem ninguém do pt,pois se tivesse já tinha estourado ou então tem também algum santinho de outro partido envolvido e a mídia “investigativa” eu digo seletiva está deixando i tempo passar e cair no esquecimento já que ela mesma está envolvida e não deseja atirar no próprio pé.

Deixe uma resposta para Jorge Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *