CPI da Petrobras

Nenhuma novidade, a razão é simples: a traição não tem explicação. Todos se sentem traídos ou traidores. E as marcas são eternas. O PSDB completamente arrependido. O PMDB achando que foi longe demais nas exigencias, o Planalto-Alvorada concedeu muito na chantagem. (Como fez com o lobista-chefe Eduardo Cunha, desse PMDB chantagista).

Assim os nomes só sairão não no ultimo esforço ou acordo, mas numa “golfada de sangue”, que a opinião publica não aceitará. Um dia, na distanciados tempos, a CPI será constituída. Para que mesmo?

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *