“Criança, não verás reforma alguma num país como este!”, diria Olavo Bilac, decepcionadíssimo

Vamos envelhecer como as árvores, recomendava BilacTRIBUNA DA INTERNET | TRIBUNA DA INTERNET | Frases inspiracionais, Frases sabias, Citações filosóficasCarlos Newton

Recordar é viver! No caso do jornalista, escritor e poeta carioca Olavo Bilac, ele merece ser eternamente lembrado pelos brasileiros, não só pelos versos inesquecíveis que deixou, mas também pelo nacionalismo, que o levou a defender a criação do serviço militar obrigatório e o aprimoramento do ensino público. Entre um verso e outro, o jornalista preocupava-se com a qualidade da educação, como está marcado em seu poema infantil mais famoso, “A Pátria”.

Bilac viveu em outra época, em que se podia sonhar. Certamente estaria muito decepcionado com a realidade de hoje, que transformou o Brasil num país antes lembrado por suas belezas, mas hoje caracterizado por uma insana disputa de poder que desconhece os verdadeiros interesses nacionais.

PAÍS DA IMPUNIDADE – A nação que Olavo Bilac antevia e ansiava é hoje conhecida como o pais da impunidade das elites. É o único no mundo, entre os 193 membros da Organização das Nações, onde réus de corrupção, lavagem de dinheiro, improbidade administrativa, peculato e enriquecimento ilícito têm liberdade garantida até a quarta instância (Supremo), enquanto na maioria dos países nem existe quarta instância.

O que realmente revoltaria Bilac era saber que no Congresso, no Planalto e no Supremo não há a menor movimentação para mudar esse estado de coisas, graças a um pacto tácito existente entre os três Poderes da República.

Bilac lutou pela República como poucos, jamais poderia imaginar que a proclamação fosse transformar o Brasil no reino da criminalidade.

PAÍS ENDIVIDADO – O brilhante jornalista e poeta também não conseguiria entender que um país rico como o Brasil tivesse se tornado um dos mais endividados, a ponto de um banqueiro ter se tornado ministro da Fazenda para dar um basta nos empréstimos ao governo, criando a “regra de ouro”, que está prestes a se tornar uma lei vacina, daquelas que não “pegou”.  

Com raras e honrosas exceções, como se dizia nos tempos de Bilac, os governos federal, estaduais e municipais estão quebrados, tornaram-se impotentes, impassíveis e indiferentes, com o povo abandonado em suas necessidades de habitação, saneamento, educação e saúde.

Não há pudor, reina a desfaçatez, Bilac se revoltaria ao ver que o Brasil é um dos países de maior desigualdade social, onde a riqueza total tenta conviver com a miséria absoluta, enquanto a classe média se esconde atrás das grades e dos muros da hipocrisia.

PAÍS SEM REFORMAS – É uma país que necessita desesperadamente de reformas, precisa economizar os gastos públicos para enfim conseguir atender ao cidadão.

Mas é tudo uma farsa, um conchavo entre as classes dominantes e a nomenklatura do serviço público, para manter os privilégios de cada categoria, pois não se fala em reduzir nenhum benefício de magistrado, parlamentar, governante, dirigente de estatal e servidor civil ou militar de primeira linha.    

E o notável Olavo Bilac, no desespero, pensará que está bêbado, como naquela tarde em que perdeu o controle de seu carro na Estrada da Tijuca, saiu da pista e bateu numa árvore, no primeiro acidente de automóvel no Brasil. Revoltado, modificará seu mais famoso poema, para alertar às crianças que não vai haver reforma alguma.

8 thoughts on ““Criança, não verás reforma alguma num país como este!”, diria Olavo Bilac, decepcionadíssimo

  1. CILADA PARA PEGAR CORRUPTOS:

    É fácil! Basta que as provas sejam colhidas por Sinestesia:

    Cheiradas com o paladar
    Teteadas com a audição
    Vistas com o olfato
    Degustadas com a visão
    Ouvidas com o tato

    *Se não funcionar é porque:

    Se a razão vale direito
    O errado compra a razão
    Como razão não é dinheiro
    O direito perde a questão

  2. Prezado Carlos Newton,

    Parabéns pelo artigo, pois brilhante, contundente, incisivo.

    O Brasil se encontra nessa situação de calamidade política, social e econômica, com relação ao povo.
    No que diz respeito aos poderes constituídos, suas castas, as elites e o poder dos banqueiros, a nação está como deveria, pois melhor estragaria a festa deles!

    Logo, reformas, mudanças, meios de facilitar a vida dos cidadãos, diminuir a carga tributária insuportável, ter uma educação/ensino melhor, uma saúde razoável e segurança relativa, pelo menos, tais funções o governo jamais fará porque não lhe interessa!

    Na ótica dos desonestos dirigentes brasileiros é fundamental que o país tenha pobres, miseráveis, analfabetos funcionais e absolutos, desempregados aos milhões, pois qualquer gesto ou aceno que se faça para esta população necessitada, ela agradecerá penhoradamente.

    Bolsonaro não passeia por Brasília?
    Não fica nas estradas acenando para os motoristas?
    Não viaja para os estados discursar para uma população ávida para receber atenção?

    Ora, se ficasse no Planalto elaborando projetos de desenvolvimento, de incentivar o emprego, de abrir postos de trabalho, corrigir a Tabela de Restituição do IR, maravilha, porém não interessa ao governo tais medidas.

    Ele precisa demonstrar que considera os carentes.
    Então, do alto da sua estupidez e incompetência, idiotice e imbecilidade, Bolsonaro AMPLIA o número de brasileiros que será CONDENADO à miséria, o Bolsa Família, o maior e mais sórdido plano contra a dignidade do cidadão, porém aclamado como grande projeto social!!

    O presidente é tão absurdamente limitado, e sua equipe pior ainda, que não se dá conta que usa os mesmos meios de enganação do PT para com o povo!
    Lula e Dilma foram eleitos e reeleitos em cima do Bolsa Família, que retirou do mercado de trabalho milhões de pessoas, e a obrigação, o compromisso, do governo em oferecer trabalho e emprego aos necessitados!!

    Ora, o presidente pega um bom pedaço da arrecadação dos impostos extorquidos do povo, e o distribui para os miseráveis e pobres, e ganha popularidade com esta demagogia barata, criminosa, hedionda.

    Quando afirmei, dia desses, que a esquerda e a direita agiam da mesma forma CONTRA O POVO, eis a comprovação do que eu disse lá atrás.
    Bolsonaro, arqui-inimigo do socialismo, do comunismo, deveria logicamente mudar a maneira como atender os carentes, ou seja, menos usar os projetos sociais falsos petistas.

    Não, o parvo presidente, o estulto chefe da nação, COPIA o mesmo sistema enganador e demagógico de Lula e Dilma, menos de trazer para o mercado de trabalho, EM DECORRÊNCIA, AUMENTO NA ARRECADAÇÃO DE IMPOSTOS – mais vai ser burro na Cochinchina! -, os milhões de brasileiros que estão ociosos e continuarão nessa condição porque o governo os condenou a esse sofrimento!!!

    Che, às vezes consulto o Novo Testamento, de modo que eu encontre alguma explicação pelo carma que temos de muitas décadas, onde nossos mandatários são cada vez piores, incompetentes, desonestos, corruptos e insensíveis.
    Pois, nem lá, encontro uma parábola ou frase que justifique o quanto nossos presidentes têm sido néscios, como desprezam essa nação e seu povo!

    Abraço, Newton.
    Saúde e paz.
    Te cuida, meu!

  3. Caramba!!!! Se o país está endividado é porque fez dívida. O problema é saber como ela foi feita. Neste caso, só resta fazer uma AUDITORIA.

    O Brasil é a antítese de Sésamo (paraísos fiscais) Um abastece e o outro guarda

    Tenho me divertido muito com Eduardo Bueno no Youtube, contando a História do Brasil.

  4. O único pacto dos 3 poderes que existe no Brasil é aquele da conspiração golpista entre o corrupto congresso, o infame stf e a podre imprensa (o 4º poder) para derrubar o Presidente da República e reimplantar a corruptocracia socialista que destruiu o país.

  5. A polarização no Brasil é proposital. Ela tem que ser mantida para que o país continue sempre na mesmice.

    Esquerda x Direita-liberal
    PT x PSDB
    Lularápio x Bozo

    TUDO é para deixar como está para que não apareça no Brasil grupos e ideias diferentes que estão aí há décadas.

    A mesmice deve ser mantida a qualquer preço e custo por essa cambada, seja a direita, a esquerda ou liberal, que nós conhecemos muito bem quem são.

  6. Meu comentário se refere a um detalhe: o pensamento de o ladrão já nascer pronto como pensava Olavo Bilac. Isso é absurdo, mas justificável pela ignorância científica da época num Brasil que só tinha poetas!
    Nós nascemos em iguais condições. Do ventre de qualque mulher nasce um Mozart, um Einstein, um Mandela e até um Bolsonaro. São as oportunidades de uma boa educação desde a infância, a orientação, o suporte, o exemplo,etc. Esse ponto de vista foi mostrado por Malcome Gladwel em Outliers. As familias de Mozart, Beethoven, Chopin, Paul McCartney eram de músicos, e esses famosos deram o sangue para conseguir a genialidade – Nurture faz de nós o que somos como indivíduo; Nature nos dá os traços genéticos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *