Crônica de uma eleição que jamais ganhará. Com a carteira vencida, Aecio Neves se recusa a fazer teste de bafômetro.

Carlos Newton

Foi bom enquanto durou. Mas não há imagem que resista a esse tipo de comportamento. O senador Aécio Neves, ex-governador de Minas Gerais, teve a carteira apreendida após se recusar a fazer o teste do bafômetro, ao ser parado pela Operação Lei Seca na madrugada deste domingo, em blitz realizada na Avenida Bartolomeu Mitre, no Leblon, Zona Sul do Rio.

O sonho acabou. Pode dar adeus à cnadidatura à presidente da República. José Serra e Geraldo Alckmin abrem champagne para comemorar. Mais uma vez, caberá a um dos dois a honra de ser derrotado em 2014 por Dilma Rousseff por por Lula, escolham à vontade. 

Aécio estava com a carteira de habilitação vencida. O senador foi multado e o carro liberado depois da chegada de um condutor habilitado. Segundo a assessoria de imprensa do senador, ele não sabia que sua habilitação estava vencida. Aécio tinha saído da casa de amigos e seguia para o Leblon com a namorada.

Aécio terá que pagar um total de R$ 11.49,24 em multa e perderá 14 pontos na carteira. R$ 957.70 por ter se recusado a fazer o exame etílico e mais sete pontos. O valor da infração pela CNH vencida é de R$ 191,54 e outros sete pontos.

Com esse curriculo de playboy, pode até voltar ao governo de Minas, mas pode dizer adeus à Presidência da República. Uma pena. Tinha tudo para dar certo, menos maturidade.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *