Cunha alega ter aneurisma igual ao de Dona Marisa e pede para ser libertado

Cunha levou um monte de documentos para mostrar a Moro

Gustavo Schmitt
O Globo

Ao chegar para seu primeiro depoimento ao juiz Sérgio Moro, o ex-presidente da Câmara e deputado cassado Eduardo Cunha leu uma carta em que diz ter um aneurisma como o de dona Marisa Letícia, segundo sua defesa. Cunha disse então que precisa de cuidados que não seriam possíveis no Complexo Médico Penal de Pinhais, em Curitiba, onde está preso desde outubro.

Ao fim da audiência, a defesa protocolou na Justiça Federal de Curitiba um pedido de liberdade de Eduardo Cunha.

O ex-deputado prestou depoimento sobre a acusação de que recebeu R$ 5 milhões em propina referentes ao esquema envolvendo o projeto do campo de petróleo de Benin, na África, segundo as investigações da Operação Lava-Jato.

MUITOS DOCUMENTOS  – A defesa disse ao Globo que desconhecia o teor da carta levada por Cunha ao juiz Sérgio Moro. O ex-deputado ainda levou um calhamaço de papéis para que fossem consultados durante seu depoimento.

Inicialmente, o processo do ex-deputado corria no Supremo Tribunal Federal (STF). Quando foi cassado, perdeu o foro privilegiado, e o processo passou para Curitiba.

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOGEm tradução simultânea, o tal “calhamaço” de documentos que Cunha levou para a audiência com o juiz Moro significa que sua delação premiada já está começando, de maneira informal. Em entrevista a Ricardo Noblat, o presidente Temer disse que, em relação à Lava Jato, sua preocupação “é zero”. Bem, de agora em diante tudo vai ser diferente, porque Cunha é o personagem que sabia demais, como no clássico de Hitchcock, e Temer passa a ser mais suspeito do que o mordomo do vampiro. (C.N.)

25 thoughts on “Cunha alega ter aneurisma igual ao de Dona Marisa e pede para ser libertado

  1. Tratamento para aneurisma é cirúrgico, quando dá para operar.

    E manter a pressão estabilizada, entre outras providências, tal como ausência de estresse.

    Meu ex teve aneurisma, causado por um acidente de carro que tivemos e no qual ele cortou a cabeça. Fomos socorridos e ele foi operado em hospital público, para parar o sangramento.

    Meu médico, que veio à nossa casa e me aplicou vacina de tétano, alertou meu ex de que ele poderia ter um aneurisma, formado na parede enfraquecida pelo rompimento e sutura.

    Acertou na mosca, mais de 10 anos depois. Foi operado de novo e sobreviveu.

    Aconteceu nos anos 80.

  2. Cunha é muito esperto. O advogado vai pedir que ele seja autorizado a fazer exames em hospital de ponta, visto tratar-se de procedimentos especializados, delicados etc., etc. Aí, fica hospitalizado por um bocado de tempo, porque surgirão outros problemas, e outros, e outros.Como foi o caso de José Carlos Bumlai.

  3. Ridículo um homem metido a líder se acovardar ao ponto de se passar por coitado para deixar a cadeia. É um rato amedrontado.
    Mas não se iludam, o caso dele está no STF e o Gilmar Mendes já começou a criticar o longo tempo das prisões em Curitiba. Não tarda muito para que ele e alguns dos seus iguais soltem Cunha, Cabral, e outros caciques do peito. Não se espantem – do STF tudo se pode esperar.

  4. O Cunha está respondendo o que não deixaram-no perguntar.

    Em depoimento ao juiz federal Sérgio Moro na tarde desta terça-feira, o ex-deputado federal Eduardo Cunha (PMDB) disse que o presidente Michel Temer se equivocou em resposta por escrito enviada à 13ª Vara Federal de Curitiba sobre a participação de Temer em uma reunião com Walfrido Mares Guia para tratar do descontentamento do PMDB com a demora para as nomeações que cabiam ao partido na diretoria da Petrobras (especificamente de Jorge Zelada, que viria a ser diretor internacional) e da ameaça do PMDB em paralisar a votação da CPMF por conta do descontentamento com as nomeações.

    Arrolado como testemunha de Eduardo Cunha, Temer, que usou a prerrogativa de presidente da República e decidiu responder por escrito, disse não ter participado de reunião para tratar de indicação à Petrobras e alegou desconhecer qualquer articulação da bancada do PMDB para ameaçar barrar a votação da CPMF para pressionar as nomeações na Petrobras, em 2007.

    Questionado por seu advogado de defesa, Cunha contradisse Temer “Essa reunião existiu, e quem me relatou ela foi o próprio Temer. Ele e o Henrique Alves foram chamados para uma reunião com o Walfrido Mares Guia (então ministro), por conta do descontentamento do PMDB com as nomeações da Petrobras”, disse. Segundo Cunha, o partido estava irritado pelo fato de as cotas do PT dentro da estatal já terem sido atendidas, e as nomeações do PMDB estavam demorando e, assim, ameaçou barrar a votação da CPMF na Câmara. “Eles chamaram o Michel para tentar acalmar a bancada, garantiram a nomeação. Temer acalmou a bancada, a nomeação saiu e nós votamos a CPMF”, afirmou. “A resposta do presidente Michel Temer nesta pergunta está equivocada. Ele participou sim desta reunião e foi ele que nos comunicou desta reunião”, concluiu.

  5. Dizem que um raio não cai duas vezes no mesmo lugar. Mas comigo, caiu. No dia em que ia votar no Lula, sofri um aneurisma. Fui internado. Quatro anos depois, ia votar na Dilma e tive outro aneurisma. Sobrevivi. Mas quem não sobreviveu foi o Brasil, cujo atraso causado pelo PT vai durar uns 70 anos. Temos que torcer pelo sucesso do Temer que vai colocar o Brasil nos trilhos. Quem viver, verá, diria o saudoso intelectual Ibrahim Sued.

  6. Os comunistas são contra o atual governo e alegam que o desgoverno Dillma-Lulla foi honesto e a favor dos trabalhadores. No entanto, os vermelhos bem que poderiam ir para a Coréia do Norte apenas com passagem de ida. O Brasil ainda é um país tão atrasado que ainda tem por aqui algo primata como o Partido Comunista.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *