Da janela da casa de Tom, podia se ver o Corcovado e sonhar

O genial compositor Antonio Carlos Jobim é o autor de letra e música  de “Corcovado”, título de uma de suas mais famosas canções, um retrato do Rio de Janeiro visto da janela do apartamento onde morava Tom, em Ipanema, na Rua Nascimento Silva, 107, de onde se avistava o Corcovado e se podia sonhar em encontrar um grande amor e, consequentemente, fazê-lo conhecer o que é a felicidade, depois de sonhos, tristezas e descrenças deste mundo.

A música “Corcovado”, estilo bossa-nova, foi gravada originalmente por João Gilberto.

PS De início, divulgamos erradamente que a letra é do Vinicius de Moraes, conforme se vê erradamente em muitos sites da internet, que atribuem a autoria até a Roberto Menescal, sob o título “Um Cantinho, Um Violão”. Mas “Corcovado” é exclusivamente do Tom. O grande músico Fredera, que viveu aquela época intensamente, nos alertou para o erro, e agradecemos bastante a ele. Fique de olho, Fredera! (C. N)

Tom Jobim, nos anos dourados

###
CORCOVADO

Tom Jobim

Um cantinho, um violão
Esse amor, uma canção
Pra fazer feliz a quem se ama

Muita calma pra pensar
E ter tempo pra sonhar
Da janela vê-se o Corcovado,
O Redentor que lindo!

Quero a vida sempre assim
Com você perto de mim
Até o apagar da velha chama

E eu que era triste
Descrente deste mundo
Ao encontrar você eu conheci
O que é felicidade meu amor

(Colaboração enviada pelo poeta Paulo Peres – site Poemas & Canções)

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *