Datafolha aponta desfecho duríssimo entre Dilma e Marina

Pedro do Coutto
É esta a tendência revelada pela pesquisa do Datafolha sobre as eleições presidenciais de outubro, concluída dia 10, e objeto, no dia seguinte, de primorosas reportagens de Tatiana Farah, Renato Onofre e Isabel Braga, O Globo, e de Ricardo Mendonça na Folha de São Paulo. O quadro parece definitivo com a exclusão de Aécio Neves, aparecendo com 15% das intenções de voto, em terceiro, contra 36 pontos de Dilma Rousseff e 33% de Marina Silva. O segundo turno encontra-se definido, cabendo a pergunta para quem vai a maioria dos eleitores do ex governador de Minas.
Ao que tudo indica para Marina, já que na pesquisa simulada para o desfecho de 26 de outubro (o primeiro turno é no próximo dia 5), Marina atinge 47 pontos e Dilma alcança 43. Mas é indispensável considerar que a diferença projetada anteriormente já foi maior. Vem diminuindo. No final de agosto, por exemplo, pelo mesmo Datafolha, chegava a dez pontos: 50 a 40. No início de setembro passou para 48 a 41, sete degraus portanto. Agora diminuiu ainda mais, registrando margem de 47 a 43 pontos.
Mantida a tendência atual, com Marina descendo pouco e Dilma subindo pouco, pode se prever praticamente um empate. Desfecho imprevisível. No primeiro turno, a presidente da República vem sendo apoiada por tempo maior que possui no horário eleitoral: 11 minutos contra somente 2 que cabem a Marina. No segundo turno, os espaços na televisão e no rádio passam a ser absolutamente iguais. A vantagem desaparece.
CLASSES SOCIAIS

O levantamento do Datafolha separou as tendências de voto por classes sociais. Entre os que ganham por mês até 2 salários mínimos do eleitorado, Dilma vence Marina por 43 a 29. Nessa faixa, Aécio aparece com apenas 10%. Entre aqueles cujos vencimentos enquadram-se de 2 a 10 salários mínimos, Marina passa a obter 38% contra 26 de Dilma. Larga distância. Mas se estreita entre os que recebem mais de 10 mínimos: 32 a 26. Nesta categoria, Aécio Neves encontra seu melhor resultado: 31%, ultrapassando Dilma e ficando só um ponto abaixo de marina. Ocorre é que, com base em dados a mim enviados pelo leitor deste site Wagner Pires, acima de 10 pisos concentram-se somente 3,24% da população. Tal informação foi muito bem observada pelo leitor Flávio José Bortolotto, que acrescentou ser de 2 mil e 100 reais o salário médio brasileiro.
Mas voltando ao tema central da pesquisa do Datafolha, vários fatores podem ser assinalados para traduzir a queda que atingiu em cheio a candidatura Aécio Neves. Um deles, inclusive, foi comentado pelo ex-presidente Fernando Henrique, tornado público pelo jornalista Ricardo Noblat em sua coluna no Globo, edição também de 11 de setembro. FHC definiu como um erro do ex-governador de Minas os ataques que desfechou contra a candidatura da ex-ministra do Meio Ambiente. Deveria, no seu modo de ver o processo eleitoral, ter alvejado a própria presidente da República. Mas não. Escolhendo como um dos alvos Marina Silva, Aécio perdeu votos nas classes médias, sem conseguir arrebatar apoio expressivo no povão.
Na entrevista publicada pelo Globo, na quinta-feira, procurou  corrigir sua posição. Porém parece tarde demais para convencer e, mais tarde ainda, para obter a classificação para o segundo turno. Nesta altura dos acontecimentos, o duelo final está definido.

    21 thoughts on “Datafolha aponta desfecho duríssimo entre Dilma e Marina

    1. Votar pra quê se são as tais ‘pesquisas’ que estão decidindo as eleições no país. Todo dia lança uma. Se você está nas redes sociais, Aécio ganha disparado.

    2. Bom dia. Devo discordar em parte, pois as pesquisas de primeiro turno não são condizentes com o segundo. Atualmente a Marina está sendo massacrada no horário eleitoral, onde possuí 1/10 do tempo dos adversários. No segundo turno esse horário será igual, o que vai cortar, em muito, a indústria da difamação petista.

    3. Mais uma brilhante análise do experiente Jornalista Sr. PEDRO DO COUTTO, nos mostrando que até as últimas pesquisas, há empate técnico entre a Presidenta DILMA e a Senadora MARINA, sendo que a Presidenta DILMA se encontra em viés de Alta, e Senadora MARINA, em viés de baixa. O Governador AÉCIO praticamente está fora do 2º Turno.
      O Gov. AÉCIO, Titular da Oposição, cometeu 3 erros Capitais:
      1- Quando das Eleições anteriores, passou a imagem de que não fez no poderoso Estado de Minas Gerais (2º Eleitorado Nacional), e mesmo no resto do Brasil, tudo o que poderia ter feito para a vitória do seu Partido ( PSDB) na época representado pelo Gov. ALKMIN e Gov. SERRA. Agora recebe o troco de São Paulo ( 1º Eleitorado Nacional), que “faz que vai, mas não vai”.
      2- Aproximou-se demais do Presidente FHC, que fez um péssimo 2º Mandato, quebrando o Brasil 3 vezes ( FMI) com fraquíssimo crescimento, e DESEMPREGO altíssimo, acima de 15% dos que buscam trabalho, mesmo com Salários achatadíssimos. Não deixou saudade em ninguém.
      3- Estando o Brasil nos últimos 4 anos com baixíssimo crescimento, bem abaixo de seu crescimento potencial de 3%aa ( 1,5%aa cresc. Populacional + 1,5%aa Produtividade), e atualmente em Recessão, o que é incrível num ano de Eleição, NÃO APRESENTOU UM CLARO PLANO PARA DESBLOQUEAR nossa Economia. Como por ex.
      a) Passar o Salário Mínimo para R$ 1.000/mês ( 47% do Salário Médio Nacional, o que ainda NÃO ENGESSA A ECONOMIA), a partir de 01/Jan/2015, aumentando assim em muito o Poder de Compra Nacional no Mercado Interno. Tirar o Brasil do MERCOSUL onde nossos sócios estão quebrados ( principalmente Argentina e Venezuela) e independentemente fazer Acordos Bi-Laterais com todo mundo. Melhorar a Lucratividade de nossas Empresas, principalmente as Industriais, ISENTANDO de Imposto de Renda todo Lucro aplicado na ampliação da Capacidade Instalada, subsidiar mais a HABITAÇÃO POPULAR ( Desfavelização), Fixar um Câmbio mais favorável para nossas Exportações, etc, etc. Enfim, mostrar o Mapa do Caminho “da Esperança”.

      A Presidenta DILMA, apesar de deus defeitos ( Política pouco pró-negócios e mais Estatal, impaciência, interferência exagerada nos Mercados, pouco diálogo com as “Forças Produtivas”, exagero de auto-suficiência, etc), mesmo nervosa, a meu ver, vem se saindo bem nos Debates e Programas, tendo uma Base Aliada de +- 23 Partidos, inclusive o maior de todos, o PMDB que fornece o Vice, mantendo a INFLACÃO dentro do teto da Meta de 6,5%aa, e o DESEMPREGO em menos de 7% dos que procuram Emprego, a meu ver, apesar de tudo, tem mais chances de vencer o 2º Turno.

    4. Como a igualdade de tempo na TV, será fácil para a Marina desmascarar a farsa da comunicação de Goeebels, do stalifascista Franklin Martins. Vejam o cinismo do PT em relação ao BC, que virou o mote da campanha de desconstrução da Marina. O que é melhor, ter um BC do Estado, não do partido, ou nas mão de um empregado do Banco de Boston? (…)…
      “Meirelles chegou a ganhar no Fleet-Boston US$ 1,5 milhão por ano. Aposentou-se com rendimentos de US$ 65 mil mensais, cerca de R$ 140 mil. É dinheiro enviado pelos fundos americanos, faz questão de lembrar Meirelles. Some-se a isso os R$ 8,5 mil mensais que ganha como presidente do BC. “Levo um padrão de vida compatível com os aposentados das grandes multinacionais”, explica. (…)…
      Um das razões do sucesso de Meirelles no mercado financeiro norte-americano é seu jeito didático de explicar as vicissitudes da economia brasileira. Ele adora usar metáforas para traduzir o Brasil para os financistas e o economês para os brasileiros. Foi assim que em 1989 conquistou o coração de Aloízio Mercadante, quando presidia a Câmara Americana de Comércio e decidiu convidar o candidato Lula a expor suas idéias. Em 1994, Meirelles e Mercadante sentaram-se para imaginar, juntos, algum projeto social que pudesse ser tocado por empresários e PT. Criaram a Fundação Travessia, que ajuda crianças de rua. Meirelles foi o primeiro presidente da fundação. E o deputado Ricardo Berzoini seu primeiro diretor-executivo. Mercadante e José Dirceu bancaram, juntos, a indicação de Meirelles para o Banco Central. O banqueiro conheceu Dirceu em 1967, quando era militante de base da esquerda católica. Chegou a presidir o Centro Acadêmico da Politécnica em SP. “Mas jamais fui marxista”, ressalva. Quanto a Antônio Palocci, os dois só se conheceram depois do convite, em um jantar na embaixada brasileira em Washington. Foi amor à primeira vista. Teria sido predestinação?, perguntou DINHEIRO a Meirelles. “Sou um homem de resultados, acredito em Deus, não em predestinação”.

    5. Gostaria de saber qual o critério usado pelos pesquisadores? Ex. São Paulo tem certo número de eleitores, o Pará outro. soma-se simplesmente a média do são Paulo com a do Pará? ou aplica-se certas ponderações de acordo com o número de eleitores pesquisados? É bom uma auditoria oficial para evitar manipulação de dados, infelizmente, hoje não se acredita mais em ninguém, o dinheiro é o senhor da verdade.

    6. No segundo turno, com tempo igual para os candidatos, Marina terá tempo de sobra para enfrentar Dilma. Sobrará tempo até para detalhar melhor suas propostas.

    7. FHC deixou uma maldita herança de repúdio popular que vem se refletindo nos seus candidatos ( um legítimo adversário dos interesses nacionais),Marina Silva que não representa mudança coisa nenhuma, pra desespero do cheque especial ,não vai ganhar .Esse
      “fenômeno” que muda o discurso conforme à platéia ( é a política “MÁGICO DE ÓZ”) na lista dos pecados que leva no bolso esqueceu-se de incluir a mentira.( E o povo que não é tão otário assim…)

    8. Eleição sensacional. A morte de Eduardo Campos mudou o cenário. Revelou a fragilidade de Aécio que se mantinha nas pesquisas por ter assumido ser anti PT. Dilma , em 2010, venceu o Serra, no segundo turno, por uma diferença de 11,08%, que não é muito grande. O PT nunca foi unanimidade, mas tem muito mais eleitor que o PSDB. Essa eleição eliminou o elo mais fraco da polaridade PT X PSDB. Mas a mediocridade de Aécio surtiu efeito, porque em seus ataques revelou o tanto que o Executivo é refém do Legislativo, e também, que a reeleição facilita para quem está no poder, mas por outro lado, expõe a ataques, uma vez que a moeda de troca entre o Executivo e o Legislativo são cargos importantes no Executivo, e como a corrupção e incompetência são as marcas de nosso Legislativo, nos cargos que ocupam, os políticos, e seus indicados,quase sempre estão envolvidos em mal feitos e não realizam os projetos que gerenciam para o Executivo. No final, o ruim é só o Executivo. O certo seria uma reforma política ampla para transformar o Brasil numa democracia de verdade. Infelizmente, a reforma, não é, e nunca foi, uma prioridade para o Brasil.

    9. Aécio e FHC se aliaram com Agripino para vencer a eleição desconstruindo o PT. Agripino nem é do PSDB, é do DEM. Vai entender ? A política brasileira é assim. A união é pelo ódio. Agora amargaram uma derrota feia. Porque para tirar o PT , O PSDB e o DEM vão ter que transferir voto para Marina , a troco de nada, não vão ganhar cargo nenhum, porque a Marina não vai fazer acordo com PSDB e DEM. Vão ficar fora de mais um governo, seja Dilma ou seja Marina. Dilma pode vencer a Marina no segundo turno, porque também existe rejeição a Marina. A campanha de Aécio, FHC e Agripino foi a campanha com a tática mais inócua e desgastante de toda a história do Brasil. Estão batendo na Dilma há mais de ano, desde da copa das confederações. Se desgastaram, desgastaram o PT, a Dilma, o Brasil e o povo brasileiro e o resultado não mudou.

      • O PT está com a máquina administrativa nas mãos, isto é, está com o poder nas mãos.

        Além do mais, o PT tem pouco mais 30% do eleitorado cativo pelo programa Bosa Família. São 14,1 milhões de famílias, isto corresponde a, aproximadamente, 43 milhões de eleitores (43 milhões/142 milhões = 30% do eleitorado). É uma base sólida de voto de cabresto insofismável.

        Agora compare esses 30% cativos pelo Bolsa Família com a média de votos apresentada pela candidata Dilma no primeiro turno.

        Não crie factoides, mas, avalie corretamente.

    10. À medida que se aproxima o desfecho da corrida eleitoral, o instituto Datafolha vai “espremendo” o erro da estimativa de suas pesquisas, uma vez que passa a ampliar o número de entrevistados e automaticamente a colimar fantasticamente os números de suas pesquisas, isto é, as médias de intenções de votos apresentadas por cada um dos candidatos.

      Do ponto de vista amostral, isto é, da técnica estatística, a pesquisa ouviu incríveis 10.568 eleitores. Pode parecer pouco num universo de 142 milhões de eleitores, mas, a matemática diz que não é.

      No caso desta pesquisa o erro estatístico admitido está abaixo dos 2% divulgados pelo instituto. É de 1,5%.
      Veja, para os 10.568 eleitores entrevistados temos um erro de estimativa calculado de: 10.568 = (3² x 0,5 x 0,5)/e².

      Calculando, temos:

      10.568 = (3² x 0,5 x 0,5)/e²
      e² = 2,25/10.568
      e = 0,00021^1/2
      e = 0,0145 ou 1,5%

      É importante que os institutos aumentem o número de entrevistados, tendo em vista que a corrida eleitoral este ano tende a se acirrar com os candidatos disputando “palmo a palmo” os votos dos eleitores, refletindo médias ou intenções de votos muito próximas umas das outras.

      O grau de incerteza é determinado pela zona intersecção criada pelo erro de estimativa.

      Assim, é impossível antever com clareza o vencedor se a diferença entre as médias de intenções de voto entre um candidato e outro forem muito próximas – por exemplo, de 3% – e o erro de estimativa for, também, de 3%.

      Quanto menor o erro de estimativa admitido na pesquisa, que varia em função do número de entrevistados, menor a dúvida e maior a assertividade e a previsibilidade a respeito do vencedor.

      Como a pesquisa visa dar previsibilidade para o desfecho da corrida eleitoral, é desejável que se busque o menor erro de estimativa possível para que o resultado da pesquisa saia da zona de intersecção – de empate técnico – e preveja acertadamente o vencedor do pleito.

      Levando em consideração que a atual eleição será decidida no segundo turno, e expurgando a margem de erro das médias apresentadas pelas candidatas Marina Silva e Dilma no segundo momento eleitoral, tem-se: para Marina 47% – 1,5% (para baixo) = 45,5%, e para Dilma 43% + 1,5% (para cima) = 44,5%.

      Logo: 45,5% – 44,5% = 1%.

      Portanto, se as eleições fossem hoje, Marina Silva venceria sua rival por uma incrível diferença mínima de 1%.

      O instituto Datafolha foi conservador e divulgou erro de estimativa em 2% (aproximadamente), e empate técnico entre as duas candidatas.

    11. Se a Presidente, na última pesquisa, tem 39% das intenções de votos , então, 0,39 x 104 milhões de eleitores dá R$ 54,6 milhões de cidadãos brasileiros, será que todo este eleitorado é idiota e dependente de bolsa família ? Não deprecie as realizações do PT, meu caro Wagner Pires. A economia do Brasil não está tão ruim assim como pintam e o emprego está garantido para grande parte dos brasileiros. A produção industrial caiu por que o ciclo de consumo necessário para equipar a casa do brasileiro diminuiu , a produção de automóveis também, a frota nacional de automóveis foi trocada. E é bom sabermos a qual indústria brasileira estão se referindo quando dizem queda da produção industrial. Indústrias brasileiras são a automobilística, alimentícia, farmacêutica, bebidas, naval, vestimenta, calçado, agrícola, mecânica e elétrica pesadas ? Dessas aí listadas parece que a automobilística foi a que diminuiu a produção porque o brasileiro já está de carro novo e porque as exportações caíram por motivos econômicos no país importador, por exemplo a Argentina. A vantagem eleitoral de ter a máquina é compensada pelo desgaste dos apoios políticos. Ganha voto porque tem a caneta e perde voto porque com a mesma caneta indicou político corrupto e incompetente.

      • Caro Sr. Renato.

        Abra os seus olhos: APENAS 45% DA POPULAÇÃO BRASILEIRA TRABALHAM!!!

        Não seja um ludibriado!

        A economia do país afundou numa cilada de estagflação!

        Nós não temos condições de sair disso por, pelo menos, os próximos quatro anos.

        Tudo o que este governo fala e promete é para ludibriar gente como o senhor – inocente útil!

        O atual governo fez de tudo para esticar a corda e evitar que esta crise (previsível) eclodisse antes das eleições. Mas, a situação é tão dramática que escorreu entre os dedos e os índices negativos da nossa economia estão estourando nas mãos dessa turma antes mesmo das eleições.

        Não deu para enganar a população até o pleito.

        Mas, essa turma de bandidos que o senhor ajuda a defender é tão cínica que continua a mentir para a população analfabeta e refém do nosso país.

        Esta é a realidade.

        A realidade é que a nossa economia já sucumbiu com os dados divulgados pelo IBGE demonstrando claramente a nossa situação de recessão (economia encolhendo ao invés de crescer). A inflação estourando o topo da meta e corroendo todo o poder de compra do cidadão.

        O quadro mostrado pelo Banco Central é o de que a família brasileira está atolada em dívidas e comprometeu mais de 45% do orçamento familiar com o pagamento dessas dívidas.

        A verdade é que estamos vivenciando um processo de desindustrialização e a consequente perda de postos de trabalho de melhor qualidade e melhor remuneração, pois, estamos substituindo o nosso produto por bens importados de países que possuem de três a cinco vezes maior produtividade que a nossa.

        O real é que nesses 12 anos de governo petista nos empurrou para uma taxa de poupança abaixo de 14% do PIB, e isto é insuficiente para criar qualquer estímulo econômico via investimento. Isto é, o Brasil não tem como sair da cilada que o partido bandido nos encalacrou.

        A única saída – se continuarmos nas mãos dessa gente desqualificada do PT – será esperarmos que a economia mundial retome um nível de crescimento acima dos atuais 3% e nos puxe junto.

        Mas, isso não ocorrerá.

        Temos de tirar essa gangue do poder e dar uma chance ao país de experimentar as reformas que o país precisa para aumentar a produtividade, aumentar o nível de industrialização, aumentar o nível de investimento em infraestrutura e retomarmos o crescimento econômico de maneira contínua, sustentável.

        O PT não soube aproveitar o momento econômico pelo qual o país passou e nos conduziu a um voo de galinha que terminou por nos sucumbir no atual quadro recessivo.

        Acorda homem!

    12. Prezado Sr. RENATO LIMA, segundo o Sr. JOSÉ AUGUSTO ARANHA o TSE aponta 142.822.000 Eleitores Brasileiros.
      Então sua primeira conta estava certa, 0,39 X 142.822.000 = 55.700.580.
      Até 05/Out, muita água vai rolar debaixo da Ponte, e a meu ver, a decisão será apertada para qualquer uma das Candidatas. Abrs.

    13. Com todo respeito, não pretendendo absolutamente ofender a quem quer que seja, a Bolsa Parasita já atinge um universo, segundo informes na net, a 3a. geração daqueles que dela se beneficiam e, portando título de eleitor, devem estar sendo considerados nessa numerologia das pesquisas, direcionadas a determinados públicos-alvo…
      Em lúcidos comentários, o senhor Wagner Pires já alertou que menos da metade da população brasileira TRABALHA… e os efeitos danosos para o país…
      Mas, contudo, todavia, a condição primordial para ter qualquer das Bolsas, é ter em mãos o título de eleitor, com o PT , cada vez mais incrementando e multiplicando parasitas nesse nosso Brasil tão imenso.
      Em suma, bolsas- votos, de saúvas, que não pretendem usar o ANZOL e, por opção, deitadas eternamente em berço esplêndido, cogitando somente de direitos que na verdade, só deveriam valer para o cidadão q paga os impostos escorchantes, na forma de deveres
      Em iscas eras, valia o bordão que ora é para ser ressuscitado: ou o Brasil acaba com a saúva ou saúva acaba com o Brasil…

    14. Com todo respeito, a Bolsa Parasita já atinge um universo, segundo informes na net, à 3a. geração daqueles que dela se beneficiam.
      Portando título de eleitor, devem estar sendo considerados nessa numerologia das pesquisas, direcionadas a determinados públicos-alvo.
      Em lúcidos comentários, o senhor Wagner Pires já alertou que menos da metade da população brasileira TRABALHA… e os efeitos danosos para o país…
      Não foi com esse intuito que nasceram as Bolsas, com dona Ruth Cardoso..
      Mas, contudo, todavia, agora, a condição primordial para ter benefícios de qualquer das Bolsas, é ter em mãos o título de eleitor, e o PT ,cada vez mais incrementando e multiplicando parasitas e votos nesse Brasil tão imenso.
      Em resumo, de fato, são Bolsas- Votos, para saúvas, que não pretendem usar o ANZOL… PARA APRENDER A PESCAR …
      Por opção, deitadas eternamente em berço esplêndido, cogitando somente de direitos, que na verdade, deveriam valer só para o cidadão que por conta e na forma de deveres, paga impostos escorchantes para sustentar milhões de preguiçosas saúvas tupiniquins, criadas e cultivadas para dar voto…
      Em priscas eras, valia um bordão que deveria ser ressuscitado agora: ou o Brasil acaba com o PT ou o PT acaba com o Brasil…

    15. Desculpem após esses tenebrosos comentários estou preparando minhas malas para sair do país,acho que eu estou no país errado,devo ir para a Europa ou talvez para a França,não sei se me deixarão com o meu INSS de 35 anos de trabalho ou irão me confiscar.Sempre produzi para o país,criei quatro filhos,todos bem formados,fui esculhambado por uma previdência desumana,porém continuei remando com meus parcos rendimentos que não davam nem para pagar meu plano de saúde ,continuo trabalhando com afinco,acreditando neste país,pois cada vez que visito os países que são endeusados por uma pequena burguesia,fico louco para voltar e dizer, sou feliz por deus ter me proporcionado nascer neste meu querido país chamado BRASIL.Infelizmente essas esmolas que vocês reclamam são apenas o mínimo que esses desvalidos merecem receber por terem sido surrupiados todos estes anos por uma minoria suja ,que só fizeram roubar.Esse é o país do jeitinho ,ninguém quer trabalhar honestamente,se não fosse os negros com certeza não haveria esse Brasil,pois nem os índios queriam trabalhar.

    Deixe um comentário para PC Cancelar resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *