Datafolha desmente o avanço de Haddad em São Paulo que o Ibope anunciou

Resultado de imagem para pesquisas chargesDeu na Folha

O presidenciável Jair Bolsonaro (PSL) tem desempenho melhor que Fernando Haddad (PT) nos estados com maior número de eleitores no Brasil, segundo levantamento do Datafolha divulgado nesta quinta-feira (25).

Bolsonaro tem vantagem nos estados de São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro, que são, respectivamente, o primeiro, segundo e terceiro maiores colégios eleitorais brasileiros.

VITÓRIA EM SP – Em São Paulo, 54% dos eleitores dizem que escolherão Bolsonaro no domingo (28), ao passo que Haddad é o favorito de 31% dos entrevistados. Além disso, 10% dizem que votarão em branco ou nulo, e 6% não souberam responder. Nos votos válidos, o candidato do PSL tem 64%, contra 36% do petista.

Na capital paulista, Bolsonaro tem vantagem menor, com 46% ante 40% do petista. Aqueles que votarão em branco ou nulo representam 10%, ao passo que 3% não souberam responder. Na contagem dos válidos, fica 54% pata Bolsonaro e 46% para Haddad.

TAMBÉM NO RJ – No estado do Rio, o militar tem 55% das intenções de voto contra 31% de Haddad. Votos nulos e brancos estão em 9%, e 6% não deram resposta ao Datafolha.

Levando em conta os válidos, o capitão reformado tem 64%, e o ex-prefeito de São Paulo, 36%.

Bolsonaro tem vantagem menor em Minas Gerais, onde detém 48% das intenções de voto. Haddad alcança 33% na mesma região. Brancos e nulos são 10% no estado, e 8% não souberam responder. Contando apenas os votos válidos, Bolsonaro chega a 59% e Haddad a 41%.

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOG
O Datafolha desmentiu o Vox Populi e agora desmente também o Ibope, que está anunciando que Haddad passou à frente na capital de São Paulo (51% a 49%), onde há dois anos o petista não conseguiu se reeleger prefeito e perdeu no primeiro turno para João Doria. O fato é que teremos nova desmoralização das pesquisas no próximo domingo, podem esperar. (C.N.)

70 thoughts on “Datafolha desmente o avanço de Haddad em São Paulo que o Ibope anunciou

  1. “XP mostra Bolsonaro com 16 pontos de vantagem”

    “Jair Bolsonaro tem 58% dos votos na pesquisa da XP, que acaba de ser divulgada.”

    “Fernando Haddad toma uma lavada de 16 pontos, com 42% dos votos.”

    Em instantes Paraná Pesquisas no O Antagonista.

      • Kkkkkkkk… Kkkkkkkk… Conte agora aquela do papagaio. A estratégia bolsonariana militarista já foi pro saco, a democracia já virou o jogo em SP tb. É como diz o fabuloso C.N.: ” O fato é que teremos nova desmoralização das pesquisas no próximo domingo, podem esperar”. A fuga do debate foi crucial, a pá de cal sobre a candidatura Bolsonaro. O eleitor não gosta de candidato fujão, amarelão, que, na hora H do pega pra capar, foge, não tem peito para enfrentar o adversário cara a cara, na moral e no jogo limpo, no debate mano a mano.

        • Caro leitor e comentarista Luiz Felipe,
          O seu comentário é desrespeitoso, sobretudo vulgar, com todo o respeito.
          Tenha respeito pelo ser humano, meu caro.
          Leia de novo ou se não leu, faça o favor de ler o artigo recém publicado de autoria do Dr. Jorge Beja sobre o que é alguém estar colostomizado, pois acompanha o aludido artigo um vídeo de um senhor que está na mesma situação que o candidato Jair Bolsonaro.
          O que o eleitor brasileiro não gosta é de candidato LADRÃO, tenha absoluta certeza disso.
          Saiba o leitor que eu há muito esperava para esse debate a ser travado com o candidato Fernando Haddad, quando o candidato Jair Bolsonaro destruiria o poste do apedeuta, sem qualquer dúvida quanto a isso.

          • Conversa mole pra boi esperto dormir, na sombra. Quem tem saúde para ameaçar de perseguição todos os seus opositores, nos palanques da vida, prisão ou exílio, deve ter saúde tb para fazer isso frente a frente. Lamentáveis ver pessoas que se dizem advogados, paladinos da justiça, defender tiranos. Duas coisas que amava fazer na vida profissional, advocacia e política, as duas, infelizmente, foram invadidas por picaretas de todos os matizes, e de ambas, hoje, estou começando a sentir nojo, infelizmente. Mas da Democracia eu não abro mão, e dou a minha vida por Ela, se preciso for.

          • Aposto que esse Luiz Felipe tem 1m50cm, é fraquinho e tem voz fina. È sempre assim: no anonimato o cabra é macho, na claridade é igual áquele deputado que cuspiu no Bolsonaro e saiu voando como uma pomba rola.

        • Ah, tá. o que o eleitor gosta é de candidatos corruptos, mentirosos, que condenam nos outros coisas que eles mesmos acusadores fazem, que culpam todo mundo, menos eles mesmos, pelas coisas erradas que a gente de seu partido fez, que condenam os outros com bases em culpas por associação que não valem contra os membros de seu próprio partido, que promovem a roubalheira no governo e depois acham normal que ninguém seja punido e que o povo arque com as ‘medidas heróicas’ necessárias para tapar os rombos que eles fizeram…

          • Bolsonaro não é um candidato ideal, mas não houve candidato ideal nesta campanha. Quem, o Ciro que queria ser mais petista que os petistas?
            Desculpe, não dá para votar em Haddad. Fazer isso é validar tudo de errado que o PT fez no poder. O PT nunca admitiu nada de errado do que fez, o mensalão não existiu, nem o petrolão, nem nada disso. Todo mundo está errado e só eles estão certos. O PT reeleito vai continuar as mesmas políticas desastrosas e depois botar a culpa nos outros.
            E os petistas sempre alegam estar nos salvando de horrores hipotéticos, representados por quaisquer outros candidatos, até a Marina Silva ia matar o povo de forme e entregar o país para banqueiros. Dos tucanos, nem se fala. Bolsonaro foi um produto da campanha petista de difamação do dissenso.

          • Já sentando de antemão no colo do DEM ( ex-ARENA, PDS, PFL, enquanto expressões de corrupção na veia), Bolsonaro, na seara do novo, não passa de apenas mais 171 eleitoral.

          • TIC TAC TIC TAC !

            Nenhum candidato é perfeito, sempre falta alguma coisa:
            -Para Ciro falta controle;
            -Para Marina falta competência;
            -Para Haddad falta honestidade;
            -Para BOLSONARO faltam 2 dias!!
            #B17

            Chora petista, bolivariano a roubalheira do PT está acabando….

    • OPINIÃO SEM MEDO
      (Ricardo Kertzman)

      Uma carta aberta ao mundo, a este mundo que está tão preocupado conosco, que até nos comove por tanto amor assim.

      O mundo está indignado com o Brasil. O NYT não compreende a insanidade dos brasucas. A The Economist condena a escolha brasileira por uma aventura autoritária. A CNN está com medo do rumo que estamos tomando.

      O jornal El País, da Espanha, aponta o Brasil como um dos países do mundo a caminhar para um regime fascista. Quem mais? Deixe-me ver. Le Monde, The Guardian, Washington Post. Putz! Até o El Clarín!! Nuestros hermanos numa draga de fazer dó e preocupados conosco. Bonitinhos.

      Estou aqui pensando: onde estava o mundo durante estes últimos 15 anos? Onde estavam todos, no Mensalão e no Petrolão? Onde estava o “escritório adjunto do comitê dos direitos humanos da ONU” enquanto Lula financiava clandestinamente o regime de Hugo Chávez e Nicolás Maduro?

      Onde estava o poderoso Barcelona, durante os escândalos de superfaturamento dos estádios da Copa? A CNN, durante a compra das Olimpíadas? E o HuffPost, enquanto Lula, aboletado em um hotel em Brasília, comprava deputados durante o processo de impeachment de Dilma Rousseff?

      Pois bem. Onde estavam vocês, líderes mundiais, tão preocupados conosco agora? Me engano ou estavam festejando o líder sindical que havia chegado ao poder naquele país simpático, meio exótico da América do Sul, cuja capital é (qual é mesmo?) ah, Buenos Aires? Ops!! Brasília.

      Me engano ou Bono Vox recebia “o cara” do Obama, em uma turnê pela Europa? O mesmo “cara” que hoje está preso, condenado a mais de 12 anos de prisão e é réu em mais seis processos criminais. E o Roger Waters? A Madonna?

      O The Intercept, meu Deus! Será que estava hibernando e não soube da Lava Jato, da Odebrecht e da JBS?

      Sabe, mundo, enquanto você festejava o metalúrgico analfabeto, nós brasileiros estávamos afundados em nossos piores pesadelos, sendo massacrados por uma máquina corrupta que organizou o maior assalto aos cofres de um país na história democrática ocidental.

      Enquanto você, mundo, se divertia com aquela “presidenta” que cantava “happy bordei tu iu“, nós ficávamos sem emprego e sem renda. Sem esperança, tristes, conformados com um destino cada vez mais próximo da Venezuela e cada vez mais distante de vocês.

      Mundo, meu caro. The New York Times e companhia. Líderes mundiais e celebridades globais, por favor aceitem nossa maior gratidão por sua preocupação com nossas eleições. Mas temos de ser bem sinceros com vocês: sabem o que é? We don’t give a damn!

      Traduzindo para o Português: nós não nos importamos; não queremos saber. Traduzindo para o Ricardêz: estamos cagando e andando para o que vocês pensam!

      Faltam só mais 2 dias!

      • Caro leitor e comentarista Wander,
        O preço da nossa LIBERDADE é a ETERNA VIGILÂNCIA.
        Confesso que não tenho o mesmo ânimo que o leitor.
        Vale a pena ler o artigo abaixo transcrito publicado no blog Jornal da Cidade On Line que o acompanha um vídeo bem interessante.

        DIREITO E JUSTIÇA
        Todos de prontidão contra a vigarice eleitoral de 28 de outubro, especialmente as Forças Armadas (Veja o Vídeo)
        Uma eleição fraudada estaria atentando grotescamente contra a “garantia dos poderes constitucionais”.

        26/10/2018 às 05:33

        2414
        COMPARTILHARAM ISSO COMPARTILHAR

        Seguindo uma crença que sempre levei a sério, segundo a qual “quem avisa amigo é”, publiquei no Jornal da Cidade Online, logo após a vitória de Bolsonaro no 1º Turno da eleição, em 7 de outubro, o artigo intitulado “O PT disfarça com a ‘fatalidade’ da sua derrota para Bolsonaro”.

        O PT disfarça com a “fatalidade” da sua derrota para Bolsonaro O PT disfarça com a “fatalidade” da sua derrota para Bolsonaro
        Mesmo longe de ser algum “Nostradamus” para enxergar o futuro, antecipei minha convicção que a coligação “Brasil Feliz de Novo”, liderada pelo PT, que carrega nas costas a candidatura presidencial de Fernando Haddad, estaria mancomunada com o “Mecanismo”, com veículos de comunicação de massa, institutos de pesquisa, com setores do próprio Tribunal Superior Eleitoral (TSE), no sentido de obter a vitória no 2º Turno das eleições presidenciais, que serão realizadas no próximo domingo.

        O “papo” deles, logo após o 1º Turno, “era” de inteira resignação em vista da quase certa derrota que teriam no 2º Turno, eis que “não haveria” mais o tempo necessário, nem qualquer chance, de reverter essa tendência eleitoral.

        Na oportunidade antecipei que a anunciada “derrota” não estaria passando de um inteligente ardil, de uma “armadilha”, para que o “inimigo” baixasse-a-guarda e fosse pego de surpresa, numa “virada” sensacional e inesperada de última hora, falsificada pelas pesquisas e seus patrocinadores, e que no término da apuração da eleição seriam “ratificadas” pelas “máquinas” programadas e manipuladas pelo TSE e seus “capangas”.

        Na visão que me inspirou a escrever o artigo, uma “organização criminosa”, puxada pelo “Mecanismo”, e composta ainda pela “esquerda”, pela Grande Mídia e pelos principais institutos de pesquisa, além de setores do próprio TSE, estariam agindo mancomunados na prática dessa fraude eleitoral.
        Essa farsa consistiria numa aproximação gradativa de Haddad a Bolsonaro nas sucessivas pesquisas anteriores ao 2º Turno, até que se chegasse a um “empate técnico”, com pequena diferença no percentual de votos válidos para um ou para o outro.
        E é exatamente o que já está acontecendo.

        Logo após o 1º Turno, as pesquisas apontavam enorme vantagem para Bolsonaro, com cerca de 60% das preferências de voto, contra os 40% de Haddad. Agora, faltando apenas 3 dias para a eleição de 28 de outubro, o Ibope já aponta 57% para Bolsonaro, e 43% para Haddad. E o Datafolha 56% a 44%.

        O “cara” já está “encostando” em Bolsonaro. O PT festeja. Mas quem olha para a vida real observa que o crescimento efetivo é do “outro” candidato. E com certeza nas próximas pesquisas a diferença irá diminuir, provavelmente até o tal “empate técnico”.

        Após toda essa falcatrua nas pesquisas, o trabalho final ficaria a cargo do Tribunal Superior Eleitoral, que mandaria “ajustar” as suas máquinas para que o resultado totalizado da eleição sintonizasse com as pesquisas, entregando o “diploma” de Presidente a Fernando Haddad.

        E tudo indica que essa falcatrua eleitoral está a caminho.
        Durante o provável anúncio da “vitória” de Haddad, o “Mecanismo” e toda a sua quadrilha organizada reunirão no palanque a seus lados as mais altas autoridades da República para “avalizarem” essa fraude.
        O povo dificilmente reagirá à altura da grandeza dessa fraude para repeli-la na mesma hora, mesmo porque ele está totalmente desarmado pelo PT, e ao mesmo tempo “espalhado”, “pulverizado”, num território com a área superficial de mais de 8 milhões de quilômetros quadrados.

        Todavia, as Forças Armadas poderiam perfeitamente “assumir essa bronca”, agindo em representação e benefício do povo brasileiro, que na verdade é o único titular do PODER INSTITUINTE E SOBERANO (“todo poder emana do povo”).

        Sem dúvida essa eleição fraudada poderia abrir caminho para as Forças Armadas acionarem o comando previsto no artigo 142 da Constituição, ou seja, a “intervenção”, a qual as autoridades constituídas repelem mais do que o diabo repele a cruz.

        A pátria estaria sendo violentada com a fraude eleitoral, e jamais um dos “Poderes Constitucionais”, mais precisamente, a chefia do “Poder Executivo”, poderia estar sendo preenchido através de uma escancarada fraude.
        Essa é a determinação contida no artigo 142 da CF: “As Forças Armadas… destinam-se à DEFESA DA PÁTRIA e à GARANTIA DOS PODERES CONSTITUCIONAIS…”.
        Nessas duas hipóteses, as FA podem agir com plena autonomia e soberania, não dependendo de requisição de nenhum dos Poderes Constitucionais, como ocorre quando se trata meramente da “defesa da lei e da ordem”.

        Portanto, é evidente que uma eleição fraudada para preenchimento da vaga de Chefe do Poder Executivo estaria atentando grotescamente contra a “garantia dos poderes constitucionais”, exigindo intervenção das Forças Armadas por força da Constituição.

        Pelo exposto, soldados brasileiros, Soldados de Caxias, deveis ficar atentos e bem alertas. Mesmo de “prontidão”. Se for o caso, deveis intervir contra a fraude eleitoral que está prestes a acontecer no dia 28 de outubro, se de fato ela se confirmar, usando a força necessária compatível com as necessidades de uma eventual reação, e afastando ou prendendo, logo a seguir, de um só golpe, todos os traidores e ladrões da pátria.

        Veja abaixo um vídeo elucidativo:

        Sérgio Alves de Oliveira
        Advogado, sociólogo, pósgraduado em Sociologia PUC/RS, ex-advogado da antiga CRT, ex-advogado da Auxiliadora Predial S/A ex-Presidente da Fundação CRT e da Associação Gaúcha de Entidades Fechadas de Previdência Privada, Presidente do Partido da República Farroupilha PRF (sem registro).

        • Leve-se em conta que as investigações estão apontando uma organização criminosa por trás do atentado contra o Bolsonaro. Convenientemente estão culpando o PCC.
          Assim já se começa a decartar a versão de que se tratou de um lobo solitário. Segundo joga-se essa bronca para cima do PCC. O PCC, assim como qualquer organização crimnosa ou mafiosa raramente compra briga assim tão direta contra o Poder constituido ou com grandes possibilidades de se constituir. Cabe a perguntinha muito simples: O que é que o PCC teria a ganhar com isso, fazer o serviço sujo para outra organização criminosa, a troco de nada..
          Por isso se esse establishment podre(nacional e internacional) estiver pensando numa fraude dessa magnitude eles que se cuidem. Nós, eleitores do Bolsonaro, e verdadeiros defensores da democracia não aceitaremos isso passivamente. VAI CORRER SANGUE! PREFIRO MORRER COM UMA BALA NO PEITO OU NA CABEÇA DO QUE ACEITAR SER DESGOVERNADO NOVAMENTE POR ESSA ORGANIZAÇÃO CRIMNOSA QUE AFUNDOU NOSSO PAÍS! NÃO DEIXAREMOS NOSSA PÁTRIA SE TRANSFORMAR EM UMA NOVA VENEZUELA! NÃO PASSIVAMENTE SE TIVER QUE SE TRASNFORMAR VAI SER POR CIMA DE NOSSOS CADAVERES! MAS ANTES DE MORRER MANDO PARA O INFERNO PELO MENOS UNS 50 PETRALHAS VAGABUNDOS!

          • Caro leitor e comentarista Wander,
            Excelentes vídeos.
            Eu já conhecia o trabalho desse profissional que é muito bom.
            Valeu pelos links dos vídeos.
            Tenha uma ótima votação.
            E que a nossa amada pátria mãe gentil mude de rumo: ORDEM e PROGRESSO.

    • Estáo comentando que o Haddad não se ajoelhou quando foi á Aparecida. Ao ser criticado ele retrucou: do jeito que estou, se ficar de quatro eu não levanto mais!
      (Não sei se é verdade)

  2. A parte do Brasil que se acostumou com o sistema corrupto implantado no país há 30 anos, e que muito tem lucrado com a cleptocracia instituída, apela para as pesquisas querendo mostrar ao povo que o seguidor dessa prática que nos levou à falência está reagindo!

    Conforme venho dizendo, os interesses e conveniências pessoais e partidárias são incalculáveis. Bilhões de reais estão em jogo, que a esquerda deixará de ter essa fortuna nas mãos para gerir como quiser.

    E, Bolsonaro fazendo um bom governo ou, no mínimo, com a corrupção sendo diminuída sensivelmente, a sua reeleição estaria garantida, sepultando as aspirações petistas e da extrema-esquerda em suceder o presidente nas próximas eleições.

    A imprensa se vendo em palpos de aranha porque as verbas para publicidade oficiais também sofrerão uma queda vertiginosa, alia-se às esquerdas, e força uma pesquisa absolutamente falha, no sentido de que Haddad ainda pode vencer o pleito de domingo.

    Bolsonaro trava uma guerra jamais acontecida no país.
    Bom sinal, pois mediante a reação negativa de parte do povo e mídia nacional, quer dizer que o caminho está correto, e será por ele que sairemos deste caos político, econômico e social.

    • Kkkkkkkk… Kkkkkkkk… Conte agora aquela do papagaio. A estratégia bolsonariana militarista já foi pro saco, a democracia já virou o jogo em SP tb. É como diz o fabuloso C.N.: ” O fato é que teremos nova desmoralização das pesquisas no próximo domingo, podem esperar”. A fuga do debate foi crucial, a pá de cal sobre a candidatura Bolsonaro. O eleitor não gosta de candidato fujão, amarelão, que, na hora H do pega pra capar, foge, não tem peito para enfrentar o adversário cara a cara, na moral e no jogo limpo, no debate mano a mano.

      • Caro leitor e comentarista Luiz Felipe,
        Em seu comentário o leitor afirma “Mas da Democracia eu não abro mão, e dou a minha vida por Ela, se preciso for.”
        De que democracia alude o leitor?
        A democracia do PT e os seus comparsas?
        Se o poste do apedeuta do Lula vier a ser sufragado no próximo domingo dia 28/10/2018 diga adeus à nossa incipiente democracia!

    • Quem viu as ruas no domingo passado tenderá a acreditar mais no Paraná Pesquisas. É mais lógico. Mas, a expressão de satisfação do sr Mauro Paulino-Datafolha ontem, na GNews, causa preocupação. A gente está acostumado com o famoso “achego” que os institutos fazem com os números, para justificar os que as urnas estão “calibradas” para apresentar. E não adianta os urubus supremos se irritarem com nossa desconfiança, quanto à confiabilidade das urnas, que saibam disso. O voto impresso teria minimizado essa desconfiança, mas resolveram de novo nos afrontar..

  3. Aplaudindo de pé quem escreveu esse texto!
    Bom, eu moro num país onde a mulher ganha menos que o homem faz tempo, e sabe quem governou os últimos 14 anos (e em 6 deles por uma mulher) e não resolveu isso? O PT.
    Você sabia que eu moro no país onde mais se mata e onde há o maior número de incidentes preconceituosos e discriminatórios contra a comunidade LGBT, e onde também ainda existem casos recorrentes e gravíssimos de racismo. Agora, adivinhe quem governa o meu país há anos, mandato após mandato? Acertou, é o PT.
    No país onde eu vivo, já existe tortura faz tempo. É só abrir o noticiário e ver, diariamente, as atrocidades que os bandidos fazem gratuitamente com pessoas inocentes as quais, na maior parte das vezes, sabem que seus agressores ficarão impunes. E creio que você já sabe quem governa o país onde eu moro, sim, é o PT.
    Daí, ouvi alguém dizer outo dia: “Ah, mas se o Bolsonaro ganhar eu vou ter medo de sair na rua”. Ei, psiu! No país onde eu vivo, as pessoas de bem já vivem com medo de sairem na rua. Elas investem quantias significativas na construção de muros altos, cercas elétricas e câmeras de vigilância e, além disso, no meu país, os pais não podem mais levar seus filhos na pracinha pra vê-los brincar. Sabe porque? É porque os pais temem encontrar usuários de drogas, arruaceiros e vagabundos e têm consciência de que, a qualquer momento, eles ou os filhos podem ser vítima de um assalto, um estupro ou sabe-se lá o quê. E vou te contar uma novidade, sabe quem governa o país onde eu vivo já há 14 anos ininterruptos? Isso mesmo, você acertou de novo, é o PT.
    No país onde eu vivo, existe um sistema único de saúde onde, muitas vezes, você é mal atendido e as pessoas que dependem dele morrem diariamente nas filas aguardando exames e cirurgias por anos. Acho que a essa altura você já sabe quem governou o país onde eu moro nos últimos 14 anos não é? Sim, foi o PT.
    Então, após 4 mandatos de muita corrupção, inércia, gestão ineficiente, e ao fim dos quais toda a cúpula do partido que governou meu país estar presa, peço desculpas a todos vocês, mas eu não acredito mais nesse partido.
    Bem, por fim, percebo que as pessoas estão atribuindo todas essas coisas: homofobia, racismo, violência, ineficiência, etc, a um homem que nunca governou o país antes e essas mesmas pessoas estão ignorando o fato de que o PT teve 14 anos anos de oportunidades para combater todas elas e, contudo, nada fez.
    Bom, sendo assim, me desculpem, mas no segundo turno apoiarei sim Jair Bolsonaro Presidente porque, de fato, não é possível garantir que ele fará uma boa gestão, mas a gestão do PT nos colocou onde estamos e, por tanto, nós já temos certeza de como é. E, de mais a mais, entre votar em uma pessoa que eu não sei se combaterá a corrupção, se trará melhoras à saúde, à educação e à segurança e votar em um partido que eu já tenho certeza que não fará nada disso, bem, nesse caso, eu prefiro o benefício da dúvida do que a certeza da ineficiência.

  4. Essa é a que vale:

    A última pesquisa Crusoé / Empiricus, feita pelo Instituto Paraná, mostra Jair Bolsonaro com 60,6% dos votos válidos.

    O poste Fernando Haddad permaneceu parado com 39,4%
    DO ANTAGONISTA

    • Kkkkkkkk… Kkkkkkkk… Conte agora aquela do papagaio. A estratégia bolsonariana militarista já foi pro saco, a democracia já virou o jogo em SP tb. É como diz o fabuloso C.N.: ” O fato é que teremos nova desmoralização das pesquisas no próximo domingo, podem esperar”. A fuga do debate foi crucial, a pá de cal sobre a candidatura Bolsonaro. O eleitor não gosta de candidato fujão, amarelão, que, na hora H do pega pra capar, foge, não tem peito para enfrentar o adversário cara a cara, na moral e no jogo limpo, no debate mano a mano.

  5. ELEIÇÃO SEM DEBATES

    O capitão fugiu do combate

    Hoje à noite, o eleitor teria a última chance de comparar os candidatos à Presidência. Jair Bolsonaro e Fernando Haddad deveriam se enfrentar ao vivo na TV Globo. O duelo começaria às 22h, mas foi cancelado por motivos de fuga. O capitão fugiu do combate. Desertou.

    No primeiro turno, Bolsonaro alegou razões médicas para não comparecer a debates. Tudo certo, porque ele sofreu uma facada e passou 23 dias no hospital. Agora que o atestado perdeu a validade, o deputado admite que ficará em casa por “estratégia”. “Quem conversa com poste é bêbado”, debochou, no Twitter.

    O capitão acredita que o arrego vai prejudicar seu adversário. Pode ser, mas quem mais perde é o eleitor. A três dias das urnas, e o favorito para assumir o governo continua a esconder suas ideias. Nem seus aliados sabem dizer ao certo o que ele vai fazer se chegar lá.

    Bolsonaro costuma se esquivar de perguntas objetivas com chavões que já viraram piada, como “Tem que mudar isso aí” e “Não dá pra continuar desse jeito”. A fórmula funciona na propaganda e nos comícios de Facebook. Quando ele pode ser contestado, é outra história.

    Nas duas vezes em que aceitou debater, ainda no primeiro turno, o capitão teve desempenho abaixo da média. Na Band, ele pareceu sonolento, como se estivesse dopado. Na RedeTV!, levou um sermão desconcertante de Marina Silva, que o acusou de discriminar as mulheres e deseducar as crianças ao fazer apologia das armas.

    A atitude de Bolsonaro produziu uma situação inédita. Desde 1989, o Brasil nunca havia atravessado um segundo turno sem debate presidencial. Collor, Lula, Serra, Alckmin, Dilma e Aécio aceitaram o contraditório e enfrentaram seus oponentes. Ele, não.

    A recusa é um desrespeito ao eleitor, que tem o direito de saber o que pensam os candidatos. Também serve como um sinal de que, se eleito presidente, ele continuará a se esconder do escrutínio da imprensa.

    Na campanha, Bolsonaro já exibiu desprezo pelo jornalismo profissional. Fez vista grossa aos seguidores que ofendem repórteres e ameaçou usar verba pública para retaliar veículos que o criticam. O que mais ele fará se chegar ao Planalto?

    • Vergonha para a família Militar, um candidato fujão. O único candidato que fugiu do debate em todo o Brasil, exatamente aquele que se diz representante dos militares. O fato é que os Militares com M maiúsculo, como foi o meu finado e saudoso avô, Coronel, não estão representados na pessoa de Bolsonaro, com certeza, até porque o militar que honra a farda não foge na hora do pega pra capar, não é arregão, soa como se em plena batalha final o comandante pede deserção, ao se entrega ao adversário sem lutar. Vergonha, vergonha, vergonha…

    • Parece-me que o leitor e comentarista Darcy Leite também não tenha lido o recente artigo escrito pelo Dr. Jorge Beja que foi publicado na TRIBUNA DA INTERNET acompanhado de um vídeo de um senhor que está colostomizado como o candidato Jair Bolsonaro.
      Quem sabe se tivesse lido e visto o aludido vídeo não teria a coragem de postar o referido comentário que fez de texto de outrem.
      Mais um leitor da TRIBUNA DA INTERNET que não tem compaixão para com um ser humano que se encontra em situação de colostomizado que o vídeo mostra ser uma situação cruel.

  6. O cidadão tem o direito da ampla divulgação ao contrário do que a mídia faz. Ela é a precursora das fakenews. Em todas as eleições números absurdos e contraditórios com a realidade são divulgados intensamente sem possibilidade de confrontação com a verdade.
    Leis deveriam ser criadas obrigando as mídias a divulgarem, APÓS as eleições, o gráfico das últimas pesquisas JUNTO com o resultado REAL das urnas. Só assim a população veria o tamanho da enganação a que foram sujeitas antes do pleito.
    Poderia ser criado o “Black Friday das pesquisas”, na sexta-feira seguinte às eleições. Todas as emissoras que divulgaram pesquisas apresentaria o BALANÇO delas. Seria dia de se sentar em frente a TV comendo pipoca e se deliciar com a cara do Bonner e similares.

  7. Kkkkkkkk… Kkkkkkkk… Conte agora aquela do papagaio. A estratégia bolsonariana militarista já foi pro saco, a democracia já virou o jogo em SP tb. É como diz o fabuloso C.N.: ” O fato é que teremos nova desmoralização das pesquisas no próximo domingo, podem esperar”. A fuga do debate foi crucial, a pá de cal sobre a candidatura Bolsonaro. O eleitor não gosta de candidato fujão, amarelão, que, na hora H do pega pra capar, foge, não tem peito para enfrentar o adversário cara a cara, na moral e no jogo limpo, no debate mano a mano.

    • Aos leitores e comentaristas Luiz Felipe e Darcy Leite,
      O apedeuta do Lula e o seu poste Dilma também faltaram a debates durante campanha eleitoral.
      Em 2006, Lula que disputava a reeleição, deixou de participar, no primeiro turno, do debate promovido pela TV Globo.
      Em 2010, quando disputou a primeira vez o Palácio do Planalto pelo PT, Dilma faltou ao embate promovido no primeiro turno pela TV Gazeta em parceria com o jornal “O Estado de S.Paulo”.

      • Já ia me esquecendo de um detalhe muito importante.
        O apedeuta e o seu poste faltaram aos debates por pura estratégia, ao revés do candidato Jair Bolsonaro que foi esfaqueado por um esquerdopata no último dia 6 de setembro de 2018.

  8. Bolsonaro só perde se houver FRAUDE, fiquemos atentos, ainda estamos sob sequestro de um Prisioneiro Bandido e Criminoso de Lesa-Pátria que de dentro da Cadeia ameaça todos os seus iguais dos 3 Podresres caso ele perca Domingo. Isso é uma vergonha, quando é que esse facínora vai deixar de discursar ou comandar a Nação de dentro de uma cadeia ??? Já passamos do fundo do poço, que as Leis sejam cumpridas e a Constituição respeitada, inclusive pelos “iguais lulopetralhas acovardados plausíveis infringentes e monocráticos”” , o Brasil e seu Povo são maiores do que vocês !!!!!!

  9. Questão de enfoque pessoal.

    Desrespeito ao povo seria ouvir as mesmas besteiras e mentiras de Haddad!

    Prometer consertar o que o seu partido e cúmplices destruíram, roubaram, exploraram … basta das mesmas demagogias e enganações.

    Não adianta Haddad vir a público com promessas, com propostas, se a esquerda só tem um plano:
    o poder!

    E, nessa plataforma, consta o indulto de Lula e a sua participação efetiva no governo, pois será o presidente no lugar do mandalete, da marionete, do estafeta do Haddad.

    Bolsonaro até que fez um favor enorme para o Brasil não comparecendo a este falso debate.
    Ouvir Haddad tergiversando e fugindo das perguntas referentes ao comportamento criminoso do seu partido já cansou, encheu o saco, e não causa mais qualquer sentimento de compreensão à população.
    Pelo contrário, o povo quer o PT longe do Planalto.

    Quanto à imprensa dita “profissional”, faltou o complemento também de venal.

    Isenção, imparcialidade, honestidade, viraram mito na mídia nacional, cuja resposta da sociedade está sendo dada na falência de muitos veículos de comunicação porque mentirosos, logo, está correto Bolsonaro ignorar esses malfeitores da escrita, esses canastrões da TV, que não dizem jamais a verdade porque comprados!

    Agora, parabéns a Bolsonaro que cortará as despesas em verbas de publicidade!
    Lembro que o mensalão foi exatamente as fortunas que o PT alegava gastar que, na verdade, voltava para o partido após descontado das comissões entre membros do PT e Marcos Valério.

  10. Lula e o PT apoiaram toda e qualquer ditadura sanguinária que lhes favorecesse de alguma forma e ainda com contrapartida do BNDES e ainda temos de ler que Haddad defende a paz e educação. Tudo manchete nas mídias nacional e internacional. É de embrulhar o estômago.

  11. Curiosamente os gênios da estatística analisam os resultados …capciosamente.
    O próprio datafolha, através dos números divulgados, já afirma sem dúvidas, que Bolsonaro vencerá a eleição.
    Vamos aos números. Segundo o datafolha Bolsonaro tem 56% das intenções, mas também, segundo o datafolha: “Nesse grupo, 94% disseram que estão totalmente decididos a votar em Bolsonaro”.
    Para quem cursou minimante o antigo curso primário basta fazer um cálculo básico: 94% de 56% são….52,64%! Portanto segundo o datafolha mais da metade dos eleitores está TOTALMENTE convicto em votar em Bolsonaro. E se você tem mais da metade o outro JAMAIS conseguirá chegar a 50% +1… Boas férias mortadelas!

  12. Os evangélicos estão dando a vitoria a Bolsonaro, confirmando o que escrevi a algum tempo. Deram a vitoria a crivela, agora ao bolsonazi. A turma que acredita em encosto e exu caveira não é fácil.

    Seguem os números.

    Empate técnico entre católicos: 44 x 43.

    Vitória emagadora entre os evangélicos: 59 x 26.

    Vitória entre os kardecistas: 48 x 36.

    Derrota emagadora entre religiões de matizes africanas: 62 x 27.

    Derrota emagadora entre ateus: 61 x 35.

    Derrota entre os agnósticos: 46×38.

  13. Cariocadagema, é isso ai, não vamos dar armas a crianças, vamos dar a eles um KIT GAY, quem sabe até um exemplar do Kama sutra, assim já na tenra idade, ficam identificados com as delícias do relacionamento íntimo, com o sexo oposto, ou com o sexo a gosto.

    • -PERAÍ!
      -Se o PT não quer dar armas às crianças, então porque é que tá assim de crianças armadas, assaltando nas ruas?
      -Por que foi que o PT não deu livros e educação para elas?
      -Não deu tempo?
      -Ora, TODOS os menores que estão matando e morrendo nas ruas nasceram nos últimos governos esquerdistas. E foram, SUMARIAMENTE, ignorados por eles!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *