Datafolha revela faixas decisivas para o primeiro turno

Pedro do Coutto

Pesquisa do Datafolha destacada por reportagem de Ricardo Mendonça, edição de 21 da Folha de São Paulo, destaca nitidamente a intenção de votos nas candidaturas Dilma Rousseff, Marina Silva e Aécio Neves por classes sociais do eleitorado brasileiro. A divulgação da matéria é fundamental para que os três candidatos possam dirigir suas mensagens no momento em que a campanha para o primeiro turno ingressa na reta final.

A tendência de voto favorece Marina Silva nos grupos sociais de renda mais alta e fortalece Dilma Rousseff, ao contrário, nas faixas sociais de renda menor. Aécio Neves melhora nos grupos de renda mais elevada e decai nos grupos sociais de renda mais baixa.

Nos grupos considerados de renda alta pelo Datafolha Marina Silva lidera com 36 pontos, seguida de Aécio Neves com 33. Neste segmento Dilma Rousseff atinge somente 19%. Ocorre que os grupos de renda mais alta pesam 7% do total de eleitores. Passando a faixa de classe média alta, Marina alcança 35, mas Dilma tem 27 e Aécio 22. Este grupo representa 20% do eleitorado. Na classificação seguinte, classe média intermediaria, Dilma já assume a liderança alcançando 35 contra 33 de Marina. Nesta faixa, que representa 32% do eleitorado Aécio desce para 15 pontos.

A seguir o Datafolha apresenta as intenções de voto da classe que ele identifica como média baixa pela qual reúne 13% do total de eleitores e eleitoras. Neste seguimento Dilma lidera com 40 pontos, seguida de Marina com 28 e Aécio com 16%.

Finalmente junto às classes de menor renda, que pesam 27% do total de votos Dilma Rousseff dispara com 49 pontos, deixando Marina Silva em segundo com 23. Nesta faixa Aécio Neves registra apenas 10% das intenções de voto. Verifica-se assim a existência de dois seguimentos decisivos para definir os rumos do primeiro turno: a classe média intermediária, pesando 32% e classe de renda mais baixa representando a fração de 27% do eleitorado. Somando-se os dois seguimentos chega-se à conclusão que esses dois grupos representam 59% do total de eleitores do país.

MENSAGENS FINAIS

Isso de um lado, De outro, a pesquisa do Datafolha focalizada claramente por Ricardo Mendonça vem oferecer aos candidatos um panorama bastante nítido de como devem tentar dirigir suas mensagens nas semanas finais que antecedem as urnas de 5 de outubro. Como os números revelam as classes as quais as mensagens devem ser mais intensamente dirigidas são as de renda menor porque são amplamente majoritárias na composição do colégio eleitoral.

Esta divisão praticamente define que as duas primeiras colocações no voto que se aproxima serão ocupadas, como as pesquisas tanto do Datafolha quanto do IBOPE assinalam, pela atual presidente da República e pela candidata do PSB. Isso porque Aécio Neves como os números indicam alcança penetração muito pequena nas classes média intermediária, 15% na média baixa 16%, atingindo apenas 10 pontos junto àqueles que o Datafolha considera de renda menor, socialmente excluídos.

Aécio tem pouco tempo para a tentativa dar certo, mas para ele esse constitui o único caminho possível de passar de uma terceira para uma segunda colocação nas urnas do próximo dia 5. O tempo corre contra ele, mas nem por isso seu esforço nesse sentido pode ser considerado de antemão inútil. Para definir o resultado, vamos aguardar as próximas pesquisas dos dois principais Institutos do país.

13 thoughts on “ Datafolha revela faixas decisivas para o primeiro turno

  1. INACREDITÁVEL:
    A entrevistada de hoje no BomDiaBrasil é PRESIDENTE DO BRASIL ?

    ONDE CHEGAMOS.

    Todos sabem o CURRICULUM da entrevsitada.
    Todos sabemos da lojinha de 1,99 em Poá.
    Todos sabemos que a entrevistada é analfabeta funcional.

    SIM, ACREDITEM:
    DILMA VANA ROUSSEF É PRESIDENTE DO BRASIL.
    O-N-D-E C-H-E-G-A-M-O-S.

    • Dorothy,
      Eu assisti a entrevista.Que horror?
      Não tem nenhum sentido lógico o que ela fala.
      Embromou demais.Não deixava os entrevistadores formular perguntas. A Miriam, o Chico Pinheiro e a outra entrevistadora, estavam perplexos.
      Como você diz: ONDE CHEGAMOS.

    • Está certo, voto consciente.

      O candidato Aécio tem a melhor equipe de governo e a melhor estratégia para alavancar a economia no mais curto espaço de tempo.

      Vejo, também, que é o único que tem condições e coragem para realizar as reformas que o país precisa no mais curto espaço de tempo.

      O Brasil entrou numa sinuca-de-bico. Temos de sair dela com gente que tenha coragem para meter o dedo na ferida e curá-la antes que gangrene.

      E, não há outra opção, seguramente.

      Como a melhor opção, infelizmente, não irá se concretizar, no segundo turno optar pela Marina para garantir o mínimo de uma democracia que é a ALTERNÂNCIA DE PODER.

      Grande abraço!

    • Essa é, também, a opinião da jornalista Eliane Cantanhêde, que é muito competente e inteligente.

      Mas, acho que isso pode ser deixado para o segundo turno.

        • Mas é claro que o Sr. não tem tanta certeza se haverá segundo turno não é Sr. WAGNER? Melhor aguardar as próximas pesquisas. Lembre-se que em todas as pesquisas a Marina está igual água morro abaixo, enquanto DILMA está igual Fogo Morro acima.

  2. A “competente” equipe de Aecio esta afiadissima, levou a desvalorizaçao do Real para 3,59 reais, a inflacao saltou nos dois ultimos anos que os “competentes” andaram por la de 7,87% para 12,53%, a divida brasileira os “competentissimos” levaram para 61% do PIB, quando puseram as maos nos cofres.

  3. Senhor Wagner, mais esperança… acredite!
    No andar da carruagem, o desfecho, a exibição do verdadeiro “retrato” da presidente, vai se desfazer, ao vivo, no próximo debate, na TV GLOBO, no dia 3 de outubro… se a presidente comparecer (o que eu não acredito, vai arrumar uma desculpa qualquer). ou indo â luta ao vivo, pagando para ver, na TV do povão, o troca-troca de algumas poucas perguntas sobre os assuntos que fermentam a mídia no momento, me parece que será o suficiente para a presidente ser abduzida dessa eleição. Não comparecendo ao debate, fá será uma “defunta” em potencial…
    Diz o ditado que o peru morre na véspera… pode ser o caso da presidente…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *