Na Copa do Mundo, de 12 em 12 anos

Tosto
O Tempo

Todos nos iludimos com a conquista da Copa das Confederaes, com a fama de Felipo ser o rei do mata-mata, com a relao infantil de um pai super-heri com seus mimados filhos, que Neymar traria o ttulo e com o marketing e a indstria de entretenimento, que transformam jogadores comuns em craques.

A prepotncia da comisso tcnica, antes do Mundial, ao dizer que o Brasil estava com a mo na taa, se repetiu aps a vergonhosa goleada, ao falar que houve apenas uma inexplicvel pane e que o trabalho foi perfeito. a mesma prepotncia da maioria dos tcnicos e dirigentes, quando dizem que no h nada para aprender fora do pas.

A presidente Dilma Rousseff disse que o Brasil precisa parar de exportar jogadores. Seria timo, mas o problema principal no saber formar grandes talentos. inadmissvel que um pas de tanta tradio, imenso, com milhes de crianas sonhando em ser craques, em vez de estarem em boas escolas pblicas, em horrio integral, s tenha um craque no meio-campo e no ataque (Neymar).

Minha esperana est na conta de 12 anos. Na Copa de 1958, o Brasil teve um time espetacular, que se prolongou at 1962. Doze anos depois de 1958, surgiu a fascinante seleo de 1970. Doze anos depois, a de 1982, que no ganhou, mas encantou com vrios craques. Doze anos depois, em 1994, tinha um time organizado e um fora de srie (Romrio). Pela sequncia, o Brasil teria uma grande seleo em 2006 e/ou grandes craques, como tinha (Kak, Ronaldinho, Ronaldo e outros).

Ganhou em 2002. Houve apenas uma pequena diferena de tempo. Nesse raciocnio otimista, supersticioso e matemtico, contando a partir de 2006, poderemos ter, em 2018, uma grande seleo. J temos dois excelentes zagueiros e Neymar, que estar mais maduro, com 26 anos. Falta o restante, mais craques e um jogo coletivo menos medocre do que esse que acompanhamos dentro de campo no Mundial.

6 thoughts on “Na Copa do Mundo, de 12 em 12 anos

  1. Meu caro Tosto, dois “excelentes” zagueiros que estaro velhos em 2018, um com 31 e outro com 33 anos. T de brincadeira? O que precisamos formar um time para as olimpadas e manter esse time at a prxima copa. O resto a mesma balela de sempre!

  2. A modstia, ou o Inconsciente FC, impediu o cronista de incluir, como craque, o Oscar, que foi nessa desorganizao de 2014 o Tosto de 1970. Ou Tosto tambm no foi craque?

  3. S esquecem que os outros pases tambm esto preparando suas selees e a Alemanha j deve ter pronta e no bolso sua seleo de 2018.

    Ns, bagunados como somos, s vamos comear a talvez prepara nossa seleo em 2016, aproveitando as Olimpadas.

    Quem tem razo o falecido Tim Maia:

    “Este pas no pode dar certo. Aqui prostituta se apaixona, cafeto tem cime, traficante se vicia e pobre de direita.”

    Tim Maia, pseudnimo de Sebastio Rodrigues Maia (28 de setembro de 1942 – 15 de maro de 1998); foi um cantor e compositor brasileiro.

  4. Meus caros,
    H muitos anos quando vejo a seleo entrar em campo, o que vejo um punhado de despersonalizados.
    O professor manda tudo da cabea dele, como ele pensa o que jogar!
    No h o que discutir nomes.
    H que haver comando e entrosamento dentro de campo. E, os antigos Feola e Saldanha sabiam disso. s olhar os times que montaram.
    Esta faltando seriedade, disciplina e organizao. Coisas que brasileiro no gosta!
    Sem estes atributos, o resto papo furado.
    Vitor.

Deixe um comentário para Guilherme Almeida Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.