De salto alto, o comissariado do PT tropeçou numa incompreensível defesa de regimes ditatoriais

TRIBUNA DA INTERNET | PT difunde narrativa manipulada para cooptar  militantes na defesa de Lula

Charge do Nani (nanihumor.com)

Elio Gaspari
Folha/O Globo

O PT subiu num salto alto à sua maneira. Num pé, calçou um modelo Sabrina; noutro, um Stiletto. Como eles têm alturas diferentes, incomodam pouco quem joga sentado, mas atrapalham, e muito, quem tiver que se mover numa campanha eleitoral.

Em menos de um mês, o comissariado se amarrou numa incompreensível, porém deliberada, defesa de regimes ditatoriais ditos de esquerda.

O CASO ORTEGA – Primeiro, um comissário saudou a vitória de Daniel Ortega numa eleição que lhe rendeu o quarto mandato à custa da prisão de postulantes. A presidente do PT disse que o festejo não havia passado pelo crivo da direção. Passaram-se semanas, e Lula foi confrontado pelo caso nicaraguense por duas entrevistadoras do jornal “El País”.

Numa resposta marota de palanque, bateu no cravo e acertou Ortega defendendo a alternância dos governantes no poder. Na ferradura, lembrou que Angela Merkel ficou 16 anos no poder. Adiante, repetiu o truque ao dizer que a democracia em Cuba depende do fim do bloqueio econômico dos Estados Unidos. Nenhuma das duas coisas tem a ver com a outra.

Nosso Guia foi prejudicado pela retórica de que se vale nos discursos. As repórteres Pepa Bueno e Lucía Abellán, contudo, eram entrevistadoras.

DILMA E A CHINA – Dois dias depois, a ex-presidente Dilma Rousseff participava de um debate sobre o livro “China, o socialismo do século XXI” e disse o seguinte: “A China representa uma luz nessa situação de absoluta decadência e escuridão que é atravessada pelas sociedades ocidentais.”

Internet censurada, partido comunista (o único) controlando empresas e roubalheiras sazonais iluminam pouca coisa, mas se a doutora gosta dessa penumbra, o problema é dela. Mais intrigante foi a contraposição que ela pôs na mesa: a “absoluta decadência e escuridão que é atravessada pelas sociedades ocidentais”.

Há sociedades ocidentais que passam por crises. Se algumas podem até estar em decadência, não são todas e, no conjunto, ela não é “absoluta”.

FALSA DECADÊNCIA – Desde que há Ocidente, há quem o veja como decadente. Essa ideia se popularizou a partir de 1918, quando o pensador alemão Oswald Spengler escreveu o seu “A decadência do Ocidente”. Simplificando, ele previa a ascensão ao poder de partidos cesaristas.

O doutor morreu em 1936, quando havia césares na Alemanha, na Itália e na União Soviética. Nove anos depois, viu-se no que deu. Nenhum dos partidos que produziram os césares de Spengler existe hoje.

Há no PT quem concorde com Dilma e Lula, e os dois podem dizer que governaram o Brasil por 13 anos sem agredir nem mesmo ameaçar as instituições democráticas. O declínio do PT foi influenciado pelos episódios em que se lambuzou.

ALA RADICAL –  Com poucas exceções, sua ala radical passou pessoalmente incólume pelas lambanças. Isso lhe proporcionou uma autoridade moral nas discussões internas, mas não resultou numa linha que permita ao PT entrar numa campanha eleitoral com um pé num salto Sabrina e outro num Stiletto. Até porque Sergio Moro largou com vontade. Levou o general da reserva Carlos Alberto dos Santos Cruz para o Podemos, está formando equipes e lançou pontes na direção de bolsonaristas arrependidos.

Se nos próximos meses Moro encostar ou ultrapassar Bolsonaro nas pesquisas, provocará uma migração para seu ninho. Ela terá tudo para virar debandada.

12 thoughts on “De salto alto, o comissariado do PT tropeçou numa incompreensível defesa de regimes ditatoriais

    • Antonio Rocha:

      Creio não serem “esquerdistas” e sim, acólitos da Exquerda – em se tratando dos que seguem a cartilha do guru da farsa da conciliação de classes. Conciliação essa desdobramento da “anistia ampla, geral e irrestrita” dos criminosos-chefes da ditadura milico-servil.

  1. Desde quando um candidato a presidente de um país deve dar pitacos sobre assuntos particulares de outros?
    O que interessa é dinheiro……comércio
    Esse mimimi não chegará em lugar nenhum enquanto há fome e desemprego.
    Ainda nao perceberam?

  2. Com justificativas as mais diferentes cada povo tem suas lideranças escolhidas ou aceitas.
    Sobre foi assim
    Cada povo tem o governo que merece, inclusive nós.

    • Moro já é nosso presidente pois que prendeu o maior ladrão do país certamente tem o apoio do povo brasileiro. Isso é mais que óbvio.

      Luiz Inácio
      e Bolsonaro, os parecidissimos em tudo, quando falam, sempre asneiras de todas as maneiras, espantam votos e mais votos, principalmente daqueles que vêem suas fichas caírem depois de acreditarem em dois fanfarrões: um de “esquerda” e outro, de “direita ” .

      É de matar de rir dizer que Luiz Inácio é de esquerda, quando o próprio apedeuta jamais leu algo que elucidasse essa posição de políticos renomados como Leonel Brizola, Jango e Darci.

      O outro se diz de direita, e sabe o mesmo que Luiz Inácio: NADA.

      Portanto, amigos brasileiros, cerremos fileiras para não darmos espaços para bandidos aventureiras causarem mais males que já causaram ao nosso queridissimo Brasil.

      Viva Nossa Pátria, longe dos ladrões oportunistas covardes e genocidas, de “direita e de esquerda” !

  3. Dessa vez o articulista tropeçou no enunciado:

    “Sergio Moro largou com vontade. Levou o general da reserva Carlos Alberto dos Santos Cruz para o Podemos, está formando equipes e lançou pontes na direção de bolsonaristas arrependidos.”

    Não é algo novo ou diferente do que aí está…

    MoroBolso 2.0 é o crime continuado de broxanaristas (falso) “arrependidos”.

    MoroBolso, santos cruzes(!) e mandetta: três ex-sinistros e cúmplices de primeira hora do criminoso Narcomilicomiliciano.

  4. ELEMENTAR CARO LULA, Ortega, Merkel, Evo, Fidel, Jinping, Putin e CIA, entre outros, podem ficar 16 anos no poder, ou 21 anos, como foi o caso da ditadura brasuca, porque que tanto lá quanto cá ainda não chegou ao poder a Democracia Direta com Meritocracia, cujo arranjo e pretensão é mandar todos os déspotas e políticos bandidos do Brasil e do mundo para a TONGA DA MIRONGA DO KABULETÊ. VERDADE SEJA DITA, Justiça seja feita, de autoritarismo e ditaduras ninguém pode negar que o bolsonarismo e o demotucanismo entendem muito mais que o lulopetismo. Caso tenha dúvida disso, olhe no retrovisor e veja os 21 anos de militarismo na política nas costas do bolsonarismo. Olha para SP e veja a patota do demotucanismo desde 1982 (40 anos, 1982-2022), com a chegada de Franco Montoro ao Gov. de SP, ex-MDB, com a patota do PSDB inteira a bordo saída da barriga do PMDB, que chegaram ao poder federal em 1992, embarcados no Cavalo de Troia de Itamar, depois do desastre Collor, onde permaneceram até 2002, e inventaram a reeleição, a desgraça da nação, com todos os que ainda ai estão, agora tentando se passar por “terceira via”, na cara dura, propiciando a chegada do lulopetismo ao poder central da república do militarismo e do partidarismo, politiqueiro$, e seus tentáculos, velhaco$, em 2002, lá permanecendo até 2016 (14 anos), derrubado via golpe armado, programado e executado por seus antecessores, mancomunados, em acordo entre todos os mafiosos da nação, com a mídia mercenária e venal tb a bordo, com o Moro, como disse o Dep. do PSOL, Glauber Braga, jogando de “Juiz Ladrão” na disputa de poder entre os me$mo$, em constante estado de guerra tribal, primitiva, permanente e insana pelo poder, como confessado pelos mafiosos Romero Jucá (PMDB) e Sérgio Machado (PSDB), pegos no grampo telefônico, para dar nisso tudo que aí está, tipo perda total, um retrocesso muar, tipo coisa de psicopatas loucos por dinheiro, poder, vantagens e privilégios, sem limite$, à moda todos os bônus para ele$ e o resto que se dane com os ônus, transpirando oportunismo, safadeza e má-fé por todos os poros, com o poder de volta no colo do pior do pior do militarismo e do partidarismo, politiqueiro$, e seus tentáculos, velhaco$, dos que na verdade nunca se foram, e que poderão ser mandados de fato para o museu da história do Brasil, de uma vez por todas, apenas pela Democracia Direta com Meritocracia, como propõe a RPL-PNBC-DD-ME, o megaprojeto novo e alternativo de política e de nação, a Terceira Via de Verdade, o novo caminho para o novo Brasil de verdade, porque evoluir é preciso. E é por isso que eu lhes digo que Lula e Bolsonaro são dose pra Leão, porque o resto é puxadinho dos me$mo$. http://www.tribunadainternet.com.br/de-salto-alto-o-comissariado-do-pt-tropecou-numa-incompreensivel-defesa-de-regimes-ditatoriais/?fbclid=IwAR1Xnt7coU8w8qTPmd7HCoD9ji49uenU-UjOcMai4Pcs3fPORqeECg6Mlzg

    • Glauber chama Moro daquilo que ele mesmo é, ou seja, um deputado que não juz ao dinheiro que toma do povo brasileiro.

      Além do mais,quem é Glauber para falar da moral de alguém?

      Basta saber que é do PSOL( Partido dos Safados, Ordinários e ………)
      Deu para entender ou preciso desenhar?

  5. Agora vai!
    A China é o holofote que alumia o mundo.
    Do outro lado, Moro agora generalizado é o novo Farol da Alexandria, uma das sete maravilhas do mundo antigo.
    Dilma emergiu na Era das Luzes.
    Moro, pra marcar território, se afigura como um redivivo Catão de Útica.
    Senhor redator, Mr. CN, vai desculpando minha irreverência, certas passagens na nossa vida pública me deixa desacorçoado de levar a sério.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *