Definições iniciais da sucessão de 2018, que começou hoje

Resultado de imagem para alckmin e aecio

Alckmin e Aécio disputam a indicação, com Serra alijado

Carlos Chagas

Começou hoje a temporada sucessória de 2018.  Conhecidos os resultados do segundo turno das eleições municipais, vale o provérbio árabe de que “bebe água limpa quem chega primeiro na fonte”. Geraldo Alckmim ou Aécio Neves? Note-se a exclusão de José Serra dos pretendentes a candidato pelo PSDB. O governador de São Paulo leva ligeira vantagem sobre o senador mineiro, tanto pela força do estado que governa quanto pela vitória de João Dória para prefeito de São Paulo. Como Aécio Neves é o presidente do partido e foi candidato nas últimas eleições, está no páreo.

Entre os tucanos, cresce a tendência para a realização de uma prévia junto às bases do partido, iniciativa capaz de acontecer no primeiro semestre de 2017.

Discute-se no PMDB a hipótese de o presidente Michel Temer rever a já anunciada disposição de não candidatar-se. Primeiro, pela ausência de candidatos robustos em seus quadros. Depois, porque Henrique Meirelles, para viabilizar-se, precisaria realizar o milagre da recuperação econômica em prazo bastante curto.

Ciro Gomes, Marina Silva, Ronaldo Caiado, Jair Bolsonaro, o Lula e outros constituem hipóteses a depender de dois fatores maiores: sucesso no plano de governo de Michel Temer e definição do candidato dos tucanos.

3 thoughts on “Definições iniciais da sucessão de 2018, que começou hoje

  1. Aécio Neves foi carimbado como o “mocinho bonito” da zona sul do Rio. Termo pejorativo. Se as pessoas tivessem escrúpulos, responsabilidade, não difamariam tanto.
    Art. 139 – Difamar alguém, imputando-lhe fato ofensivo à sua reputação. Foi o que fizeram com Aécio que hoje é vítima de difamação.

  2. OK jornalista. Tendências…
    Um palpite a mais ou a menos não desmerece o seu comentário.
    Mas. cá pra nós, muita água ainda vai correr por baixo da ponte e nenhuma Cigana pode apostar no que está por vir, é claro.
    Rezemos para não piorar….

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *