Delcdio e empresrios omitiram ilegalidades e podem perder a delao premiada

Resultado de imagem para delcidio amaral charges

Charge do Ivan Cabral (ivancabral.com)

Deu em O Tempo

A Procuradoria Geral da Repblica (PGR) analisa a possibilidade de romper o acordo de colaborao premiada do senador cassado Delcdio Amaral (sem partido-MS) homologado em 2016. O revs para o ex-parlamentar uma consequncia das revelaes dos ex-executivos Benedicto Jnior e Rogrio Santos de Arajo, da Odebrecht, sobre repasses para campanhas eleitorais em contrapartida atuao dele em casos de interesse da empreiteira.

Alm do acordo de Delcdio, outras delaes devero ser reavaliadas pelo Ministrio Pblico por causa das revelaes da Odebrecht. O ex-gerente de Engenharia da Petrobrs Pedro Barusco outro que est na mira por conta das revelaes do ex-executivo da Odebrecht Rogrio Arajo. Segundo o delator, Barusco teria solicitado que ele guardasse em sua casa 24 garrafas de vinho de primeira categoria logo aps o incio da Operao Lava Jato. A informao no foi levada ao conhecimento dos investigadores poca da assinatura do seu acordo.

REVER OS ACORDOS – Entre as empreiteiras, ao menos a Andrade Gutierrez e a Camargo Corra j se preparam para rever seus acordos depois das delaes da Odebrecht. As duas empresas assinaram seus acordos e deixaram de fora informaes sobre algumas reas agora delatadas pela empreiteira baiana. Tambm nesses casos a “punio” pela omisso pode ir de uma reviso das penas at o rompimento do acordo. O procedimento tem sido chamado de recall e deve levar ao surgimento de novos delatores e outras frentes de investigao.

No caso de Delcdio, ele teve seu acordo de delao homologado em 15 de maro de 2016 pelo ministro do STF Teori Zavascki, morto em janeiro em acidente areo. Delcdio decidiu colaborar com a Justia aps ser preso com base em gravao feita pelo filho do ex-diretor da Petrobrs Nestor Cerver. O ator Bernardo Cerver gravou uma conversa com Delcdio na qual o senador cassado fala da inteno em ajudar na fuga de seu pai para a Espanha e sugere uma possvel articulao entre ministros do STF para tentar soltar o ex-diretor.

FATO NOVOS – Com o surgimento de novos fatos, a PGR vai decidir se as omisses podem ser corrigidas com o aditamento em condies mais duras ou se resultar na resciso do acordo. O advogado Antnio Figueiredo Basto, responsvel pela defesa de Delcdio, disse que no comentar a colaborao da Odebrecht.

Em seu acordo, Delcdio foi taxativo ao afirmar que no recebeu qualquer valor em propina atrelada Refinaria de Pasadena (EUA) e que nunca participou de reunies sobre a obra.

Por sua vez, Rogrio Arajo, ex-diretor da Odebrecht, relatou aos investigadores que o ex-diretor de Servios da Petrobrs Renato Duque falou de uma reunio, em 2006, na qual a UTC Engenharia se comprometeu a pagar R$ 4 milhes a Delcdio, tendo como contrapartida a participao da empresa na obra de ampliao da refinaria nos EUA.

GASODUTO – Arajo tambm abordou em sua delao um pedido de Cerver, em 2010, para pagamento de contribuio campanha de Delcdio como contrapartida a “eventual aprovao de projeto de gasoduto” a ser realizado por uma empresa da Petrobrs na Argentina. Delcdio no cita esses fatos de forma direta, apenas aponta ter pedido ajuda a Duque e Cerver para pagar dvidas de campanha de 2006.

Benedicto Jnior, ex-presidente da construtora Norberto Odebrecht, tambm citou repasses a ele. Delcdio no citou esses recebimentos. As informaes so do jornal O Estado de S. Paulo.

###
NOTA DA REDAO DO BLOGEstava demorando, mas j era previsto que acontecesse. Na delao, conta-se apenas o mnimo necessrio. Mas a fila anda e a verdade completa acaba aparecendo. Muitas delaes sero canceladas, podem apostar. (C.N.)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.