Denúncias da Folha contra Bolsonaro são uma espécie de “fake escândalos”

Resultado de imagem para fake news charges

Charge do Cabalau

Carlos Newton

Essa série de denúncias de Folha de S. Paulo sobre mau uso das redes sociais na campanha, anunciando a possibilidade até de cassação do futuro presidente Jair Bolsonaro, que ainda não está nem eleito, mas falta pouco, muito pouco, representa uma nova versão das fake news, que apropriadamente podemos chamar de “fake escândalos”. Motivo: é uma espécie de jornalismo investigativo que aponta a ocorrência de gravíssimas irregularidades, mas sem identificar nenhuma delas, sem apontar um só suspeito, a não ser o candidato que vai vencendo a eleição.

As estranhíssimas matérias da Folha – com todo respeito aos jornalistas que as assinam, porque a gente não sabe o que ocorre na redação – seriam oportunas e muito mais importantes se dissessem que as fakes news e as mensagens nas redes sociais foram usadas por praticamente todos os candidatos, especialmente pelos dois que chegaram ao segundo turno. Isso seria jornalismo.

NÃO É JORNALISMO – Decididamente, estas matérias do tipo “Samba de uma Nota Só” (com perdão dos autores Tom Jobim e Newton Mendonça), que atiram repetidas vezes num determinam alvo e poupam o outro, são um grande exemplo do mau jornalismo que hoje se pratica no país.

O tema precisa ser rebuscado pelos jornalistas e pelas autoridades, mas deve ter como objetivo identificar os “canhões” de notícias que porventura tenham sido utilizados. Esses repassadores massivos de mensagens são o  problema. Quem compartilha mensagens de apoio a seu candidato preferido não está cometendo crime algum.

As próprias redes sociais (Face, WhatsApp etc.) já limitam o número de pessoas que podem receber mensagens. Além disso, é preciso lembrar também que a imensa maioria dos usuários não tem compreensão para distinguir o que é fake news ou não. Apenas recebe a notícia e chuta para a frente. Mas ser ignorante ainda não é proibido no Brasil.

###
P.S.
O que ficou provado é que as eleições hoje dependem das redes sociais. É uma realidade inquestionável. Os jornais ficaram para trás, as rádios e televisões, nem se fala. Estamos em novos tempos e precisamos todos rejuvenescer, como cantava o Belchior. (C.N.)

28 thoughts on “Denúncias da Folha contra Bolsonaro são uma espécie de “fake escândalos”

  1. Partido que começa com P e termina com T não presta.
    Admitir que o PT e seus derivados fiquem impunes depois do assalto bilionário aos cofres públicos é atestado de fraqueza. O brasileiro que é informado deve, como vem fazendo, enfrentar o monstro petista e extinguí-lo.

  2. Caro Carlos Newton,
    Muito pertinente e lúcido o seu artigo.
    Eu li o que se contém na petição inicial da ação ajuizada pelo poste do apedeuta Fernando Haddad.
    Essa gente abjeta e deletéria segue à risca os ensinamentos de Lênin: “Acuse os adversários do que você faz, chame-os do que você é”.
    Nenhum documento instrui a denúncia, uma vez que a organização criminosa se louva unicamente na matéria da Folha de São Paulo, cujo jornal não apresenta nenhum documento.
    Tanto é verdade o que afirmo que a ação se baseia em nada, pois solicita busca e apreensão em empresa, cujo sócio declarou apoio a Bolsonaro.
    Meu DEUS, agora é crime declarar apoio a alguém?
    Em entrevista a rádio Tupi se não me falha a memória, o pior prefeito que São Paulo já teve falou em prisão de Jair Bolsonaro, mencionando uma matéria publicada na Revista Piauí, no entanto, ela não contém nenhuma ilegalidade que tenha sido cometida pelo candidato Jair Bolsonaro.
    Nesta ação proposta no mesmo dia da publicação da matéria na Folha de São Paulo, cabe aqui um parêntesis, sua repórter em vídeo afirma que é de esquerda e que sempre votou na organização criminosa, sem nenhuma base, o PT menciona o uso de robôs por parte da campanha de Jair Bolsonaro, todavia, essa mensagem padrão partiu de grupo que apoia Fernando Haddad e não o contrário.
    Imagina se o TSE julga procedente os pedidos veiculados nesta ação?
    Essa gente abjeta e deletéria é insuportável, além do que destruiu o país, agora tumultua o pleito eleitoral, o que, induvidosamente é muito grave, pois o seu plano diabólico de ceifar a vida do seu adversário não logrou êxito.
    Fala-se em contratos milionários, é proposta uma ação, no entanto, não se apresenta nada.
    Essa gente não respeita NADA, sobretudo a nossa incipiente democracia.

    • -Prisão do JB?
      -Mas não são deles que pregam o “respeito à Constituição” e a prisão só quando não couber mais recursos?

  3. Estranho mesmo, são as repercussões no Jornal Nacional, da Globo, certas pesquisas completamente destoantes do embate eleitoral.
    Ontem por exemplo, foi divulgada uma pesquisa sobre o que o povo acha de ser possível o Brasil voltar a ter outra ditadura.
    50%, segundo a pesquisa, acharam ser possível. Só que estranhamente, não perguntaram, se de esquerda, ou de direita, claro associando a quebra constitucional, a apenas a um possível governo Bolsonaro.
    O PT, por seus indicadores de preferência e simpatia pelos regimes autoritários, não poderia também tentar impor uma ditadura de esquerda ao pais? Os partidos e países que causam tanta admiração ao PT, não são já ditadores e ditaduras?
    Outro dia o Bonner leu a notícia, de que a “isenta” polícia civil da Bahia, descobriu que o assassinato do capoeirista, foi crime político, discutiram num bar, certamente já sob efeito da “marvada”, e o desenlace foi o noticiado.
    Isto é materia para o jornal nacional? e o restante dos assassinatos que acontecem no Brasil, são divulgados apenas pelo Datena e Luis Bacci, a globo não se interessa?
    A cada dia as organizações Globo estão a diminuir, a audiência já anda próxima ao chão. Seria então o caso em questão, desespero ante o que poderá acontecer?
    Uma coisa é certa, tem gente “insuspeita”, que já anda tendo pesadelos com o Juiz Sergio Moro.

  4. Excelente análise, Newton. Muito lúcida e sensata. A Folha está agindo de forma absurdamente tendenciosa. A grande imprensa perdeu a credibilidade. Por isso o público se volta para mídias alternativas, que por isso precisam agora ser sufocadas, para salvar o ganha-pão dos barões da imprensa arvorados em donos da verdade.

  5. Newton, como brasileiro me orgulho do Jornalismo que fazes juntamente com os que sustentam com seriedade, respeito às Leis e ao Humanismo dignos de uma democracia plena. Até quando a Organização Criminosa PT e toda sua gente sem nenhuma valor moral ou ético vão cessar com seus crimes, infelizmente, agora apoiados por “comunicadores criminosos de lesa-pátria” que vão responder por mais esse crime contra a Nação Brasileira e seu Povo, a Constituição e a Democracia em conjunto com o PT ??? Essa gente tem que ir para a cadeia !!

  6. Carlos Newton, Carlos Newton,

    O problema não são só as fake news, tem um outro detalhe que são os possíveis gastos das empresas no valor de 12 milhões, pagos a empresas de replicação de mensagens, que são consideradas doações de campanha que precisam ser investigadas com urgência.

    Isso o Sr. omitiu.

    Abuso do pode econômico. (caixa 2)

    • Neste caso, seria também necessário investigar possível caixa 2 do PT pois, como dito no artigo, “as fakes news e as mensagens nas redes sociais foram usadas por praticamente todos os candidatos, especialmente pelos dois que chegaram ao segundo turno.”

  7. Só uma perguntinha, quer dizer que a Folha de São Paulo apoia o PT, Partidos Satélites e todos os Crimes que essa Organização Criminosa praticaram contra o Brasil e seu Ordenamento Jurídico Constitucional, para lutarem tanto pela permanência desses “Criminosos de Lesa-Pátria” no comando do Brasil, e, na continuidade de seus ilícitos ???? A Folha assumiu ser cúmplice do PT nesses crimes e nos outros desses últimos 16 anos de lulopetralhismo cleptômano e corrupto ???? O Povo Brasileiro de Bem quer saber, a Folha tá contra o Brasil e a favor de Traidores, Cleptômanos e Corruptos da Organização Criminosa PT e Partidos que fazem e participaram de seus crimes ????

  8. Postei um comentário agora por volta das 9 horas, por favor libera. Não deixa para fazer como ontem que eu postei às 10:30 e o Sr. só liberou no meio da tarde. Assim os comentaristas não poderão ler.

  9. A Folha demonstrou ser atualmente um lixo que ainda se intitula como “jornal”.

    Quem assinou aquela fake new inescrupulosa da Folha é simplesmente uma esquerdista que declarou ter votado sempre no PT.

    E portanto tentou ajudar a quadrilha lulopetista a descer ainda mais o nível da campanha eleitoral.

    Mas talvez acabará contribuindo para colocar ainda mais pás de cal sobre o PT e a própria Folha.

    Afinal é cada vez maior o número de cidadãos que despertaram para a verdade.

  10. O editorial do Estadão coloca de maneira bastante clara qual o verdadeiro objetivo do partido dos trambiqueiros com a denúncia fake sobre os fake news: solapar o futuro governo e, como sempre, desmoralizar a democracia.

  11. A campanha eleitoral petista é imunda, asquerosa, difamatória, repugnante, e que expressa a miséria moral dos envolvidos nela.

    E agora a Folha rasgou a fantasia e se juntou aos imundos morais, com sua reportagem mentirosa da última quinta-feira.

    A quadrilha lulopetista se mostra agonizante e desesperada, propondo-se a fazer de tudo para não perder o poder.

    O Brasil não aguenta mais. Que chegue logo o dia da votação!

    Nosso país deseja dar um gigantesco e definitivo não ao PT.

  12. Disse tudo C N, o que a Foice está querendo é adiar o inevitável, o fim deste jornalismo panfletário, conhecido no passado com imprensa sensacionalista. A Foice virou um tabloide . E isto é tanto verdade que a Gazeta do Povo desapareceu como edição impressa.

    • Caro leitor e comentarista Antonio Carlos,
      Penso, salvo melhor juízo, que a Folha de São Paulo e todos esses jornalões não estão suportando o fato de terem sido esmagados pelas redes sociais.

  13. Dizia a minha falecida avó, la nos tempos da república velha: ” Praga de urubu magro, não mata cavalo gordo”.
    Daí então se conclui, que o PT vai ficar feito a voz que clama no deserto e ninguém houve.
    Eles tem medo é que janeiro chegue muito rápido e o capitão passe dar “ordem unida”, tendo o petismo que marchar conforme o dobrado tocado.

  14. As mentiras de “fontes de informação” como Veja ou Folha me deixaram escaldado. Não caio nem nas mentiras da mídia nem das redes sociais.
    Por exemplo, recebi um zap com acusações contra a Míriam Leitão, uma jornalista que considero muito ruim.
    Não é porque não gosto do trabalho dela que qualquer coisa contra ela seria verdadeiro. Então pesquisei.
    E o resultado? Era mentira. Leitão foi caluniada.
    No Brasil atual, todas as notícias ou mensagens devem ser olhadas com ceticismo.

  15. É a esquerda que tentando judicializar a comunicação por aplicativos, como forma de reprimir e censurar a expressão popular e a cidadania. São as hostes da esquerda, tentando deslegitimar o processo eleitoral por conta do Whats. O ridículo dessa pretensão está tomando forma litúrgica na zumbilândia analógica do establishment. Com pronunciamentos imbecis provindos da mídia, da academia, da jusburocracia, etc.

  16. A Folha de São Paulo já estava no necrotério e faltava o Atestado de Óbito, e para antecipar o enterro uma Jornalista de própria Empresa com sua “Reportagem Criminosa” a serviço da Quadrilha Lulopetralha, Atestou e Assinou o Documento comunicando que a Folha de São Paulo já pode marchar para o enterro ! Será no Instituto Lula ou em Curitiba no “Spa Lula da Silva de Crimes Organizados e Eleições Perdidas”” ????

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *