Depois de no conquistar o sonho de ser prefeito, Gabeira desperdia a alucinao de governar o Estado do Rio. E referenda insensatamente, Cabralzinho e Garotinho. Um no Poder, o outro que j usufruiu e desperdiou esse Poder

Perdeu para Eduardo Paes por pequena diferena, o que provocou enorme repercusso. E imediatamente lanaram seu nome para governador ou senador. Entusiasmado e ainda deslumbrado com a votao que no esperava, comeou a aceitar, a vacilar, a se contraditar, e naturalmente a desmoronar.

Cada uma dessas 4 palavras nem precisa de explicao. Isoladas, acumuladas ou somadas, representam total e irrefutvel decepo ou frustrao para quem pretendia renovao ou pelo menos alguma (mesmo pequena) modificao no quadro administrativo do Estado do Rio.

Dois anos depois de ter se oferecido para ser prefeito, e portanto garantindo que poderia representar mudanas municipais, mas valiosas por se tratar do importantssimo Rio, capital do estado e ex-capital do pas, aparece disposto a reformas mais amplas por se tratar do estado inteiro.

S que, por causa das indecises e indefinies do prprio Gabeira, seu tmulo eleitoral comea a ser fechado, devido contradio poltica. No percebeu que poderia ter ganho em 2008 se no pertencesse ao PSDB. O do Rio-capital e o do estado inteiro, marcados e irrecuperveis pelo fracasso da experincia tucana.

E no foi apenas por causa de falhas de gerncia, e sim pela ganncia e voracidade de se apossar dos dinheiros pblicos. O que fizeram com velocidade de Frmula 1, mesmo sabendo que uma parte desse dinheiro (a mnima) gasta aqui. E a outra (a mxima) no exterior. Um tempo, (mais ou menos 7 anos) nos EUA. Depois, (3 ou 4 anos) numa belssima quinta de Portugal. Onde o dinheiro do contribuinte continua financiando dispendiosa forma de viver.

Sem nunca ter trabalhado, nem ele nem o irmo-tambm-filho. Mas construram um futuro maravilhoso, transitando pela vida de carro ou a cavalo, preenchendo suas preferncias, prazeres e satisfaes.

Surpreendendo a todos, Gabeira tentou fugir da rotina de deputado com aparies espalhafatosas, mas no construtivas, abandonando o porto seguro de antes para se refugiar nesse bunker inqualificvel que o PSDB do Estado do Rio e do Rio-capital.

Sempre se elegeu pelo PT e PV, agora quer alar vo, pilotando (ou pilotado?) a pior carcaa do PSDB. No que aqui o PT e o PV sejam melhores do que os outros, ou que o PSDB esteja mais perto da esperana. Todos so frgeis e vulnerveis.

O PSDB mistificao nacional provada, comprovada e avaliada, no se sabe como chegou ao Poder a partir de 1994 com FHC. Naturalmente deve tudo a Itamar, que desde 1995 no dorme direito, quando lembra que foi ele que PATROCINOU o retrocesso dos 80 anos em 8. E que por causa disso, pode ter que abandonar o projeto de voltar ao Senado certo, para disputar uma vice incertssima na chapa com Serra, remanescente do prprio fernandohenriquecardosismo.

No momento s existem dvidas em relao a Gabeira, d a impresso de ter abandonado a candidatura a governador, sem confirmar a de senador. E se fala abertamente, que Gabeira no demora e confirmar a volta Cmara, pretenderia continuar como deputado federal, sem riscos, mesmo no PSDB.

***

PS Seu partido, o PV, tem candidato a presidente, Dona Marina. O PSDB que o abrigou tambm tem, Jos Serra. Dizem que Gabeira apoiar Marina no primeiro turno e Jos Serra no segundo.

PS2 Isso a consagrao da falta de convico. Trocando de candidato para o segundo turno, desde agora Gabeira demonstra que no tem a menor confiana na candidatura de Dona Marina.

PS3 Isso quase uma unanimidade. Mas dito por um correligionrio, parece mais traio do que indeciso, no plano nacional. E no estadual, fortalece Cabralzinho e Garotinho. E ainda vem com Csar Maia a tiracolo.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.