Deputado Hélio Negão diz que Coronel não exagerou ao quebrar placa e nega racismo na polícia

Deu no O Globo

Os deputados federais Hélio Negão (PSL-RJ) e Áurea Carolina (PSOL-MG) têm opiniões diferentes sobre a quebra de um quadro que estava exposto na Câmara sobre o Dia da Consciência Negra. Nesta semana, o deputado Coronel Tadeu (PSL-SP) retirou e quebrou uma tela do cartunista Latuff, uma ilustração de um homem negro, algemado, assassinado por um policial com uma arma na mão.

Opinião: Hélio Negão (PSL-RJ)

O que o senhor achou do fato de o deputado Coronel Tadeu ter quebrado a placa com a charge?
Não vi o Coronel Tadeu quebrar a placa, mas a charge não foi correta. Eu sou negro. Pegar o negro e botar como se estivesse com as vestes da bandeira do Brasil e algemado. Por que um negro algemado? Me fala uma pessoa que foi executada em confronto, um negro com uma bandeira do Brasil enrolada no corpo e algemado? E ali, há uma instituição de respeito, que é a polícia militar. É como se a polícia militar estivesse fazendo mal para o Brasil.

Se você está com armamento, está indo para o confronto, você vai atirar na polícia? A polícia está no exercício regular do direito, então quer dizer. Por que morre mais negro do que branco? Não morre mais negro do que branco, porque 44% (da população) é pardo. Quando eu quero beneficiar para dar número, todo mundo é negro.

O Coronel Tadeu não exagerou?
Não. Eu tenho minha visão, acho que o exagero foi colocar.

Existe racismo na atuação da polícia?
Não. Nem dentro nem na atuação. Eu sou militar. As Forças Armadas e as forças auxiliares de segurança são as mais democráticas que têm, porque você faz uma prova e ninguém olha sua cara, olha sua nota. Pela nota, pega o mérito e você vai ascender na carreira. Eu sou negro, não tem ninguém melhor do que eu para falar da minha situação. Eu não vejo isso.

E no Congresso, o senhor já presenciou?
Não. Nunca. Eu respeito, sou respeitado.

E o que aconteceu com a deputada Talíria Petrone (PSOL-RJ), que foi barrada (de entrar no plenário pelos seguranças)?
Não. Quem viu isso? Eles sempre me trataram super bem. Nunca vi pessoas aqui serem desrespeitadas pela sua cor. A Talíria é negra? Quem diz que ela é negra? Ela se autodeclara negra. Ó a cor do dente, a sola do pé preto. Eu sou negro, a Talíria é parda.

Mas e na sociedade, existe racismo?
Acho que o preconceito no Brasil tem todos os viés. Racismo existe. Um caso de racismo tem que ser punido severamente. Não defendo racismo. Eu sou contra o racismo, mas o racismo é um preconceito. Existe preconceito contra gordo. Eu tenho preconceito com repórter, é reporterfobia?

O que o senhor acha do Dia da Consciência Negra?
Eu tenho que me conscientizar de quais foram os negros importantes da história do Brasil. Joaquim Nabuco, André Rebouças, Nilo Peçanha, Machado de Assis. A terra do movimento negro é no Rio de Janeiro, pelas faculdades, pela história, a miscigenação. Eu fui o negro mais votado da história do Rio de Janeiro, mas eles não queriam, porque não representa. Então qual a narrativa do movimento negro? É política ou é vitimismo? Dizem ‘Hélio não, porque ele é contra cotas’. Deveria ter o dia da consciência negra, da consciência branca, da consciência humana. Deve ser respeitado o negro, o gay, a pessoa que é gorda. Tinha que ser o dia da consciência humana.

Opinião: Áurea Carolina (PSOL-MG)

O que representa o fato de o deputado Coronel Tadeu ter quebrado a placa com a charge?
Representa uma intensificação da violência no Brasil. Quando obras de arte, símbolos políticos democráticos, quando dados empíricos da realidade são considerados motivo de repulsa, de atitudes violentas, é sinal de que a democracia vai muito mal. E o que me preocupa é a naturalização com que essas coisas têm ocorrido, se agravado cada vez mais.

Como os demais deputados se posicionaram?
Houve uma relativização da atitude do deputado que quebrou o painel da exposição, várias pessoas vieram argumentar que aquela charge não deveria estar lá, que não representa toda a polícia militar. Isso pode ser debatido efetivamente, mas não cabe um ato arbitrário de censura, e na verdade aquela charge retrata uma realidade que está mais do que demonstrada, agrade ou não. O que representa é um momento sombrio da realidade brasileira, e o racismo estrutural está na gênese dessa situação, de como nós chegamos a esse ponto. É gravíssimo. O fato de que muitos não perceberam aí uma atitude racista nos preocupa, mostra que é um debate que está longe de ser feito como deveria.

A senhora já passou por situações de racismo na Câmara dos Deputados, ou já presenciou outras pessoas passarem por isso?
São várias situações, comentários, piadinhas. Ser barrada em alguns locais. Hoje mesmo, soubemos que pessoas negras foram impedidas sem qualquer justificativa de entrarem na Câmara dos Deputados, sendo que estavam completamente aptas e identificadas. Então acontecem coisas muito estranhas aqui, e o fenótipo, a cor da pele, a aparência contam muito.

São códigos ocultos, que as pessoas não têm coragem de dizer e muitas vezes não veem isso conscientemente, mas são códigos eficazes. A leitura que se faz de uma mulher negra como eu é totalmente distinta da que se faz de um homem branco que tem a aparência de um deputado padrão. Eu não tenho essa aparência. Fora o cotidiano, as ofensas mais diretas que nós ouvimos constantemente no plenário, nas comissões. E outras coisas mais sutis, de tentar desqualificar nossa inteligência, nossa capacidade ou ironizar nossa atuação a partir da nossa raça.

A quebra da placa monopolizou o debate no Congresso no Dia da Consciência Negra? A senhora vê isso como algo negativo?
O que esse episódio trouxe foi a constatação de que existe um genocídio da população negra em curso no Brasil. Então o autor dessa violência não foi só o deputado que quebrou a placa. Os que legitimam essa violência são cúmplices, eles vão corroborando, querem negar o genocídio, e veio à tona um debate sobre a existência de um genocídio. Há muitas evidências históricas que comprovam isso (que a maioria dos mortos em operações policiais são negros).

É como desvelar o mito da democracia racial, que ainda é muito presente. As pessoas acham normal e a gente ouve direto “ah, tenho um amigo negro”, para dizer que não é racista. Então a gente está num nível muito primário sobre o debate racial no Brasil, as pessoas não têm um letramento básico sobre questões raciais.

38 thoughts on “Deputado Hélio Negão diz que Coronel não exagerou ao quebrar placa e nega racismo na polícia

  1. Todo mundo tá branco de saber quem é o Dep. Negão: um cartaz pendurado na espelunca do governo dizendo não há racismo aui contra quilombolas sete arroubas, táokêi?
    Se duvidarem o Bozó dá o comando, o Negão obedece, deixa cheirarem e darem um afago, e depois volta pra ganhar um biscoito…

    Governo melado…

  2. Tudo bem com a farda do policial.
    O que não pode é neguingo do Congo querer se passar por um brasileiro, como qualquer outro, com direito de vestir a bandeira brasileira, como qualquer outro… Táokêi!

    Ninguém passa fome no Brasil, diz Bozocraudio.
    Só falta dizer que ninguém é reprimido por ter a pele escura no Brasil, dá na mesma lorota.

  3. -A deputada diz que estão matando os negros, mas é contra a prisão de bandido após a condenação em segunda instância – impunidade que engloba, inclusive, os assassinos dos negros que diz representar e defender!

  4. O ALTISSIMO SEJA LOUVADO SEMPRE ..

    A verdade nua e crua do que o sistema racial vigente reina está na covardia dos presentes Negros dos tempos hodiernos , verdadeiros covardes, amantes de si mesmos , e traidores da luta pela busca da plena inserção social (plenos direito civis…)
    na sociedade Brasileira.

    Lamentável ver que a discussão sobre o que foI a Escravidão (e sua macabra extensão destrutiva), se resume em ..idiotices sustentadas pelos descendentes dos sofridos Negros Escravos como : Rodas de Sambas , comidas tipicas..exposições disso..e daquilo etc..etc..

    Isso por si só demostra que o sistema racial ora implantado em nossa sociedade (colocando o Negros e Negros mestiços ) no seu devido lugar : A marginalidade e exclusão . Conseguiu dominar e inferiorizar os NEGROS .

    E os NEGROS atuais covardes e subservientes como são seguem como gado ao matadouro a cantilena racial desta sociedade cinica e criminosa.. aceitando calados que seus pares sejam fuzilados dia a dia por uma policia despreparada do que sejas direitos civis plenos , destruição dos seus valores como cidadãos na construção histórica de nossa pátria , e uma inata covardia dos seus pares que se destacaram nesta sociedade, que ficam calado vendo seus irmãos negros sendo massacrados em seus direitos e cúmplices calados estão calados ficam .

    Por tudo isso Os negros na sociedade Brasileira são reputados como nada vezes nada , buchas e buchas apenas isso na visão dos racistas instruidos ou não , seres despreziveis e preguiçosos para alguns e mal cheirosos para outros , meros instrumentos de se fazer fortunas (pagando pouco ou pagando uma miséria ), idiotas para alguns hienas para outros, e assim a roda racial e da marginalidade vai triturando essa imensa parcela da sociedade Brasileira .

    Essa , semana a policia Civil do Rio de Janeiro , concluiu o que todos já sabiam ..Que a “bala” que ceifou a vida de uma criança dentro da Kombi ..FOI efetuada por um soldado da policia Militar do Rio de Janeiro.. Que sempre foi o Braço exterminador dos Negros neste Estado (e creio que tb nos demais ). Qual o motivo que leva um cidadão com o uniforme militar ..atire com seu fuzil uma kombi com seres humanos dentro, sem saber se lá há os delinquentes que ele estava ali para prender ? Ou que um atirador da PM de dentro de um veiculo aéreo ..dispare seu fuzil em direção a uma Escola pública infantil JUSTAMENTE na hora da saida das crianças ..tudo por que havia “criminosos” se misturado junto as crianças …(sem comentários).

    São estas e demais situações que deviam estarem sendo debatidas no parlamento Estadual e Federal POIS SE TRATA DE GENOCIDIO e nunca combate ao crime.Ou alguém já viu os onibus do convento são bento aqui no rio (rua dom gerardo), sendo fuzilados pela PM …em seus trajetos? Não visualizar as cousa pela ótica da sinceridade quando se trata deste tema é no minimo..eu disse no minimo …insanidade racial .

    YA SEJA LOUVADO ..SEMPRE …
    SALMO 103 A TODOS .

  5. O deputado federal Hélio Negão (PSL-RJ) é do mesmo partido do deputado Coronel Tadeu (PSL-SP) que retirou e quebrou uma tela do cartunista Latuff, uma ilustração de um homem negro, algemado, assassinado por um policial com uma arma na mão. É também do mesmo partido que abrigou para a eleição presidencial o atual presidente Jair Bolsonaro – que agora pulou fora deste partido, junto com o filho que promoveu as “rachadinhas”. De membros do PSL podemos esperar tudo de ruim, inclusive um negro, diante de uma atitude racista retirou e quebrou uma tela do cartunista Latuff, uma ilustração de um homem negro, algemado, assassinado por um policial com uma arma na mão.

    Foi por ser membro deste partido xenófobo, racista e homofóbico que o deputado federal Hélio Negão (PSL-RJ) negou o óbvio ululante. Embora ele seja negro, não está nem aí para os negros e para o racismo, que ainda é uma chaga no Brasil.

    Mas é óbvio para todos que têm um mínimo de consciência que a atitude do deputado Coronel Tadeu (PSL-SP) , ao retirar a placa, foi uma manifestação de racismo.

    Retorno minha pergunta, já feita em comentários pretéritos nesta TI : Racismo num país de mestiços ? – Isto é um contra-senso abissal.

    • Mais um robô da máquina socialista bem azeitada com suas narrativas de assassinar reputações.
      Não é uma pessoa comum mais, não respeita as outras.
      Como tal usa sofismas para sustentar suas taras.

      • E assim , tipos sem um mínimo de dignidade e vergonha vão sofismando, associando pessoas com outras diferentes para colocá-la no mesmo saco para condená-las também. Assim nasce o ódio, as ideologias e as farsas sangrentas.
        Você tem família como todos nós e essas suas mentiras podem criar problemas, para ela no futuro.
        Vc não tem ideia do que uma mentira pode gerar. Milhões foram assassinadas por isso.

      • DEUS E O DIABO NA TERRA DO SOL

        Ao misturar, na retórica da formação de seu novo partido, “Aliança pelo Brasil” (?) , Deus com o revólver de calibre 38 – que será o número da sigla – e à defesa do porte de armas, especialmente para proprietários rurais, grileiros, e gente endinheirada, Jair Bolsonaro traz para a realidade brasileira o que foi um filme bem sucedido de ficção, de Glauber Rocha, intitulado “Deus e o Diabo na Terra do Sol.

        E o que Glauber apresentou no cinema, como crítica social, será agora implementado na vida concreta dos brasileiros, e o lado diabo, tanto com o “Deus”  dos evangelistas pentecostais que apoiam Bolsonaro (será que podemos chamar isto de culto a Deus ou de Religião, tais como Edir Macedo, Silas Malafaia, entre outros ?) parece mais uma promessa de que o “tinhoso” , como retratado por Glauber, vai trazer infortúnio não só aos sertanejos, descritos no filme, mas para os cidadãos de bem e pessoas mais humildes e de baixa renda, que são maioria no povo brasileiro. Vejam a sinopse do filme, longa sinopse, no link abaixo

        https://revistamoviement.net/deus-e-o-diabo-na-terra-do-sol-de-glauber-rocha-cb867c899072

  6. Racismo por racismo e alguns comentaristas não dignificam a causa.
    E se o tal quadro representasse um policial negro, fardado abatido com vários tiros de fuzil por um traficante branquelo?

  7. Mais um idiota, aliás, o que não falta neste governo, não sou petista ou de qualquer sigla, mas observamos claramente o que todos que estão apoiando este governo é para ter sua boquinha, principalmente este senhor que está aí, coitado deste país, o povo escolhe mal e sofre depois.

      • A presidente dilma invenção do lula sendo que bichinha nem era do pt e sim do pdt e o pt tem dezenas negras extremamente qualificadas sendo que algumas com 2 diplomas universitários e quando a dilma foi casada por corrupção deveria também ser por discriminação pois no seu ministério de 39 ministros não tinha nem um negro. Seu lulão só deu méreca pros negros.

  8. A CoisaBR, quando não toma o remédio, é um disco de vinil estragado, repetindo os clichés surrados e demodés de sempre.
    Um robô fabricado pela guerra fria nos anos 5O.

    Deve ter casado com uma robô, pois alguém de carne e osso conseguiria suportar tanta chatice e pretensão.

  9. A coisa se acha o tal, por suas ironias infanto-juvenis.
    Numa messa de boteco deve viver rodeado de cadeiras vazias, pois ninguém aguenta uma companhia assim, dessa que não escuta os outros. Só a coisa é que fala. Sem parar.

    • Não escrevo aqui para perturbar os leitores com uma mula manca desajustada e cheia de recalques, nem para ter correligionários ou criticos.
      Aconteceu de Mário Jr. sair do assunto em tela e voltar-se pro lado pessoal.
      Sintoma de um perdido na vida.
      Nem o Cioram dele, nada pode trazer bom senso a quem vive em negação…

  10. Grosso modo 90% da sociedade é de gente normal, 5% de criminosos de todos os tipos , inclusive racistas. Mas o pior mesmo vem com o restante 5% que se coloca como nossos salvadores.
    Salvadores da humanidade com suas taras ideológicas e suas promessas de paraíso com a eliminação dos criminosos e dos malvados infiéis que se opõe à sua “iluminada” missão.
    Para isso precisam do poder absoluto e, para chegar até ele usam de tudo. Afinal é por uma “justa” causa.
    Os fins justificam os meios e até o hediondo encontra justificativas para sua prática.
    Sofismas e generalizações para convencer os incautos são sistematicamente difundidas através de seus adeptos.
    E por aí vai.
    Entre essa gente da nossa salvação, tivemos já um Lenin, um Stalin, Hitler, Mussolini, Mao, Fidel, Che, Pol Pot e outros do tipo que ainda podem aparecer.

  11. O ALTISSIMO SEJA LOUVADO ..SEMPRE …

    Melancólico..um congressista de origem étnica NEGRA … Defendendo o que nem ele mesmo sabe , triste ver um degenerado traira da causa de seus antepassados, para este subserviente em sua mente degenerada pelos “holofotes’ não houve escravidão (isso é cousa de esquerdas e comunistas) e sim pleno emprego com pagamentos , horas extras , férias e demais prerrogativas de um Estado civilizado…(….)
    Escrever mais o quê? Com um idiota igual a este ..fico imaginando este degenerado cara a cara com estas colunas dos direitos civis … LUTHER KING, MALCON X, STEVE BIKO , BILLIE HOLYDAY…RAY CHARLES (Se estes vivos fossem …) ..etc..etc…

    É um asno embriagado pelo poder..somente isso, um degenerado de alma e por fim um traira .

    YA SEJA LOUVADO SEMPRE …

    SALMO 103 A TODOS ..

  12. A o que maioria dos deputados federais NEGROS do PT do presidente Lula fizeram diferente do deputado federal Hélio Negão Bolsonaro (P?-RJ) porta voz e amigo pessoal do presidente Jair Bolsonaro (racista demagogo e e desmerecedor dos direitos e valores dos negros brasileiros) eleito democraticamente com 51% dos votos dos negros e pardos segundo o Data Folha.SP e mesma mostra que o PT do presidente Lula 76% dos votos dos negros e pardos segundo o Data Folha.SP e que tinha mais 70% dos deputados e senadores em sua base e porque não decretou feriado Nacional do Dia 20 de Novembro Consciência Negra. sendo que Presidente Imperador Luiz Inácio Lula da Silva, no seu 16 anos de Lulismo não fez e porque os deputados estaduais, federais e senadores e ministros do PT e Partidos aliados não cobraram a vontade maior da comunidade negra afro brasileira e porque foi esta que elegeu Lula e todo seu projeto politico de 16 anos de Lulismo, agora ficar pegando no pé chamando de capitão de mato o deputado federal Hélio Negão Bolsonaro (P?-RJ) que infelizmente pensa diferente ao nosso positivo. O lamentável foi dos porque os deputados estaduais, federais e senadores e ministros do PT serem incompetentes falta de raça e respeito e ate covardia de lutarem para as vitorias reais para comunidade negra que desde abolição dos escravos 13 de maio 1888 abandonados e privados de politicas sociais e econômicas positivas em favor do negros brasileiros e dar 20 biliões a governos corruptos e perversos africanos e deixando os ricos do Brasil mais ricos como ele LULA gostava de falar. e deixando nós negros mais pobres e 13 milhões de desempregados traídos e vitimas reais do Lulismo. ONNQuilombo 1970 -2019!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *