Deputado petista amigo de doleiro preso diz que sua relação com ele está dentro da legalidade

Carolina Gonçalves
Agência Brasil 

O vice-presidente da Câmara dos Deputados, André Vargas (PT-PR), disse hoje (1°), em nota, que conhece há 20 anos o empresário Alberto Youssef, investigado pela Polícia Federal, na Operação Lava Jato, que apura esquema de lavagem de dinheiro.

Uma reportagem do jornal Folha de S.Paulo, publicada hoje, diz que Vargas usou um avião do empresário para uma viagem a João Pessoa. Segundo o jornal, o empréstimo da aeronave foi discutido entre os dois por mensagem de texto no início de janeiro.

Em nota,  o parlamentar explicou que é amigo de Youssef.  “Conhecer alguém há 20 anos não é crime. Alberto Youssef é empresário de minha cidade. Dono do maior hotel da cidade. E os encontros, contatos e a relação se deram dentro da legalidade. Qualquer homem público poderia passar por isso”, diz a nota.

Assessores de Vargas informaram que o deputado está reunido desde o final da manhã com a equipe para definir se fará uma declaração sobre o caso.

Operação Lava Jato foi deflagrada no último dia 17, em seis estados e no Distrito Federal. Mais de 20 pessoas foram presas suspeitas de participar do esquema de lavagem de dinheiro que, segundo o Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf), movimentou mais de R$ 10 bilhões. Um dos presos foi o ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa.

16 thoughts on “Deputado petista amigo de doleiro preso diz que sua relação com ele está dentro da legalidade

  1. O Vargas fala a mais pura verdade, verdadeira…para um petralha tudo isso ai é legal, nos dois sentidos, fazem isso com método, principio e inspiração; louve-se a sua sinceridade…

  2. Claro que é legal! Para os petistas crimes e corrupções foi capitulado como legal.

    Aqui se faz aqui se paga. Humilhou Joaquim Barbosa, agora será humilhado e preso mané.

    Claro, ladrão que rouba ladrão tem 100 anos de perdão né mané?

  3. Quem deve dizer se o magnânimo Deputado André Vargas (PT-PR) esta dentro ou não da legalidade são os Órgãos de fiscalização, a Dona Receita e a Dona Justiça.

    O que este lixo fala nem tomo conhecimento.

  4. Legalidade????
    Esse safado fica levando o braço no congresso ao lado do senhor Joaquim Barbosa a favor dos mensaleiros. Deve exalar uma catinga desgraçada. Esse miserável fede.

  5. A soberba e a prepotência dos petistas por serem situação há doze anos, somados a este tempo a impunidade pelos seus descalabros e desmandos, esquecem de detalhes primordiais quando cometem suas besteiras.
    Os gestos impensados e desrespeitosos contra o presidente do STF quando este esteve no Congresso Nacional por parte deste deputado, caso ele levasse em conta que tinha o rabo preso, teria sido evitado se ele não contasse com a sua condição de “acima do bem e do mal”, característica dos desonestos parlamentares brasileiros e principalmente dos que pertencem ao PT.
    Esse idiota me faz lembrar em sentido figurado lições que jamais devem ser esquecidas, ainda mais quando se pretende ser amigo de Deus e o diabo ao mesmo tempo:

    A maioria deve se lembrar do seriado Kung Fu, interpretado pelo falecido ator David Karredine, uma espécie de monge budista que resolvia problemas com a sua filosofia e habilidade em artes marciais viajando pelos Estados Unidos.
    Pois bem.
    Certa feita, andando pelas montanhas geladas do estado de Oregon, USA, nevava e o vento uivava forte.
    Dotado de sensibilidade que a maioria dos humanos não tinha, ouviu um “piu piu”, que interpretou ser de uma ave em perigo.
    Foi atrás desse som, e encontrou um pássaro que estava com as suas asas enregeladas e, assim, não podia voar.
    Em contato telepático com o Mestre, que ficava no Tibet, guia espiritual do Kung Fu, ele pergunta o que devia fazer, haja vista que na filosofia budista a reencarnação pode acontecer em várias formas de vida e, lá pelas tantas, aquela ave poderia ser um humano em vidas pregressas.
    O Mestre lhe disse:
    – Gafanhoto (este era o nome do Kung Fu no Monastério), pega este pássaro, caminha com ele alguns metros que tu vais encontrar algumas vacas. Espera uma delas defecar. Aproveita o calor do estrume e o envolve nele. A ave vai se aquecer naturalmente, e estará pronta para rumar ao seu destino.
    Não deu outra. O Gafanhoto andou poucos passos, encontrou os animais, o primeiro que se aliviou ele fez o que o Mestre havia lhe determinado.
    Aguardou que a ave se aquecesse, que não durou mais que alguns minutos, pois o pássaro começou a se debater insistentemente querendo alçar voo em seguida.
    Kung Fu, então, ajudou-o ao abrir os excrementos para que a ave tivesse mais espaços para voar.
    Nesse meio tempo, um falcão à procura de comida, percebe com seu olhar penetrante e do alto em busca de comida aquele petisco, e em voo rasante o colhe com suas garras, tirando-o das mãos do budista.
    Este, inconformado com a situação, recorre mais uma vez ao Mestre.
    – Mestre! Fiz exatamente o que o senhor me disse. Caminhei com a ave uns metros; esperei uma vaca defecar; enrolei o pássaro no estrume para que se aquecesse com o calor natural do excremento; aguardei-a dar o sinal que estava bem e, no entanto, acontece isso?!
    – Gafanhoto, responde o Mestre telepaticamente, na verdade eu queria que tu aprendesses as três lições mais importantes da vida.
    – E quais são elas, perguntou o Gafanhoto.
    – São as seguintes, meu rapaz: a primeira, e que nem todo aquele que te põe na merda quer o teu mal, pois colocaste o pássaro nela para que se aquecesse; a segunda, é que nem toda aquele que te tira da merda quer o teu bem, pois o falcão a tirou dela para comê-la e, a terceira, a mais importante de todas, é que o sujeito que está na merda não deve piar!
    Este deputadozinho do PT, que está na merda com este doleiro que é intimo amigo, não se lembrou deste detalhe crucial quando estendeu o braço com o punho fechado, transformando-se numa presa fácil de ser abatida porque “piou” demais!

  6. Chupa essa manga eleitor burro.

    O cara é amigo de uma pessoa, que ele não sabe nada de sua vida por 20 anos? Quero ver se esse bandido vai receber um voto de algum eleitor burro, abestado, analfabeto funcional e vendedor de voto.

  7. Estão juntos há 20 anos. O PT está no poder cerca de 12 anos. A cronologia mostra que já estão amasiados em interesses comuns desde antes o PT chegar ao poder.

    O tempo decorrido mostra que o casamento de interesses do par afetivo já viveu, vitoriosamente, nos respectivos anos, as seguintes bodas: 1º – Bodas de Papel; 2º – Bodas de Algodão; 3º – Bodas de Couro ou Trigo; 4º – Bodas de Flores, Frutas ou Cera; 5º – Bodas de Madeira ou Ferro; 6º – Bodas de Açúcar ou Perfume; 7º – Bodas de Latão ou Lã; 8º – Bodas de Barro ou Papoula; 9º – Bodas de Cerâmica ou Vime; 10º – Bodas de Estanho ou Zinco; 11º – Bodas de Aço; 12º – Bodas de Seda ou Ônix; 13º – Bodas de Linho ou Renda; 14º – Bodas de Marfim; 15º – Bodas de Cristal; 20º – Bodas de Porcelana.

    E dentro de 5 anos no 25º estarão festejando Bodas de Prata.

    E isso sem que o cônjuge deputado saiba o que o parceiro faz…

  8. O conceito de legalidade de bandido brasileiro do colarinho branco é bem outro! Claro! Não me surpreendem as “desculpas” desse deputado.

    Aliás, há muitos brasileiros que podem ter inspirado este “caminho” da carreira de André Vargas. Como por exemplo: Paulo Maluf, Jader Barbalho, José Sarney, Joaquim Roriz, ACM, Lula, José Dirceu, dentre outros mais.

Deixe uma resposta para José Moniz Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *