Desejo de sempre

A quimioterapia de Dina Dilma termina em setembro. Também em setembro o PT-PT terá de se decidir pela sua candidatura, que já não desejavam antes do câncer. Adaptando Nelson Rodrigues: “O PT não é solitário nem no câncer”.

Só que é evidente, Lula não dará uma palavra sobre o assunto. E quando situo o fato em Lula, é porque partidaria, politica e eleitoralmente, tudo depende dele. A oposição também manterá silêncio total, deixará o assunto se resolver. Preferiam enfrentar Dona Dilma, poderão ter como adversário o próprio Lula, adeus Planalto-Esplanada. Terão que esperar 2014, quem terá condições no PSDB? (Exclusiva)

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *