Deus é o invisível evidente, na visão de Victor Hugo

Horácio Melo

Não existe uma prova qualquer que negue a existência de Deus, ou vice-versa. Os maiores pensadores de todos os tempos: Pitágoras, Aristóteles, Platão, Sócrates, Newton, Aquino, Agostinho, Descartes,Viktor Frankl, K. Jasper, Maritain, Chesterton,entre outros, sendo os cinco primeiros, os mais importantes pensadores da História; eles acreditavam em Deus, ou numa ordem da natureza, que transcendia a ela própria.

Se os maiores pensadores admitiam a existência de Deus, porque não respeitar esta tese? Ou, pelo menos, tratar com tolerância, e ter a sensatez característica dos homens educados, em relação a aquilo que desafia a humanidade, e que é uma questão não resolvida?

Todas as teorias modernas como o marxismo, psicologismo, não são científicas, e tentam desqualificar a existência de Deus, sendo, elas mesmas, “falsas ciências”, com bases frágeis.
Se não existe prova contra a existência de Deus, se as mais poderosas mentes se deslumbraram por este tema, porque deveríamos acreditar em especulações, por parte de pessoas, que, comprovadamente, não demostraram qualificação intelectual para constatar o que afirmam?

Como disse Victor Hugo: “Deus é o invisível evidente”.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

One thought on “Deus é o invisível evidente, na visão de Victor Hugo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *