Dificuldades adiam definição da candidatura de Meirelles às vésperas da desincompatibilização

Denise Rothenburg e Luciano Pires

Nem a vice de Dilma nem o sucessor no Banco Central. Nas conversas palacianas que manteve nos últimos dias, Henrique Meirelles não obteve do presidente Lula o que mais desejava e ainda viu crescer o risco de não emplacar o Diretor de Normas, Alexandre Tombini, como futuro presidente do BC.

Nas últimas 24 horas, Dilma Rousseff defendeu a nomeação do secretário de Política Econômica do Ministério da Fazenda, Nelson Barbosa, para substituir Meirelles. Assim, sem a  garantia de que Lula moveria montanhas para fazer dele, Meirelles, companheiro de chapa de Dilma, e sem Tombini no Banco Central, Meirelles arremeteu e sua saída do BC vai tentar nas próximas horas demover Lula de nomear Barbosa.

Na dúvida, Meirelles foi ao gabinete do presidente ontem à tarde. Mas Lula não o recebeu, porque estava reunido com o senador Osmar Dias (PDT-PR), tentando atraí-lo para a montagem do palanque de Dilma no Paraná.


This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *