Dilma diz à amiga Graça Foster que ela está fora da Petrobras

Andréia Sadi e Natuza Nery
Folha

A presidente Dilma Rousseff acertou com Graça Foster um cronograma de saída de toda a diretoria da Petrobras.

Ambas se reuniram no Palácio do Planalto após a Folha revelar terça-feira (3) a decisão de Dilma de trocar o comando da estatal.

A reunião durou cerca de três horas. A dirigente da estatal chegou ao Palácio do Planalto assim que Dilma retornou da viagem a Campo Grande (MS), por volta das 14h30. Foster deixou o Planalto pouco depois das 17h e seguiu para o aeroporto de Brasília.

Graça e os demais integrantes da cúpula da empresa devem ficar no cargo até o fim deste mês. As duas combinaram que a executiva se dedicará nos próximos dias a chegar a um número crível de prejuízo devido à corrupção na companhia.

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOGNenhum governante (ou governanta) deve permitir que sua vida pessoal e suas amizades interfiram na administração pública. Graça Foster já deveria ser demitida há muito tempo, desde quando contou a primeira mentira ao depor no Congresso. Depois, devido ao escândalo do caso Gasene, tinha de ser demitida no ato. Com esse tipo de amiga, a presidenta (ou governanta) Dilma Rousseff nem precisa de inimigos. (C.N.)

9 thoughts on “Dilma diz à amiga Graça Foster que ela está fora da Petrobras

    • Armando

      voce quer dizer Ali Babá e seus 40 ladrões?Acho que com a inflação este numero aumentou e muito,no seu partido ja são milhares então podemos dizer que é Ali Babá e seus milhares de ladrões.

  1. Porém o problema para o PT é bem maior do que simplesmente “tirar” a Graça. Será necessário comprar o bico fechado dela!

    Ah… mas depois de tantos bilhões surrupiados da Petrobras pela petralhada, fechar a compra do silêncio sem graça da Graça não será tão difícil assim.

  2. e quando é que o BARBA-DELATOR-DEDODURO, o f.u.j.ã.o, abandonador de seus comparsas, e o seu sacrista, o anacronizado, vão processar o Delegado Tuma Júnior. O Brasil inteiro, ansioso, deseja ver o
    Júnior, sem delação premiada, nas barras dos tribunais.

    e a Rosemary dos vôos ardentes, a Rosemary do bebarrão, a cortesã do cartão corporativo; cadê-la?

Deixe uma resposta para satiro Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *