Dilma diz na Espanha que acata e não discute as decisões do Supremo. Mas o PT…

José Carlos Werneck

Em entrevista ao jornal “El País”, a presidente Dilma Rousseff afirmou que “acata” as sentenças do Supremo Tribunal Federal no julgamento do mensalão, enfatizando que isto não significa “que ninguém neste mundo de Deus esteja acima dos erros e das paixões humanas”.

“Como presidente da República não posso manifestar-me sobre as decisões do Supremo Tribunal Federal. Acato suas sentenças, não as discuto”, afirmou Dilma, que se mostrou a favor de combate à corrupção, não só por uma questão ética, “mas por um critério político”.

A presidente falou sobre as últimas conquistas brasileiras, salientando que durante sua na prisão nos anos 1970 compreendeu que o regime militar não sobreviveria porque “não podia deter, torturar e matar toda a juventude”.

Comparando o regime militar vivido pelo Brasil,com os demais países da América Latina disse, que no caso brasileiro”tivemos uma fé sem restrições no valor da democracia e isso fez com que o processo resultasse menos duro”.

Sobre a crise européia, afirmou que as políticas de ajuste por si próprias não resolvem nada, sem investimento e estímulos ao crescimento, e por isso considerou que as políticas que estão sendo aplicadas na Europa “levarão a uma recessão brutal”.

E sobre o euro, Dilma disse que é um projeto inacabado e na realidade hoje não é uma moeda única.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *