Dilma e “o próximo governo” negociam cargos, diz líder do PR

Quintella, líder do PR, já fala abertamente no “próximo governo”

Ranier Bragon
Folha

Líder da bancada do PR, o deputado Maurício Quintella Lessa (AL) afirmou na tarde desta quarta-feira (30) que a negociação de ministérios e cargos federais está sendo feita hoje pelos “dois lados”, o governo Dilma Rousseff e os defensores e protagonistas de um possível governo Michel Temer (PMDB).

Quintella não deu detalhes dessas negociações, disse que o PR não está interessado nelas agora e que o partido só tomará uma decisão após a Comissão Especial do Impeachment apresentar o seu relatório, possivelmente daqui a duas semanas.

“Fora a Coreia do Norte, que é uma ditadura, e a China, que tem um partido só, onde existe democracia e Parlamento só se governa com aliança, não só para esse governo, já que vagaram seis ou sete novos ministérios, como para aqueles que defendem um novo governo”, disse Quintella ao ser questionado sobre a oferta de ministérios ao partido, a quinta bancada da Câmara, com 40 cadeiras.

PRÓXIMO GOVERNO

“Não tenha dúvida de que isso também está sendo tratado do outro lado, dos dois lados, tanto do governo atual como do próximo governo”, acrescentou o deputado.

O PR tem hoje o ministério dos Transportes e já recebeu oferta do governo de ampliação do seu espaço, com o Ministério de Minas e Energia.

Segundo Quintella, porém, essa não é a hora de tratar de cargos. “Reforma ministerial ou [montagem do] próximo governo é uma coisa para depois”.

Apesar das declarações, a negociação de bastidor é intensa, com a participação decisiva, inclusive, do ex-deputado Valdemar Costa Neto (SP), condenado no processo do mensalão.

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOG
O ato falho do líder do PR é altamente sintomático. No Congresso, já se fala abertamente no “próximo governo”, com o qual os cargos serão negociados. Para os parlamentares, o governo Dilma nem existe mais. (C.N.)

3 thoughts on “Dilma e “o próximo governo” negociam cargos, diz líder do PR

  1. Caso “próximo governo” não diminua ministérios e faça outro balcão de negócios para cargos – com certeza teremos volta as ruas – não teima Temer. Parlamentares corruptos não irão acabar e vão exigir cargos para não serem julgados por Moro e quem sabe tentar acabar com a lava jato. Estamos de olho!!!

Deixe uma resposta para Roberto Bh Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *