Dilma em baixa, Bolsa em alta, dólar em baixa

Deu no G1

A bolsa de valores reagiu positivamente nesta segunda-feira (6) ao resultado do primeiro turno da eleição presidencial, que mostrou arrancada final do candidato de oposição Aécio Neves (PSDB). O Ibovespa, principal indicador da bolsa paulista, fechou em forte alta, puxado pela disparada das ações da Petrobras e do Banco do Brasil.

Mais do que a presença do tucano no segundo turno, agentes destacavam que a votação obtida neste domingo pelo candidato o aproximou da primeira colocada, a presidente Dilma Rousseff (PT).

O Ibovespa avançou 4,72%, aos 57.115 pontos. Na máxima do dia, chegou a subir quase 8%. A alta desta segunda é a maior desde 9 agosto de 2011, quando a bolsa avançou 5,10%. Mas em 27 de julho de 2012, o índice fechou com a mesma variação de 4,72%.

PETROBRAS: MAIS DE 11%

No final do pregão, as ações preferenciais da Petrobras subiam mais de 11%, a R$ 20,39, depois de terem chegado a subir quase 17% no início dos negócios. A alta também foi puxada pelo Banco do Brasil que subia quase 12%, a R$ 29,11.

A euforia também tem reflexos sobre a cotação do dólar, que fechou em baixa acentuada nesta segunda-feira. A moeda caiu 1,43%, a R$ 2,4266.

4 thoughts on “Dilma em baixa, Bolsa em alta, dólar em baixa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *