Dilma ainda está revoltada com Marco Maia, petista que atacou Graça Foster

Maia pede demissão de Graça e vira persona non grata

Andréia Sadi e Mariana Haubert
Folha

O Palácio do Planalto foi pego de surpresa nesta com a declaração do relator da CPI da Petrobras, o petista Marco Maia (RS), de que Graça Foster e os demais diretores da Petrobras não têm mais condições de continuar dirigindo a empresa.

Foi a primeira vez que um membro do PT defendeu publicamente a troca na diretoria da estatal após as denúncias da Operação Lava Jato.

Segundo assessores presidenciais, Dilma Rousseff se irritou com a fala de Maia, principalmente por ele ocupar uma função chave na CPI, e escalou o ministro Ricardo Berzoini (Relações Institucionais) para rebater o deputado. Nas últimas semanas, o papel de defesa da estatal tem sido executado também pelo ministro José Eduardo Cardozo (Justiça).

Em coletiva na própria quarta-feira, Berzoini disse que o governo tem total confiança na gestão de Foster e da sua diretoria. Ele elogiou ainda os procedimentos adotados pela empresa para investigar as denúncias de corrupção. Segundo Berzoini, sempre que alguém fizer comentários sobre Foster, o governo irá se manifestar.

RELATÓRIO ALTERADO

Marco Maia alterou seu relatório final para incluir o pedido de indiciamento de cerca de 50 suspeitos de participar do esquema de corrupção na estatal.

Na lista há os ex-diretores da petroleira Paulo Roberto Costa, Nestor Cerveró e Renato Duque, e dois ex-gerentes, Pedro Barusco e Silas Oliva. Mas nem o afastamento de Graça Foster e dos atuais diretores, nem os seus indiciamentos constam do relatório final.

Em café da manhã com jornalistas na quarta-feira, Foster disse que ficará no cargo enquanto “contar com a confiança” da presidente Dilma. Durante a reunião, foram reapresentados números operacionais, e a executiva disse ter conversado “duas ou três vezes” sobre a saída dela, conforme revelou a Folha.

Graça explicou que ofereceu o cargo de toda a diretoria por questão de conveniência diante do fato de a empresa não ter tido o balanço auditado.

Na quarta-feira, a oposição apresentou relatório paralelo à CPI mista da Petrobras pedindo a abertura de um processo de improbidade administrativa contra Dilma e o indiciamento de Graça Foster.

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOGMarco Maia não é o único petista a pedir a demissão de Graça Foster. Muitos já o fizeram, inclusive o próprio ex-presidente Lula. Segundo o jornal Correio Braziliense, Lula usou “lideranças petistas” para mandar esse recado a Dilma, porque os dois estão meio estremecidos e evitam ao máximo se falar. Como dizia Ibrahim Sued, em sociedade tudo se sabe. (C.N.)

 

4 thoughts on “Dilma ainda está revoltada com Marco Maia, petista que atacou Graça Foster

  1. O Marcos Maia deu uma “recueta” (como diria o Barão) em razão de já estar sendo chamado de Marcos MA-L-A.

    Ocorre que ninguém mais confia nele, pois, de início, deu prova incontestável de ser fiel ao sistema corrupto e não ao Brasil, obrigação básica como deputado e – embora possa parecer motivo de riso – “representante do povo”.

    Pessoas com o mesmo comportamento dele são abundantes na Vila Mimosa.

  2. Um dia defende, no outro ataca. A isto da-se o nome de “melancia”. Marco maia, ontem Marcos Mala, agora marco Melancia.
    Se Dillma não sabia que a petrolama estava, assim; que não havia corrupção; que valores da corrupção irrigaram as contas petistas, de candidatos inclusive da campanha dela; que o marco maia iria “chutar o pau do barraco” e tudo mais, está na hora dela ser trocada também.
    A defesa de/da Graça [é sinal de que o RABO é enorme, grosso e fedorento. Irão tentar lavá-lo com jato, antes de amputá-lo.
    Pergunto: se Graça for retirada, estará sendo demitida ou encostada em algum barril de óleo cru? Será aposentada e irá para casa?
    O mesmo vale para os conselheiros do famigerado Conselho de Administração da petrolama. Acolheram parecer pela metade, não leram, assinaram e fica por isto mesmo?
    Com a palavra o grande ministro, de notório saber e qualidade nos encaminhamentos, Toffoli. Talvez ele ainda não saiba o que é terceiro turno.

  3. Todos os comentários válidos e adequados ao artigo que dá conta da insatisfação da presidente com o deputado Marco Maia,o relator do duplo relatório da CPIM do Congresso,um a favor e outro contra o governo, dedurando a petroleira Graça Foster,na reavaliação do processo.

    Na minha opinião, o Moderador sintetizou toda a ópera…. permita-me:

    “NOTA DA REDAÇÃO DO BLOG – Marco Maia não é o único petista a pedir a demissão de Graça Foster. Muitos já o fizeram, inclusive o próprio ex-presidente Lula. Segundo o jornal Correio Braziliense, Lula usou “lideranças petistas” para mandar esse recado a Dilma, porque os dois estão meio estremecidos e evitam ao máximo se falar. Como dizia Ibrahim Sued, em sociedade tudo se sabe. (C.N.)”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *