Com a máxima urgência, Dilma precisa aprender economia

http://1.bp.blogspot.com/-U8RmHcQNzvo/TeTiSbqPCpI/AAAAAAAASno/eGnhtXLAKlU/s400/Charge+Dilma+e+auto+ajuda.bmp

Carlos Newton

Lula sempre se orgulha de jamais ter lido um livro, de ser um autodidata movido pela intuição. Recentemente, mentiu ao dizer que tinha lido a biografia de Lincoln. Ele apenas viu o filme e quis tirar onda dizendo ter lido o livro. Mas foi apanhado em flagrante ao citar um trecho que não existe na biografia e foi incluído pelo roteirista do filme. E o pior: ao descrever a cena, Lula ainda confundiu telégrafo com telex.

Dilma é diferente. Quer mesmo tirar uma onda de erudita. Há poucos meses, por sugestão do marqueteiro, imitou descaradamente Ulysses Guimarães e fez uma citação do” Velho do Restelo”, como se fosse conhecedora da obra de Camões.

Como se sabe, quando era ministra Dilma declarou-se “doutorada” em Economia. Depois, foi obrigada a admitir que era tudo mentira e nem mestrado tinha. Mesmo assim, se julga o máximo e quer conduzir a equipe econômica a seu bel prazer.

Agora, Dilma enfim poderá fazer um curso intensivo e gratuito de economia, porque a partir de hoje começa a funcionar o chamado “gabinete de transição” instalado no Palácio do Planalto. A dupla de quase-ministros, Joaquim Levy (Fazenda) e Nelson Barbosa (Planejamento), trabalhará no terceiro andar do prédio, o mesmo da presidente Dilma Rousseff.

É importante que ela passe o máximo de tempo possível com eles, para tentar aprender alguma coisa de economia.

A POBREZA AUMENTA

Em contato com Levy e Barbosa, a presidente da República poderá descobrir, por exemplo, que sem crescimento do PIB a pobreza sempre aumenta. Não adianta maquiar as estatísticas, ampliar programas de assistência social e elevar à classe média as famílias que ganham apenas R$ 300 de renda per capita mensal. O número de miseráveis vai aumentar, como acaba de ser divulgado pelo IPEA, apesar de toda a política social alardeada pelo governo.

Por isso, o resultado de 01% no PIB do terceiro semestre não é façanha a ser comemorada. Em relação a igual período de 2013, houve queda de 0,2% na atividade econômica brasileira. Significa que o país continua em estagnação ou até estagflação. O fato é que Dilma Rousseff assumiu o governo em 2010 com crescimento de 7,5% do PIB, e quatro anos depois o resultado pode ser igual a zero, dependendo do desempenho do quatro semestre.

Se a presidente e seu fiel chefe da Casa Civil Aloizio Mercadante não entenderem que é preciso diminuir não somente os custos, mas também os custeios, de nada adiantará a presença de Levy e Barbosa no governo.

MÁQUINA INCHADA

Movida pelos 39 ministérios, a máquina administrativa está cada vez mais inchada. Como exemplo direto de desperdício, a Presidência continua tendo chefia de gabinete em São Paulo (criada por Lula para dar emprego a Rosemary Noronha, sua companheira de viagens) e em Belo Horizonte (criada por Dilma para dar emprego a uma amiga da adolescência, Sonia Lacerda, que foi sua colega de sala em dois colégios, companheira de armas na luta contra o regime militar e que a acompanhou até a Chefia da Casa Civil).

Dilma e seu governo vivem num mundo à parte, como se o resto do Brasil não existisse. Para entender como se comporta essa elite formada por PT e base aliada, basta conferir os orçamentos de mordomia do Planalto/Alvorada, destinados a alimentar a chefe de governo e sua entourage. Como se dizia antigamente, o diabo mora nos detalhes.

Todos sabem que o exemplo de austeridade deve ser dado pelos governantes. Quando forem divulgados os gastos da namorada de Lula com cartão corporativo, vai ser um espanto.

Mesmo assim, la nave va. O PT, o PMDB, o PSDB ou qualquer outro partido não conseguirão atrapalhar indefinidamente a volta do crescimento, pois o Brasil permanece como a nação do Terceiro Mundo com maior potencial de desenvolvimento socioeconômico e tem um encontro marcado com seu futuro.

12 thoughts on “Com a máxima urgência, Dilma precisa aprender economia

  1. Não sei como será o encontro do Brasil com o seu futuro. Aliás, ouço esporadicamente algumas variações sobre tal previsão, desde que o Stefan Zweig abordou o assunto pouco antes de se suicidar. Nessa altura do campeonato e pelo andar da carruagem no Brasil certamente encontraremos nosso futuro MUITO ANTES no cemitério ou crematório. Só lastimo por quem não tem onde cair morto.

  2. Nossa Presidenta DILMA nesses 4 anos, JÁ APRENDEU MUITA ECONOMIA. Nada como a PRÁTICA para mostrar a grande diferença entre a Teoria e o Mundo Real. Hoje, nossa Presidenta tem PRÁTICA.
    Baseada na Teoria, ela baixou o Juro Básico (SELIC) para 2%aa + Inflação. Como a Inflação estava em 5,25%aa , ela baixou a SELIC para 7,25%aa, claro com a “concordância” do Banco Central. Dizia ela que: como os Investidores se contentavam com spread de 0.25%aa dos Títulos do Tesouro Americano, e 0,5%aa dos Títulos dos Tesouros da Europa, um spread de 2%aa para o Brasil, estava excelente. Imaginou ela, cf. a Teoria, que se os Investidores achassem pouco um spread de 2%aa nos Títulos do Tesouro do Brasil, INVESTIRIAM então na Economia Real, na produção de Produtos, que ela estimava dariam retorno de 12%aa, 15%aa ou até 20%aa em certos casos. Na prática, o Mercado mostrou que não aconteceu nem uma coisa nem outra. Infelizmente ela teve que aumentar a Taxa de Juros Básica, que hoje está em 11,25%aa numa Inflação de +- 6,5%aa, spread de 4,75%aa.
    Quando jovem, nossa Presidenta DILMA achava que a causa principal da pobreza da grande maioria da nossa População era a EXPLORAÇÃO IMPERIALISTA, especialmente dos EUA. Como ela achava que o Regime Autoritário da Revolução de 64, especialmente após o endurecimento deste, com o AI-5 de 13 Dez 1968, favorecia especialmente essa EXPLORAÇÃO IMPERIALISTA, ela teve a coragem de pegar em armas, pondo em grande risco a própria vida, para tentar derrubar tal Regime e implantar o SOCIALISMO, que eliminava a EXPLORAÇÃO IMPERIALISTA. Hoje, madura, nossa Presidenta DILMA sabe que realmente existe a tal EXPLORAÇÃO IMPERIALISTA, mas que a CAUSA MAIOR de nossa Pobreza ( Baixo Padrão de Vida – IDH ), é nosso baixo nível de INSTRUÇÃO, especialmente CIENTÍFICA, baixa CAPITALIZAÇÃO NACIONAL com Matriz no Brasil, tudo isso redundando em BAIXA CAPACIDADE DE PRODUÇÃO NACIONAL. Somos POBRES, porque produzimos POUCO, Não desenvolvemos TECNOLOGIA NACIONAL, independente do resto. E que a solução começa “dando total prioridade para a EDUCAÇÃO principalmente CIENTÍFICA de nossas CRIANÇAS, principalmente as mais pobres. As nossas CRIANÇAS, principalmente as mais pobres, devem ser a Menina dos Olhos do nosso Governo, CIEPS nelas ( NUTRIÇÃO – INSTRUÇÃO – ESPORTES). Hoje nossa Presidenta DILMA sabe que o SOCIALISMO MARXISTA tipo URSS só deixaria nossa situação, pior ainda, e sabe que a PRÁTICA é bem mais importante que a TEORIA ECONÔMICA.
    E assim somos todos nós, vamos aprendendo com a PRÁTICA DA VIDA.

  3. Sr. Newton, além de economia , dona presidenta precisa urgentemente aprender alguma coisa sobre Segurança Pública.
    Se deixar nas mãos dos governadores que estão ai, estaremos todos mortos em curto espaço de tempo.
    A carnificina é diária, como citei várias vezes no blog…..

  4. Ensinar economia a dona Dilma é mais difícil que ensinar Cachorro Velho, ao chegar no Poste, a levantar a pata Direita quando ele passou a vida inteira levantando a pata Esquerda.

  5. Pingback: Dilma precisa aprender Economia! | Debates Culturais – Liberdade de Idéias e Opiniões

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *