Dilma reclama das críticas (e se autoelogia) no programa do Jô

Presidente também falou sobre a CPMF - Roberto Stuckert Filho/PR

Jô Soares cedeu o programa para Dilma se autoelogiar

Deu no Estadão

Em entrevista na madrugada deste sábado ao apresentador Jô Soares, a presidente Dilma Rousseff afirmou que, em alguns momentos, se sente “triste” porque “ninguém é de ferro” ao ler diariamente críticas a seu governo nos jornais.

“Acho que, enquanto presidente, é preciso conviver com isso. Tem hora que eles (jornais) exageram um pouco, mas acho que é da atividade pública. Quando eu era normal, no sentido de quando andava na rua e entrava em qualquer lugar, eu poderia ficar muito incomodada, mas quando você é presidente, você distingue o que é função sua. Tenho que aceitar o que as pessoas acham de mim. Pode acreditar, não levo para o lado pessoal, mas fico triste algumas horas. Ninguém é de ferro”, declarou a presidente no primeiro bloco da entrevista, que foi gravada na biblioteca do Palácio da Alvorada, na tarde de sexta-feira.

Ainda sobre seu lado pessoal, Dilma disse que sabe que tem fama de “brava”, “exigente”, ao ser questionada se tem ou não “pavio curto”, mas relativizou que não pode ser “mole” na posição que ocupa. “Eu tenho uma imensa capacidade de resistir, me prenderam e botaram na cadeia. Pois bem, você tem que ter a tranquilidade para saber que uma hora passa (o nervosismo). Eu sou uma mulher dura no meio de homens meigos. Então, eu não posso ser uma mulher mole”, disse.

VOLTA DA CPMF

No segundo bloco, Dilma lamentou a derrubada da cobrança da Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira (CPMF), em 2007, durante o governo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Sobre o pré-sal, a presidente destacou a produção atual brasileira de petróleo. “A produção do pré-sal é uma realidade. Estamos batendo recorde de novo na produção”, comemorou a petista. A presidente destacou outras “conquistas” de seu governo. “Eu tenho orgulho de ter aprovado a Lei dos Portos. O Marco Civil da internet também. Deu um trabalhão para aprová-lo.”

Além de defender a Petrobrás, Dilma conversou sobre a situação da saúde no Brasil e os cortes orçamentários na área de educação.

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOG
– Como diz aquela personagem humorística da TV, “mas que peninha!…”.

Quer dizer que a presidente Dilma fica triste com as críticas. E o povo brasileiro? Como deve ficar em relação ao governo que ela comanda?

E o Jô Soares, ficou triste com os R$ 3 milhões que recebeu do governo via Lei Rouanet. (C.N.)

10 thoughts on “Dilma reclama das críticas (e se autoelogia) no programa do Jô

  1. Todo aquele que argumenta que “na democracia temos de respeitar o voto e a vontade do povo”, está, parcialmente, correto.
    No entanto, se tem conhecimento, não pode esquecer de também dizer que, O ELEITO NÃO PODE FAZER O QUE QUISER, DO JEITO QUE QUISER.
    O voto é para o mandato, não para entregar a vida/existência do país para que faça o que desejar.

    Ao eleito cabe defender e respeitar a Constituição. Afinal, não estando autorizado a cometer atos ilícitos, permitir ou ocultar o de outros e tudo mais que seja ilegal.
    A eleição não é um “cheque em branco” onde o portador poderá colocar qualquer valor e/ou data.
    Assim, o eleito merece permanecer no cargo, desde que o respeite e ao resto. A interrupção do mandato está precista também na Constituição.
    O imbecil e o desonesto tentam vender a idéia da imunidade e impunidade daquele(a) que recebeu um mandato.
    E como a maioria da sociedade é portadora do mal da “ignorância política”, a coisa fica por isto mesmo.
    O Jô, embora vendendo a imagem de um sujeito inteligente, ao defender Dilma da forma como fez, reforça a imagem de ser, apenas, um sujeito esperto.
    Dillma, como na maioria das vezes, mostra-se “bolada”, dizendo coisas estranhas, sem nexo, sem lógica, sem fundamento. É o espelho de seu governo e os que a cercam, espelho quebrado.
    Para quem desejar rir e chorar, ao mesmo tempo, assista já o programa.
    https://www.youtube.com/watch?v=PDHke_2Xzz0

  2. Se assaltou, praticou atentados contra prédios públicos, etc, foi merecidamente ver o sol nascer quadrado e como presidente foi uma péssima terrorista; quanto a esse lixo chamado Jô Soares, já está caindo no ostracismo.

  3. No Jô !
    ” A entrevista de Dilma Rousseff ao Bom Dia Brasil, que foi ao ar há pouco, teve um cenário diferente do habitual. Em vez da biblioteca do Palácio da Alvorada, palco de todas as entrevistas, foi dada na sala de jantar do palácio.

    A mudança foi feita às pressas. Câmeras e todo o aparato estavam posicionadas na biblioteca, mas tiveram que ser transferidas depois que o presidente do TSE disse que entrevistas na biblioteca, símbolo de poder presidencial, eram indevidas.

    Por Lauro Jardim

  4. MEU COMENTÁRIO É O DE SEMPRE: COMO É O BRASIL, DESDE OS TEMPOS DA COROA, INSISTE EM NÃO EDUCAR OS BRASILEIROS??? NOSSO PROCESSO ELEITORAL É UMA IMORALIDADE: VOCÊ PODE VOTAR AOS 16 ANOS MAS NÃO PODE SER PROCESSADO POR CRIME HEDIONDO; É PROCESSADO POR CRIME COMO “DE MENOR” MAS NÃO PODE SER ELEITO E FAZER AS MAIORES BARBARIDADES COMO FAZEM DILMA, LULA E OS CRIMINOSOS DO PT. ALIÁS, UM PAÍS QUE TEM QUASE 40 PARTIDOS NÃO PASSA DE UMA IMORALIDADE GLOBAL!!! ISO NÃO É UM PARTIDO! É UM PUTEIRO!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *