Dilma sabia do caixa 2 e perguntou se a conta era blindada, diz João Santana

Resultado de imagem para dilma nao sabia de nada charges

Charge do Miguel, reproduzida do JC/PE

André de Souza
O Globo

Em depoimento prestado nesta segunda-feira, o marqueteiro João Santana e sua mulher, a empresária Mônica Moura, disseram que a ex-presidente Dilma Rousseff tinha conhecimento de caixa dois na campanha de 2014. Mônica Moura contou que, pelo teor das conversas que teve com a ex-presidente, Dilma sabia da existência de recursos não contabilizados. Santana foi mais taxativo que a mulher ao dizer que Dilma tinha sim conhecimento de caixa dois. Ele fez as três últimas campanhas presidenciais do PT: 2006, vencida por Lula, e 2010 e 2014, quando Dilma ganhou.

João Santana disse também que, em conversa com Dilma após a eleição, ela perguntou se a conta Shellbill, usada pelo marqueteiro para receber recursos no exterior, era segura, blindada contra investigações. Os depoimentos fazem parte da ação no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) que pode levar à cassação da chapa vencedora da eleição presidencial de 2014. Como Dilma sofreu o processo de impeachment no ano passado, a ação poderá, na prática, fazer com que o atual presidente, Michel Temer, que era vice de Dilma, perca o mandato.

TEMER SEM VOTOS – O marqueteiro contou ainda que fez uma pesquisa qualitativa com grupos de eleitores indicando que Temer não contribuiria tanto para a campanha, por isso sua participação foi reduzida. Nessa pesquisa, havia inclusive pessoas dizendo ter impressão de que Temer era adepto do satanismo.

Os depoimentos estão sob sigilo. Mas, assim como ocorreu com as audiências de executivos da Odebrecht, parte do que foi falado se tornou público, mesmo devendo ainda ser mantido o segredo. Isso levou o ministro Herman Benjamin, relator da ação no TSE, a fazer uma reprimenda durante os depoimentos desta segunda-feira, cobrando o compromisso de que eles ficassem sob sigilo.

O depoimento foi prestado no Tribunal Regional Eleitoral (TRE) da Bahia, com a presença do relator no local. Além de João Santana e Mônica Moura, também foi ouvido André Santana, que trabalhava para o casal. Os três firmaram um acordo de delação premiada com o Ministério Público Federal (MPF), já homologado pelo ministro Edson Fachin, relator dos processos da Lava-Jato no Supremo Tribunal Federal.

TERMOS REITERADOS – Em nota, os advogados Juliano Campelo e Rodrigo Castor, que defendem o casal, informaram que “foram reiterados os termos do interrogatório prestados na semana passada ao Juiz Sergio Moro, complementados com as respostas às demais perguntas formuladas”. Mas não divulgaram o teor dos depoimentos, lembrando que eles estão sob sigilo.

Na semana passada, João Santana e Mônica Moura confirmaram ao juiz Sérgio Moro a interlocução do ex-ministro Antonio Palocci para pagamentos de caixa 2 nas campanhas do PT. Mônica disse que negociou com o ex-ministro os valores não contabilizados a serem pagos na reeleição do ex-presidente Lula, em 2006, e na eleição da ex-presidente Dilma Rousseff em 2010. Mônica disse ainda que Palocci pedia que parte dos pagamentos feitos “por fora” fossem realizados pela Odebrecht.

DILMA NEGA… – Em nota, Dilma disse que João Santana e Mônica Moura faltaram com a verdade, “fazendo afirmações desprovidas de qualquer fundamento ou prova”. Segundo a ex-presidente, tudo indica que os dois foram induzidos a delatar fatos inexistentes para ganhar sua liberdade e atenuar as penas em eventuais condenações.

“Dilma Rousseff nunca negociou diretamente quaisquer pagamentos em suas campanhas eleitorais, e sempre determinou expressamente a seus coordenadores de campanha que a legislação eleitoral fosse rigorosamente cumprida respeitada”, diz trecho da nota.

Ela destacou ainda que declarou ao TSE em 2014 gastos de R$ 70 milhões com o casal, sendo “os profissionais de marketing mais bem pagos na história das eleições no Brasil”. Assim, não havia motivo para pagamentos por fora. A ex-presidente criticou ainda o vazamento de trechos dos depoimentos.

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOG
Dilma é como Lula. Não viu nada, não sabia de sabia.  Eram governantes do tipo desligado, como os Mutantes cantavam. Viviam num outro mundo, que lhes era bastante propício. (C.N.)

15 thoughts on “Dilma sabia do caixa 2 e perguntou se a conta era blindada, diz João Santana

  1. Apenas repito o que já disse o Jornalista:

    -Quem está acusando a Dilma e o Lula não é a oposição ou os inimigos dos dois.
    Quem está acusando a ambos são os seus amigos e cúmplices, até ontem considerados pessoas de confiança da quadrilha.

    -Agora, nunca antes na história deste país existiu uma quadrilha cujos chefes fossem inocentes. Seria caso único no universo criminal nacional.

  2. Que tipo de acusação é essa?
    “Segundo relatos de pessoas presentes no depoimento (de João Santana e Mônica Moura) desta segunda (24), as perguntas do ministro Herman Benjamin, relator da ação que pede a cassação da chapa Dilma-Temer, indicam que a sua compreensão é de que a ex-presidente só teve conhecimento dos pagamentos ilícitos após a vitória na eleição.”
    Que tipo de acusação é essa? Saber da existência de caixa 2 após ganhar as eleições?!! Qual a lógica dessa acusação? Qual o crime cometido?
    https://goo.gl/gZFiYC

    • No mínimo ela demonstrou ser incompetente, como tem sido a julgar pela maioria de suas ações. É uma prova gritante de que as células-tronco produzem o inesperado.

  3. O nosso simpático comentarista Alex Cardoso, defensor intransigente de Lula, Dilma e o PT, tenta de todas as formas descobrir chifre em cavalo e pelo em casca de ovo!

    Não vai ser feliz nesta pesquisa que faz, lamento.

    Por mais sofismas que elabore e teses as mais mirabolantes que inventa, jamais conseguirá evitar ou amenizar as acusações COMPROVADAS contra seus líderes.

    Lula, Dilma e a quadrilha que o ex-presidente chefia, precisam ser punidos e com rigor pelos males que praticaram e deixaram que cometessem contra o povo e Brasil!

    Não adiantará seus esforços hercúleos no sentido de amenizar a imagem desses dois criminosos porque a crise do desemprego, inadimplência, recessão econômica e juros extorsivos são de culpa exclusiva da dupla de petistas irresponsáveis, desonestos e corruptos!

    Dilma tem contra si a sua gestão à frente do Conselho da Petrobrás quando adquiriu mediante prejuízos imensos ao erário, a usina de Pasadena, EUA, afora nomear diretores para a estatal com a função precípua de roubarem a empresa, e com este dinheiro enriquecer os dirigentes petistas e o partido. Na presidência do Brasil, as suas manipulações com a economia e pedaladas fiscais, afora os escândalos protagonizados pela maioria dos ministros que nomeava!

    Lula … bom, Lula é um caso à parte, que somente alguém contratado teria a ousadia de defendê-lo ou, então, inculto e incauto, alienado e desinformado, registrar as suas ideias por mais frágeis que sejam, derrubadas facilmente pelos fatos e realidade que sufocam qualquer grito em defesa desse bandido.

    Assim, Alex Cardoso me lembra Dom Quixote, que de tanto se debruçar em ler textos sobre a cavalaria ficou louco!

    O comentarista se encaminha célere para o mesmo disgnóstico de Dom Quixote, na razão direta que a sua avidez em defender e proteger ladrões e criminosos, poderá amanhã ou depois ser levado para algum manicômio municipal, esses mesmos, do SUS!

  4. Não preciso, Alex, meu prezado, pois não tenho nada a questionar sobre as acusações contra Lula, Dilma e o PT.

    A situação de insolvência do Brasil e do seu povo respondem a qualquer dúvida existente a respeito do comportamento desses dois devassos da política.

    Agora, enalteço a tua elegância e espírito esportivo em ter compreendido o meu comentário acima, pois a tua performance na TI se não aplaudida pela tarefa que desempenhas, inglória e desnecessária, tens o meu reconhecimento pela
    tenacidade e determinação nesta função, razão pela qual me levou a citar o magnífico Cervantes e sua obra prima, traçando um paralelo entre o que fazes com relação a Lula, e Quixote quanto à cavalaria.

    Justamente pelo perigo de levar alguém à loucura por defender o indefensável, o meu alerta, que deves repensar até que ponto é válido tu possibilitares que se crie com o teu nome um rótulo de defensor petista, de ladrões, de gente que praticou crimes os mais danosos e prejudiciais à população e país!

    Um abraço, Alex.

    Respeito a tua função, apesar de entendê-la como inócua, degradante a uma pessoa que comprova ser correta, decente, educada e respeitosa como estás demonstrando neste blog incomparável.

    Saúde e paz.

  5. Dilma não sabia. Se soubesse não perguntaria. Na realidade ficou sabendo. A conseqüencia de ficar calada é outra coisa. É elementar: Quem sabe não pergunta.

  6. A realidade é mais complexa do que alguns aqui fingem não ver: “Delações mostram que Dilma sofreu impeachment porque se opôs a esquema de corrupção” Quem diz isso é a colunista do Valor Econômico Maria Cristina Fernandes na CBN.
    https://goo.gl/NCIGWG

  7. Carlos, como Pai de Autista repudio essa comparação dessas figuras menores da vida nacional com os Autistas. Os crimes dessa gente contra o Brasil e o povo brasileiro fazem parte do ideario e mau comportamento da facção que comandaram o país e do qual fazem parte ! Os Autistas merecem respeito e amor porque não têm mentes maldosas . VIVA OS AUTISTAS. !

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *