Dilma se arrepende de nomear Pepe Vargas e cria Conselho Político

Vargas é como a “Ofélia”: só abre a boca quando tem certeza…

Paulo de Tarso Lyra
Correio Braziliense

A presidente Dilma Rousseff vai resgatar a coordenação político de governo, modelo adotado pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva ao longo dos oito anos de mandato no Palácio do Planalto. Dilma foi convencida a ampliar a interlocução e o debate interno das ações do Executivo e, sobretudo, a criar mecanismo para atenuar eventuais crises políticas em um ano que se desenha, nas palavras de um aliado, “muito difícil”.

A formação do grupo atende a vários objetivos. O primeiro deles é não deixar Pepe Vargas — elogiado pela capacidade de diálogo, mas um neófito nas articulações políticas mais amplas — sozinho com a missão de negociar com um Congresso hostil.

“Ele vai precisar de ajuda, porque, sozinho, não vai dar conta do recado”, disse um petista graduado do Congresso, apontando o Salão Nobre do Palácio do Planalto. “Quando muito, viemos nós, petistas (para a posse de Vargas). Onde estão os líderes de outros partidos?”, questionou o parlamentar.

Segundo apurou o Correio, farão parte desse colegiado os ministros: Pepe Vargas (Secretaria de Relações Institucionais); Aloizio Mercadante (Casa Civil); Jaques Wagner (Defesa); Miguel Rosseto (Secretaria-Geral da Presidência) e José Eduardo Cardozo (Justiça).

A periodicidade das reuniões do Conselho ainda não foi decidida. Durante o governo Lula, elas aconteciam todas as segundas-feiras, para traçar o cenário político que o Planalto enfrentaria ao longo da semana. Lula foi obrigado, ao longo do mandato, a corrigir uma distorção que se repete na composição do atual grupo: a presença exclusiva de ministros petistas, desprezando a participação de outras legendas aliadas, sobretudo o PMDB.

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOGO fato concreto é que o ministro Pepe Vargas estreou no cargo dando mancada, ao declarar que as Comissões Parlamentares de Inquérito não têm mais utilidade. Na verdade, as CPIs são uma conquista democrática das minorias, que não podem ser esmagadas pela maioria quando defendem o interesse público. Até parlamentares do PT ficaram estarrecidos com as inoportunas declarações do estreante Vargas. (C.N.)

9 thoughts on “Dilma se arrepende de nomear Pepe Vargas e cria Conselho Político

      • A arrogância do Mercadante é só comparável a do Genoíno. Se lembra ‘ a força’ que os deputados deram para o Genoíno? Não sei o que, mas a tia tá fumando alguma coisa!

  1. Mas o filho do Mercadante é outro “Ronaldinho’ dos negócios” !
    13 DE DEZEMBRO DE 2014
    EMPRESA DE FILHO DE MINISTRO FATURA R$148 MILHÕES
    A Petra Energia S/A, que tem como vice-presidente Pedro Barros Mercadante Oliva, filho do ministro Aloízio Mercadante, faturou R$ 148,1 milhões do governo federal entre 2013 e 2014, quando o petista se transformou no poderoso chefe da Casa Civil. Segundo o Sistema Integrado de Informações Financeiras do Governo Federal (Siafi), a verba foi empenhada pelo Ministério de Ciência e Tecnologia, que foi comandado pelo mesmo Aloizio Mercadante nos anos de 2011 a 2012.
    MEU PAIPAI
    Da verba empenhada pela Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), do ministério, R$ 47,1 milhões já foram pagos à Petra Energia.
    UM ATRÁS DO OUTRO
    Em 2013, o ministério empenhou R$ 42,8 milhões para a Petra Energia em agosto, e mais R$ 47,6 milhões no mês seguinte, setembro.
    Compartilhar
    LUCRO BILIONÁRIO
    Fundada em 2008 para explorar petróleo e gás, a Petra virou a maior concessionária de blocos de terra do País, tem áreas em MG, MA e AM
    Compartilhar
    OLHO NA ÁFRICA
    O presidente da Petra, Roberto Viana, já perfurou 16 poços na Bacia de São Francisco (MG), e tem expandido negócios para África. Hum…

  2. A Tia acabou de cortar na LDO a “prioridade da educação’ ! Grã Circus Petralis.
    Sob a alegação de prejuízos à execução da política fiscal, a presidente Dilma Rousseff recusou uma lista de 43 ações de programas de governo que deveriam ser tratadas como prioritárias pelo Executivo Federal. Os parlamentares queriam que esses projetos de diversas áreas tivessem prioridade na alocação de recursos do Orçamento de 2015. O veto de Dilma foi feito na última sexta-feira, 2, no projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) deste ano.
    O Congresso pretendia que o governo tratasse a execução de projetos em áreas como transporte, saneamento, segurança pública, saúde, defesa, planejamento urbano, educação como essenciais. Contudo, Dilma vetou a iniciativa alegando que a “ampliação do rol de prioridades desorganizaria os esforços do governo para melhorar a execução, monitoramento e controle de suas prioridades já elencadas, afetando inclusive o contexto fiscal que o Brasil apresenta”.
    A presidente disse ainda que a lista proposta pelo Congresso “não guarda coerência com as ações do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), retirando o foco das ações de caráter estratégico”. Além disso, Dilma argumentou que, como as emendas parlamentares são, pela LDO de 2015, de execução obrigatória, não faz sentido incluir essas prioridades.
    ( A Tarde ).

  3. mas, sr. Virgílio,

    com o ‘ministro’ que foi acomodado (não há outro termo) na área,

    que se pode esperar da Educação?

    haverá, sem qualquer dúvida, no País, uma plena e total Não-educação.

  4. Aluisio
    Com o Cid Gomes na Educacao e o Aldo na ciencia e tecnologia , vamos virar uma Uganda. O que o Aldo vai fazer ? Trazer a tecnologia de plantar beterrabas da Albania ?

  5. Ele falou o que eu prego ha mais de 15 anos. CPI é uma delegacia temporária e sem delegados. Sua autoridade é nula. Suas conclusões, NÃO são condenações. Todas servem de picadeiro, para que os holofotes mostrem o palhaço do momento. TODAS, por mais que tenham boas intenções, vão dar em absolutamente NADA. No Brasil, temos policia Federal, Fazendária, Portuária, Aeroportuária, Florestal, Militar, Civil, TCU, AGU, MP(F E e M) PGR, tem até Conselho de Ética? O que todos estas autoridades fazem para merecer seus salários? CPI NUNCA SERÁ A SOLUÇÃO. E observem que não é só agora nos governos PT, SEMPRE FOI E SEMPRE SERÁ ASSIM, perda de tempo.

    • O que o Ronaldo Luiz está dizendo é uma bobagem, de quem nunca acompanhou os trabalhos de uma CPI. Lembro que a CPI dos Correios foi que resultou na descoberta do MENSALÃO, levando à cadeia importantes membros do governo Lula e próceres do PT.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *