Dirceu culpa a Rede Globo e pede que a militância se mobilize contra a Operação Porto Seguro, da Polícia Federal

Carlos Newton

O ex-ministro José Dirceu passou o fim de semana em Porto Alegre, participou de um encontro organizado pelo PT e defendeu em discurso a atuação das agências reguladoras, principal alvo da Operação Porto Seguro, da Polícia Federal.

Dirceu critica “monopólio” da Globo

Alegou que há uma “tentativa clara de atingir” o ex-presidente Lula, porque a eleição municipal mostrou que o mensalão não teve efeito.

Sem citar diretamente a ex-chefe de gabinete Rosemary Noronha, o ex-ministro criticou a imprensa, que, segundo ele, precisa de regulação.

“Nós não podemos continuar sem a mobilização, sem falar com o povo. Porque eles falam com o povo todo dia, pela televisão, e nós não temos essa voz. Porque tem um monopólio, e precisamos regularizar isso. Não é censurar. É que a Constituição diz que não pode ter monopólio”.

Dirceu falou aos militantes, por 40 minutos, e criticou várias vezes o julgamento no Supremo Tribunal Federal e sua condenação a dez anos de prisão.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *