Dirceu, do mensalão à falta de tempo

Todo poderoso, não resistiu à própria importância, onde a novidade? Incluído entre os réus do mensalão, ainda é fortíssimo no PT-PT, mais do que era no PT, só que não  pode se candidatar.

2010, o vazio do calendário

No país da “coincidência” dos mandatos, o ex-Chefe da Civil é um candidato como nunca se viu. Pode (ou admite) disputar vários cargos, só falta a data.

Dos lados do Supremo sopram ventos a respeito do julgamento dos 40, mas a data mais próxima costuma ser 2012. Longe, não, Dirceu? (Exclusiva)

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *