Dirceu está delirando. Acha que os militantes petistas vão sair às ruas para defendê-lo…

Carlos Newton

Era só o que faltava. O ex-ministro José Dirceu, condenado a dez anos e dez meses de prisão pelo Supremo Tribunal Federal, resolveu mesmo convocar o PT e os movimentos sociais a irem às ruas para “fazer o julgamento do julgamento” do mensalão.

Reportagem de Diógenes Campanha, da Folha, revela que Dirceu discursou em reunião plenária em Osasco, promovida pelo deputado João Paulo Cunha, também condenado pelo Supremo. O ex-presidente do PT José Genoino, sentenciado a seis anos e oito meses de prisão, também participou do desagravo aos réus condenados.

“É preciso ir às ruas, discutir, debater o que está acontecendo. Não aceitamos. Estamos revoltados e indignados e somos vítimas de um julgamento injusto”, afirmou o ex-ministro da Casa Civil, que também criticou a imprensa. “Nós, antes de sermos condenados, fomos linchados. Quem jogou o principal papel na articulação foram os meios de comunicação, não todos, mas determinados meios de comunicação.”

Pelo visto, Dirceu está confundindo tudo. Pensa que a militância do PT vai sair às ruas protestando contra o Supremo. Não percebe que ele, João Paulo, Delúbio e Genoíno não representam mais nada. São figuras de um passado que muitos petistas querem esquecer. Apenas isso.

Daqui a pouco ninguém fala mais no mensalão. A cada dia surge um novo escândalo de corrupção que substitui o anterior. Nesse particular, o governo do PT é mesmo surpreendente.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *