Dirceu ia fugir do país. Agora, só lhe resta a delação premiada.

Dirceu jamais pensou em ser delator. Mas na vida tudo tem limite.

Carlos Newton

O advogado Roberto Podval afirmou esta semana que “é mais fácil matarem José Dirceu do que ele fazer uma delação premiada”, descartando a possibilidade de seu cliente fazer um acordo com a força-tarefa da Lava Jato.

Na verdade, o advogado apenas repetiu o que o ex-ministro dizia antes de ser preso pela segunda vez. Mas agora tudo mudou e já existe uma nova versão acerca das pretensões de Dirceu. Como dizia o colunista Ibrahim Sued, em sociedade tudo se sabe.

VIRAR DELATOR

Para quem se considerava “herói do povo brasileiro”, tornar-se delator de seus cúmplices e companheiros é realmente uma atitude vergonhosa e covarde. Dirceu sempre defendeu uma postura altaneira e recentemente chegou a enviar uma mensagem a esse respeito à jornalista Monica Bergamo, da Folha, sua amiga pessoal, que nos últimos anos publicou sucessivas entrevistas exclusivas do ex-ministro.

“Delação não tem pé nem cabeça. Primeiro porque não tenho o que delatar. Segundo porque não tem nada a ver com minha vida e trajetória”, afirmou ele na mensagem enviada à colunista da Folha, diante da interpretação de que poderia, se preso, colaborar com a Justiça.

MALAS PRONTAS

Realmente, Dirceu nunca pensou em se tornar delator. Seus planos eram outros. Achava que as investigações da Lava Jato iriam demorar o suficiente para que fosse beneficiado em 2016 com o indulto de Natal, benefício presidencial concedido todos os anos a presos de bom comportamento que já cumpriram parte da pena.

Ao receber o indulto, ele então poderia recuperar o passaporte e se mudar para um país que não tivesse tratado de extradição com o Brasil. Como ainda tem muito dinheiro no exterior, poderia passar o resto de seus dias numa boa, ao lado da mulher, Simone Tristão, e da filha pequena.

No entanto, ao sentir que a investigação da Polícia Federal avançava rapidamente, Dirceu mudou a estratégia. Seu advogado Roberto Podval passou a apresentar sucessivos pedidos de habeas corpus para que o ex-ministro não perdesse a prisão domiciliar, mas acabou derrotado em todas as instâncias.

O desespero de Dirceu foi aumentando, já pensava em dar um jeito de fugir para o exterior, mas o problema era levar também a mulher e a filha, sem elas sua vida não tem mais sentido.

HERÓI ALQUEBRADO

Quando a Polícia Federal chegou à casa dele, em Brasília, na madrugada de segunda-feira, encontrou um herói alquebrado e desiludido.

Dirceu jamais pensou em se tornar delator, mas agora não tem alternativa. Em Curitiba, longe da mulher e da filha, abandonado pelo PT, pelo governo que ele ajudou a erguer e pelos antigos companheiros, sabe que desta vez pegará no mínimo 15 anos de prisão, porque não é mais réu primário e será condenado também por formação de quadrilha.

Segunda-feira, vai depor pela primeira vez em Curitiba, porém não deve revelar nada. Só quando realmente chegar a hora, ele contará tudo o que sabe e acabará com o que ainda resta de Lula, de Dilma, do governo e do PT.

Mas, ao que parece, pode ser que Dirceu nem tenha muitas novidades para contar, porque não apenas o ex-diretor Renato Duque já fechou a delação premiada, como também o lobista Fernando Baiano, apontado como operador do PMDB, deve revelar tudo o que sabe. E os dois sabem de muita coisa. Mas não tanto quanto Dirceu.

13 thoughts on “Dirceu ia fugir do país. Agora, só lhe resta a delação premiada.

  1. A frase do advogado Roberto Podval, no meu entender, tem uma interpretação mais literal, ele não está metaforizando. Disse ele : “O advogado Roberto Podval afirmou esta semana que “é mais fácil matarem José Dirceu do que ele fazer uma delação premiada”. José Dirceu sabe como ninguém que o PT é um partido de assassinos. Por muito menos Celso Daniel foi morto por membros do PT. E sabe-se lá quem mais o PT matou. Como a delação premiada de Dirceu poderá incriminar Lula e Dilma e transformá-los em réus, não é nada de se estranhar que o PT envie capangas para matar o ex-chefe da Casa Civil do governo Lula para que este não abra o bico. Dirceu precisa circular, para os depoimentos que precisa dar, com proteção da polícia e atiradores de elite para evitar que seja assassinado.

  2. Como Dirceu é o “herói do povo brasileiro”, nada mais lógico que colaborar com a justiça delatando os que roubaram o povo brasileiro! Mantendo-se assim como herói

  3. Peço licença para reproduzir um comentário que fiz com relação à prisão de Zé Dirceu, onde eu afirmava que o ex-superministro não iria fazer a delação premiada.
    Eis que o advogado do Zé, dias após, confirma a minha dedução, razão pela qual acredito ser pertinente a transcrição:

    Francisco Bendl agosto 4, 2015 11:52 am

    Dois fatores levam o acusado à delação premiada:
    Diminuir a pena que lhe será imposta pelo crime que junto com outras pessoas cometeu, claro;
    Um resquício de remorso, pequeno, quase invisível, mas que impulsiona o delator aos riscos de denunciar cúmplices e sofrer no futuro alguma vingança ou represália em face do seu gesto.
    Dito isso, Zé Dirceu não irá denunciar ninguém, e explico:
    O cara é muito vaidoso para dividir a exclusividade dos planos do mensalão e petrolão.
    A Justiça entende que Zé é o autor desses crimes, portanto, um gênio, mesmo sendo do mal.
    Depois, Zé não tem moral, trata-se de um desclassificado, sem qualquer remorso ou arrependimento dos crimes que cometeu tanto no passado quanto no governo, na função de superministro, de ser o verdadeiro presidente do Brasil.
    Zé quer holofotes, manchetes, letras garrafais enaltecendo a obra mais espetacular que vimos destinada a roubar uma nação e seu povo com extrema habilidade e engenhosidade, que é uma verdade indiscutível!
    Zé quer mostrar ao mundo a fragilidade de um Estado quando possui alguém na chefia com inteligência e sagacidade, e que pode mudar o destino desse país manipulando os poderes à base de dinheiro, corrupção, desonestidade, e fraqueada a entrada para voluntários que desejam o mesmo, ou seja, enriquecer rápido e impunemente.
    Pois era dessa forma que Zé imaginava o resultado do seu majestoso golpe: sair impune.
    O mensalão deu-lhe um susto porque denunciado por um cúmplice, algo inesperado.
    A sua prisão foi um blefe à justiça proporcionada pelo Judiciário, em face da aproximação do STF com o Executivo, a ponto de o nosso criminoso continuar roubando o Brasil na sua suposta cadeia, a sua bela e confortável residência (uma delas).
    Com as investigações do petrolão apontando mais uma vez a sua participação em crime semelhante ao mensalão porque envolvendo dinheiro, e muito mais que anteriormente, Zé está com problemas, haja vista ser reincidente, contumaz, incorrigível.
    Ministros que lhe aplicaram uma pena branda anteriormente não vão gostar de vê-lo de novo, e deverão ser corretos desta vez e lhe condenar a quinze, vinte anos.
    Com o tempo, Zé ficará abandonado, só, em razão de seus amigos não poderem mais usufruir de sua influência junto ao poder e da sua inteligência brilhante em assaltar o erário.
    Continuará com o título de, O Maio Ladrão do Brasil, que lhe afagará o ego, acima da honra e dignidade.
    No entanto, sairá da cadeia ostentando outra denominação:
    O Maior Idiota do Brasil, pois teve o poder em suas mãos, mas optou por jogá-lo fora porque dominado pela vaidade, e esta impediu-lhe de perceber o certo do errado!

  4. Na minha opinião o José Dirceu deve fazer a delação premiada. Naturalmente
    fará análise das hipóteses: delatar, mostrar realmente quem é o verdadeiro chefe
    da quadrilha e correr o risco de ser morto , como bem comentou o Ednei Freitas,
    ou não delatar e morrer de velho na cadeia. É verdade que o José Dirceu é vaidoso,
    mas o instinto de defesa costuma superar a vaidade. Aguardemos.

  5. Este cara nuca foi e nuca será herói. Esta cara é um tremendo dum enganador. O Brasil esta cheios de pessoas que nossa história considera como herói, mas se forem analisados muitos perderam esta classificação. Há alguns anos li um livro em que o mito Zumbi não é o que é descrito para o povo.

  6. Eu confiro com compadre meu Quelemém, o senhor sabe: razão da crença mesma que tem – que, por todo o mal, que se faz, um dia se repaga, o exato. Sujeito assim madruga três vezes, em antes de querer facilitar em qualquer minudência repreensível… Compadre meu Quelemém nunca fala vazio, não subtrata. Só que isto a ele não vou expor. A gente nunca deve de declarar que aceita inteiro o alheio – essa é que é a regra do rei! (p. 24) Guimarães Rosa grandes Sertão Veredas
    http://stoa.usp.br/carloshgn/files/-1/20292/GrandeSertoVeredasGuimaresRosa.pdf

  7. Concordo com o final do artigo. Parece que o zé perdeu tbém a capacidade de andar à frente dos fatos. Quando pretender fazer a delação talvez não seja mais necessário, e nada ganhará com ela. Acho que vai perder a vez, mais uma vez. Bem feito.

  8. José Dirceu é covarde. Só um covarde para apunhalar o povo que lhe recebeu de volta, lhe deu mandatos, perdoou seus erros e lhe ofereceu condições melhores de vida. Só um covarde se esconde e não assume seus erros.

    Existe uma canalhada e um bando sem caráter no PT. O primeiro faz qualquer negócio, até despachar companheiros. O outro, está recheados daqueles que, para defender-se ou defender os seus amigos/companheiros, tenta se esconder atrás dos erros, do lixo que os outros partidos produziram.

    Neste se inclui Lulla, o farsante, o mentiroso. Esta é a defesa que faz, para tentar salvar alguns companheiros e a si próprio: ” Ainda segundo relatos, Lula chegou a dizer que confia nos companheiros presos, fez a ressalva de que é preciso provar as suspeitas de enriquecimento pessoal e reclamou várias vezes dos “vazamentos seletivos” contra o PT.”

    Ora, o que deseja dizer com “vazamentos seletivos”? Afinal, qual governo está sendo investigado? Quem manda neste país nos últimos 13 anos?

    Castigo ou não, no 13º ano de poder do PT-13, o barraco está caindo. O PT e os petistas estão perdendo tudo: a história, as bandeiras, a credibilidade. A vergonha, a ética, a moral, tudo foi pelo ralo.

    Muitas vezes escrevi que estavam iguais aos demais partidos. Hoje, com tudo que já aconteceu e ainda acontecerá de falcatruas, mau-caratismo e sacanagens, sem dúvida alguma, o PT é o partido mais podre, sujo, corrupto que o Brasil viu nascer, crescer e se prostituir na prior política que por aqui tivemos. Partido igual ou parecido, jamais teremos outro.

    Não creio que José Dirceu fará delação premiada. Para assumir esta decisão, rnegará toda sua vida política e seus amigos e companheiros. Preferirá amargar, ao lado do Sr. MP&B Valério, os últimos dias, meses, anos de sua vida.

    Sinceramente, é isto que eu espero, torço para que aconteça. Não é por vingança. É, apenas, por JUSTIÇA!

  9. Triste é chegar à conclusão do quanto eu fui enganado por uma corja. Sou de uma geração que acreditou no PT e nos seus ideais. Entretanto, como dizia a minha avó: quem nunca comeu melado, quando come se lambuza, vejo que os desclassificados companheiros que sempre se diziam contrários ao capitalismo selvagem, quando colocaram a mão num dinheirinho tomaram gosto e também queriam uma vida regada a vinhos caros, bons charutos, frequentarem restaurantes caros e dirigirem carrões. Como o dinheiro de qualquer trabalhador de classes menos privilegiadas são insuficientes para proporcionar uma vida nababesca (que os idiotas acham que é o ápice da vida humana) passaram a assaltar os cofres públicos. Pobres diabos, é melhor viver uma vida simples e honestamente, com liberdade plena de ir e vir do que se lambuzar nas maravilhas que o dinheiro proporciona e viver apreensivo, com medo de ser preso a qualquer momento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *