Diretor da Iesa Óleo e Gás também já está preso

Imagem

Polícia Federal e Receita estão atuando juntas na operação

Andreza Matais
O Estado de S. Paulo

A Polícia Federal prendeu na manhã desta sexta-feira, 14, o diretor da Iesa Óleo e Gás, Otto  Garrido Sparenberg, e cumpriu mandados de busca e apreensão na casa do presidente da empresa, Valdir Carrero, nas sedes da Iesa e da controladora do grupo, Iapi. A empresa e o executivo são investigados na sétima fase da Operação Lava Jato, que apura esquema de lavagem de dinheiro que teria movimentado R$ 10 bilhões.

A Iesa Óleo e Gás tem contratos com a Petrobrás e repassou R$ 400 mil para a Costa Global Consultoria e Participações do ex-diretor da estatal Paulo Roberto Costa, preso desde março também pela Java Jato. O executivo aceitou delatar o esquema de corrupção envolvendo a estatal em troca de redução de pena.

2 thoughts on “Diretor da Iesa Óleo e Gás também já está preso

  1. É assim que funciona a teia, que irá agarrar os corruptos, e vai continuar…

    São os comprometidos, em maior ou menor escala, entregando o que sabe, e outros nomes que estão faltando, na lista dos Procuradores, e do juiz Sérgio Moro… o LISTÃO !

    Senhores, muita gente ainda vai aparecer no listão dos corruptores e corrompidos, atestando que a outra metade do Brasil, guardadas as exceções de sempre, mas dividido nesta eleição, está cheia de parasitas, aproveitadores e ladrões do dinheiro público.

    A profilaxia parece estar começando, nas mãos de mais um juiz íntegro…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *