Diretor preso mantinha ligação direta com o Tesoureiro do PT

Duque era o homem do PT da Petrobras

João Valadares
Correio Braziliense

O ex-diretor de Serviços da Petrobras Renato Duque era “o homem do PT” na engrenagem da corrupção entranhada na Petrobras. Com fama de durão, o ex-gestor fez carreira na estatal. Engenheiro, entrou na empresa em 1978, mas foi no governo Lula, pelas mãos do ex-ministro José Dirceu, que alcançou o alto escalão da petrolífera. Em 2003, no primeiro ano do PT à frente do Palácio do Planalto, virou diretor. A tinta de sua caneta ganhou mais força para chancelar contratos de empreendimentos bilionários, a exemplo da Refinaria Abreu e Lima, em Pernambuco.

As investigações apontam que o ex-diretor fazia parte de um esquema que consistia no direcionamento de obras a um cartel das grandes empreiteiras que inseriam sobrepreço nos contratos para depois distribuir comissões ao PT, ao PMDB e ao PP, que, inclusive, usaram o dinheiro na campanha eleitoral de 2010. Na Diretoria de Serviços, Duque fazia a ligação com o tesoureiro dos petistas, João Vaccari.

Ao lado do ex-diretor de Abastecimento da estatal Paulo Roberto Costa, Duque era responsável por contratações e compras da petrolífera. No interrogatório na Justiça Federal do Paraná, Costa acabou entregando o ex-amigo e delatou que os pagamentos de propina de 3% destinados a políticos existiam em todas as diretorias, segundo Paulo Roberto.

LIGAÇÃO DIRETA

Ao mencionar a situação de Duque, o ex-diretor fez a seguinte descrição: “Ele tinha essa ligação com o senhor João Vaccari dentro desse processo com o PT”. Segundo Paulo Roberto, Vaccari arrecadava o dinheiro para o partido. “A ligação que o diretor do PT tinha era com o tesoureiro do PT, senhor João Vaccari. A ligação era diretamente com ele”, disse. O ex-diretor ainda citou nominalmente o então colega. “Na área de serviços, foi o diretor (Renato) Duque, que foi indicado na época pelo ministro da Casa Civil, José Dirceu.”

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOGA reportagem do Correio Braziliense vem confirmar informações publicadas sexta-feira de manhã pela Tribuna da Imprensa, com absoluta exclusividade, dando conta da importância de Vaccari Neto no esquema de corrupção da Petrobras. Também a Folha divulgou no sábado a notícia de que a possibilidade de Vaccari ser preso está levando pânico ao Planalto e à cúpula do PT. (C.N.)

4 thoughts on “Diretor preso mantinha ligação direta com o Tesoureiro do PT

  1. Mulher de Visão: …. Em 2005 a então 1.ª Dama Dona Marisa Rocco Lula da Silva pediu e obteve a dupla cidadania italiana para ela e os filhos! Algo nunca antes visto no história desse país. Nas investigações estão faltando outros casos que merecem ser vistos mais de perto. Tem o do Grupo Schahin, onde houve até a falência de um banco, o Grupo Gemini, etc…. Espero que vá até o fim.

  2. SOL QUADRADO – Não bastasse ter se transformado no alvo principal das investigações da Operação Lava-Jato, da Polícia Federal, a Petrobras agora está na mira das autoridades norte-americanas, que desejam apurar a conduta da companhia nos Estados Unidos. As apurações devem, mais uma vez, causar ENORMES DANOS à imagem da estatal brasileira, que também negocia suas ações na Bolsa de Nova York.

    De acordo com o jornal britânico “Financial Times”, em matéria publicada na edição do último domingo (9), o Departamento de Justiça dos Estados Unidos abriu investigação criminal contra a estatal. Já a Securities Exchange Commission (SEC) – órgão que regula o mercado de capitais nos Estados Unidos e equivale no Brasil à Comissão de Valores Mobiliários (CVM) – iniciará uma investigação civil contra funcionários da empresa.

    A situação da Petrobras nos Estados Unidos SE DETERIORA com o passar do tempo, pois uma empresa que é vulnerável a interferências políticas, começando por ESCÂNDALOS DE CORRUPÇÃO, não pode ter suas ações comercializadas na Bolsa de Nova York, que impõe regras rígidas aos participantes do mercado acionário local.

    A investigação do escândalo conhecido como “Petrolão” poderá arranhar ainda mais a imagem do País e dificultar o acesso de outras empresas brasileiras ao mercado de capitais norte-americano.

    Na segunda-feira (10), o vice-presidente da República, Michel Temer, minimizou a investigação das autoridades dos EUA sobre suspeitas de desvio de recursos na Petrobras. Ele disse que se os EUA abriram a investigação, devem dar continuidade “como o Brasil está fazendo”. “A expressão doa a quem doer é muito correta em relação às investigações que já estão sendo feitas pelo governo federal”, disse Temer.

    É importante destacar que, ao contrário do que disse a presidente Dilma Rousseff durante a campanha eleitoral, o governo federal tem feito tudo para impedir a investigação do maior escândalo de corrupção da história nacional. A ação da tropa de choque do Palácio do Planalto na CPMI da Petrobras, nesta terça-feira (11), impediu a aprovação de requerimentos, em especial de convocação dos envolvidos no esquema criminoso.

    A posição do governo brasileiro em relação às investigações que já estão em curso nos Estados Unidos é muito delicada, uma vez que para continuar comercializando ações na Bolsa de Nova York a estatal terá de reconhecer as ilegalidades, já explicitadas nas investigações, e submetendo-se, na melhor das hipóteses, a um termo de ajustamento de conduta, como informou um renomado operador do mercado financeiro internacional. Se isso acontecer, ou seja, a petrolífera reconhecendo o esquema de corrupção, O GOVERNO DO PT SERÁ ARRASTADO DE VEZ PARA O OLHO DO FURACÃO, sem direito a desculpas esdrúxulas.

    No caso de negar que o caso de corrupção tenha ocorrido, apesar do cipoal de provas incontestáveis, a Petrobras poderá ser banida da Bolsa de Nova York, o que deixaria a empresa em situação de dificuldade ainda maior. Isso significa que O GOVERNO BRASILEIRO TERÁ DE DECIDIR se salva a Petrobras ou poupa o Partido dos Trabalhadores.

  3. Já circula na imprensa, declaração de dona Dilma dizendo que esta investigação vai mudar o Brasil.

    Essa sra acha que todo brasileiro é idiota.

    Ela era presidente do Conselho da Petrobras, não sabia de nada, o sr Lula era presidente da republica e tb não sabia de nada!

    Ora, vão ser cínicos assim, lá em Brasilia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *