Disfarça e chora que já vem a aurora

Dalmo foi o último parceiro de Cartola

O cantor e compositor carioca Agenor de Oliveira (1908-1980), mais conhecido como Cartola, considerado por diversos músicos e críticos como o maior sambista da história da música brasileira, na letra de Disfarça e Chora”, em parceria com Dalmo Castelo, mostra os sentimentos amorosos que acontecem durante uma noite de samba na vida das pessoas. Esse samba faz parte do LP Cartola lançado, em 1974, pela gravadora Discos Marcos Pereira.

DISFARÇA E CHORA

Dalmo Castelo e Cartola

Chora, disfarça e chora
Aproveita a voz do lamento
Que já vem a aurora
A pessoa que tanto queria
Antes mesmo de raiar o dia
Deixou o ensaio por outra
Oh! triste senhora
Disfarça e chora
Todo o pranto tem hora
E eu vejo seu pranto cair
No momento mais certo
Olhar, gostar só de longe
Não faz ninguém chegar perto
E o seu pranto oh! Triste senhora
Vai molhar o deserto
Disfarça e chora

                              (Colaboração enviada por Paulo Peres – site Poemas & Canções)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *