“Dispensamos voto de quem pratica atos de violência”, afirma Bolsonaro

Resultado de imagem para bolsonaro dá entrevista em casa

Candidato lamenta agressões ao pessoal do #EleNão

Jussara Soares
O Globo

O candidato à Presidência Jair Bolsonaro (PSL) se manifestou sobre a onda de violência causada por desavenças políticas no país. O presidenciável escreveu em suas redes sociais, na noite desta quarta-feira, que dispensa o “voto de quem prática violência” contra eleitores que não o apoiam.  Este é o  posicionamento mais contundente de Bolsonaro contra as agressões.

“Dispensamos o voto e qualquer aproximação de quem pratica violência contra eleitores que não votam em mim. A este tipo de gente peço que vote nulo ou na oposição por coerência, e que as autoridades tomem as medidas cabíveis, assim como contra caluniadores que tentam nos prejudicar”.

NAZISMO – Poucos minutos após a primeira mensagem, Bolsonaro escreveu que existe um movimento para ligar a campanha dele ao Nazismo.

“Há também um movimento orquestrado forjando agressões para prejudicar nossa campanha nos ligando ao Nazismo, que, assim como o Comunismo, repudiamos completamente. Trata-se de mais uma das tantas mentiras que espalham ao meu respeito. Admiramos e respeitamos Israel e seu povo.”

Antes de o presidenciável escrever no Twitter, o PSL, partido de Bolsonaro, divulgou uma nota curta sobre o assunto: “O PSL sofreu e repudia toda e qualquer forma de violência. O respeito é a base para uma democracia justa e tolerante.”

CASOS DE VIOLÊNCIA – Desde a votação do primeiro turno, no domingo, têm sido registrados casos de violência atribuídos a eleitores do capitão do exército. Em Salvador, um mestre capoeirista foi morto com 12 facadas após revelar que havia votado no PT. Em Recife, uma jornalista registrou um boletim de ocorrência contra eleitores de Bolsonaro por agressão e tentativa de estupro. Em Porto Alegre, uma mulher teve o corpo marcado por uma suástica. A violência teria ocorrido por ela usar uma camiseta escrita #EleNão.

Em conversa com a imprensa na noite de terça-feira, Bolsonaro, ao ser questionado sobre os episódios de violência, disse que não “tem como controla a militância” e perguntou: “o que eu tenho com isso?

‘”Essa pergunta não tem que ser invertida? Quem levou a facada fui eu. Agora um cara com uma camisa minha comete lá um excesso, o que eu tenho com isso? Peço ao pessoal que não pratique isso, mas não tenho controle. São milhões e milhões de pessoas que me apoiam. A violência vem do outro lado, a intolerância vem do outro lado. Eu sou a prova, graças a Deus, viva disso daí” — disse o candidato.

23 thoughts on ““Dispensamos voto de quem pratica atos de violência”, afirma Bolsonaro

  1. Se Haddad dissesse o mesmo, acabariam os eleitores do PT. O fato é que nenhum dos dois pode dizer que abrem mão de qualquer voto. O voto é do eleitor. Que Bolsonaro se acostume a isso ou que nem concorra. A partir do momento em que se eleger, ele vira vidraça como todos os outros antes dele. Será açoitado por perguntas sobre o que sequer tem conhecimento ou controle. Precisará manter o controle e o foco.

  2. Votei Ciro no primeiro turno – agora é Bolsonaro.
    O frio apoio de Ciro a Haddad
    Candidato não fez declarações públicas. Partido afirma que não ocupará cargos em um eventual governo do PT nem participará da campanha petista – El País.
    Ciro não me decepcionará!

  3. Olhem o que diz o médico que operou Bolsonaro:
    compartilhando:

    “Como médico e como cristão condoído pelo sofrimento de Jair Messias Bolsonaro gostaria de esclarecer alguns pontos que foram esquecidos nestes últimos dias. Há um mês Jair sofreu um grave ferimento por arma branca que custou-lhe uma severa hemorragia interna, contaminação peritoneal com fezes devido lesão de seus intestinos delgado e grosso e consequente peritonite fecal. Foi realizada uma colostomia temporária que aguarda alguns poucos meses para ser fechada. No seu pós-operatório imediato teve uma deiscência de sutura bloqueada com oclusão intestinal. Foi novamente operado. Agora se recupera graças aos seus excelentes profissionais e ao bom Deus. Neste período tem sido vitima de impropérios e acusações tais como: o ferimento não teve gravidade, não compareceu a debates com atestado médico falso, amarelou entre outros adjetivos. Qualquer trabalhador afastado de suas atividades pelo SUS por tais lesões gozaria de afastamento de suas funções por dois ou três meses. Bolsonaro completa agora o seu primeiro mês do trauma, ainda não completou um mês de sua última cirurgia. Para esclarecer ao leitor leigo, seu estado geral ainda é muito precário o que pode ser visto na sua última entrevista em seu domicílio. A colostomia que é uma saída artificial de gases e fezes em uma bolsa plástica é muito inconveniente. Fezes e gases saem independente da vontade o paciente. Os gases fazem ruídos altos, audíveis no ambiente que está o paciente e as fezes, exalam um odor desagradável que pode ser sentido por quem está próximo.
    O constrangimento de um colostomisado é muito grande. Imaginem num ambiente como os Estúdios da Globo e com um público de milhões de expectadores. Acredito que ninguém gostaria de se expor desta maneira. Acho injusto chama-lo de covarde, que correu do debate, que amarelou, que usou atestado frio, etc. etc. Ignorância extrema e falta de caridade cristã. Fico revoltado com tanta sujeira. Por favor respeitem um ser humano independente de suas convicções políticas.”
    João Batista Marchesini, CRM/Pr.1551

    Atenciosamente.

    • Por isso mesmo que o querem mais que nunca nos debates. Não os que tem brio e caráter, mas os que o querem fora de qualquer forma. O profissional médico não permitiu sua ida, não tem conversa fiada, não vai e acabou.

  4. Sobre a facada em Bolsonaro, está havendo um avassalador apoio da mídia à tese que o autor é doente mental.

    A esquerda quer se resguardar mais uma vez daquilo que ela realmente faz: mente, rouba e mata.

    • Eu tb cheguei a pensar que o Adelino Bispo era doente mental, mas analisando bem as provocações e ofensas do Bolsonaro, a impressão é que treta entre eles é coisa pessoal, rivalidade política, que não tem nada ver com “crime contra a segurança nacional”, ainda, que, às vez, pareça armação que ajudou a tornar o “palmito” um mito, e fez do nada um candidato a presidente favorito. E o isolamento do Bispo continua muito esquisito, hein ?

      • estou chocada com as suas afirmações. existe um coração no seu peito, um pouco des respeito ao ser humano? O cara levou uma facada
        Ele ja era um mito antes disso.
        Você deve ser Petista com certeza

        • Sim existe um coração no meu peito que não gosta de charlatõe$ do $istema político apodrecido, que por idiotices, levam pobres coitados à loucura e até para a cadeia, enquanto eles vivem no bem bom. Petista é a vovozinha. Que merda é essa nessas cabeças fracas, desses donos do mundo, que acham que neste país tem que ser tudo petistas ou antipetista. Será que vossa demência me permite ser anti-continuísmo da mesmice do $istema 171 podre ?

  5. O problema do Bolsonaro e seus bolsonarianos é que muitos deles estão confundindo as coisas. É SÓ DEUS, NA CAUSA, QUE CONSEGUE EXPLICAR O QUE ESTÁ ACONTECENDO NA CABEÇA DE ALGUNS INTELECTUAIS, BOLSONARIANOS, de extrema direita, que estão conseguindo enxergar fantasmas em plena luz do meio dia, e até mesmo confundir Bandeira do Japão, como se fosse uma possível nova bandeira comunista do Brasil. https://www.youtube.com/watch?time_continue=3&v=NojHBPe10ks

    • E aqueles que não são bolsonarianos , ou de esquerda,centro ou direita. Gente cética, de bom senso, que conhecem o esquerdismo na sua totalidade e sabe que ele mente, rouba e mata?

  6. – Em vídeo, esfaqueador de capoeira nega ser eleitor do capitão:

    https://www.youtube.com/watch?v=10nCy4F7Yxw

    A fulana que foi tatuada na barriga, também não registrou a ocorrência:

    https://www.correiodopovo.com.br/Noticias/Policia/2018/10/663558/Jovem-que-alegou-ser-agredida-na-Cidade-Baixa-desiste-de-representar-criminalmente-

    https://g1.globo.com/rs/rio-grande-do-sul/noticia/2018/10/10/jovem-e-agredida-e-marcada-com-canivete-por-vestir-camiseta-com-ele-nao-em-porto-alegre.ghtml

    Várias fotos antigas de suásticas estão sendo lançadas pela campanha suja dos esquerdofrênicos corruPTos.

    O terrorista que tentou matar o futuro presidente do Brasil foi membro dos comunistas amarelos por sete anos.

    Em breve, a organização criminosa dos corruPTos vai chegar ao fim e seus bandidos devidamente encarcerados!

  7. Heil Bolsonaro!

    Caro Jair, grande parte de seus eleitores são pessoas violentas tal como o senhor. Não cuspa no prato que come. Não fique de viadagem. Ou lhe darão o mesmo tratamento que o senhor dispensa aos negros de sete arrobas, as mulheres, só as que merecem ser estupradas (já que para o candidato estupro é merecimento) e aos gays.

    Heil Bolsonaro!

  8. De acordo com alguns petistas, se alguém usando uma camisa do FLAMENGO cometer um assalto, o PRESIDENTE do clube deveria ser indiciado…

    • Essa gente não é doente, é muito pior, é doentia.

      Por essas e outras ela acha natural mentir, roubar e matar.

      A história está ai para não nos deixar mentir.

  9. Bolsonaro envelheceu uns 10 anos. Vê-se que o seu semblante é triste pelo sofrimento por que passou. Mas mesmo assim tem URUBU sem trava na língua e sem bondade no espirito que goza com a ofensa barata.
    Certamente não somos feitos do mesmo barro – há gente que é feita de outra coisa.

  10. Os PTralhas comunistas usam camisa de Bolsonaro e praticam atrocidades para incriminá-lo.
    Esses meliantes do PT são capazes de tudo, e sua prática comum é mentir, roubar e matar…

  11. Bolsonaro e Haddad, na verdade, não tem projeto novo e alternativo de política e de nação nenhum, é o nada versus coisa nenhuma em termos de fato novo de verdade. E isso é triste, porque a população não está aguentando mais o continuísmo da mesmice, os sofismas, as bravatas e as armações dos carreiristas do $istema podre.

  12. É fato que esse sujeito é um psicopata ou sociopata!
    Segundo livro que estou lendo, o perfil dele, a projeção de sua personalidade relativamente ao próximo, está entre esses citados indivíduos que sofrem de transtorno patológico, que corresponde a pelo menos 1% da população (mais de dois milhões de brasileiros). Eles estão distribuídos e exercem diversos papéis na sociedade. Para cada um que se manifesta com tendências homicida, outros tantos transitam por outros delitos ou praticam ações antiéticas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *