Disputa para escolher o presidente será um confronto em separado nas eleições gerais

Charge do Jota Camelo... - Jota Camelo Charges | Facebook

Jota Camelo Charges | Facebook

Carlos Newton

O Brasil tem uma política totalmente surrealista, com pelo menos 32 partidos disputando essas eleições gerais. É uma espécie de desmoralização da política, porque a ideologia político-partidária é totalmente bagunçada no maior e mais importante país do lado debaixo do Equador. Essa confusão provoca um estranho fenômeno, fazendo com que a disputa pela Presidência ocorra como uma eleição em separado.

Melhor explicando: as alianças partidárias só valem para a disputa presidencial. No tocante às eleições para governadores, senadores, deputados federais e estaduais, esses acordos entre os partidos não têm o menor valor. Nos Estados, os respectivos diretórios regionais têm vida própria e neles prevalece a chamada Lei de Murici – cada um que cuide de si.

CONFUSÃO É GERAL – Se a fidelidade partidária não consegue prevalecer em grau algum nem mesmo no Congresso Nacional, pode-se imaginar o que acontece lá na ponta final, nos Estados e Municípios. Como dizia Machado de Assis, a confusão é geral.

É exatamente esta bagunça política que explica as estranhas anomalias que surgem diante do eleitor, como a chapa entre o sindicalista Lula, que nada entende de socialismo, é apenas oportunista, e o carola Geraldo Alckmin, com sua conhecida atuação no Opus Dei, a corrente católica mais retrógada e conservadora.

Como os dois podem estar juntos na patética entoação de “A Internacional”, promovida pela também ridícula cúpula do PSB, partido que se diz socialista sem ser, tipo a Viúva Porcina, do genial dramaturgo Dias Gomes, que, aliás, era comunista.

ORTEGA Y GASSET – Como dizia o extraordinário pensador espanhol Ortega Y Gasset (1883/1955), defensor da educação universal de qualidade, “o homem é o homem e a sua circunstância”, levando-se em conta simultaneamente tudo o que o circunda, a começar pelo próprio corpo e chegando até o contexto histórico em que se insere.

No Brasil de hoje, a circunstância é que pode-se votar num candidato a presidente por um partido e escolher candidatos de outras legendas para governador, senador, deputado federal e estadual.

Nessa circunstância se insere a candidatura de terceira via, que no primeiro turno será votada pela grande massa formada pelos eleitores que não aceitam eleger Lula ou Bolsonaro, uma fatia calculada em torno de 33% dos eleitores, percentual suficiente para levar a terceira via ao segundo turno.  

###
P.S.
Esta inquestionável realidade é reconhecida até pelos “institutos de pesquisas” que se dedicam a armar resultados que fortaleçam a polarização. Sabe-se que o enorme número de integrantes da maioria silenciosa, que rejeita simultaneamente Lula e Bolsonaro, não mudará de opinião no decorrer da campanha e deve votar no candidato da terceira via, que possivelmente será Ciro Gomes, porque os demais não decolam.

Quanto a Sérgio Moro, seria um fracasso como presidente. Afinal, um suposto político que fala em privatizar a Petrobras por ser uma empresa superada, com toda certeza, não merece receber os votos dos brasileiros. (C.N.)  

23 thoughts on “Disputa para escolher o presidente será um confronto em separado nas eleições gerais

  1. A direita sempre pregou o antagonismo.
    Eles são os santos e a oposição é o demônio!
    Todas as comparações feitas não condizem com a realidade.
    A direita dedica a maior parte das suas campanhas em denegrir o adversário.
    Esta fórmula já está desgastada. É por isso que muitos eleitores se consideram enganados pela direita.

  2. 1) Belo artigo.

    2) Astrólogos dizem que o Brasil é do signo de virgem, por isso a Democracia vai a passo de cágado… devagar quase parando…

    3) A Terceira Via idem… esperamos que o Ciro chegue ao Segundo Turno, com a Tabet na vice.

        • Esse cara é outro velho camaleão do sistema apodrecido, que, além de estar nadando de braçada nos famigerados fundões partidários bilionários ladrões, tb está fazendo de tudo para confundir o cenário, impedir e não deixar brotar nada de realmente novo no pedaço, trata-se de apenas mais uma balela do sistema apodrecido, agora fantasiada de “Rebelde da Esperança”, e o povo já sacou isso, e até por isso não decola, é mais um que não faz e nem desocupa a moita. Pode isso Arnaldo ? C.N., que já se desencantou com o Moro tb, graças a Deus, entenda uma coisa, amigo, se fosse um desses nomes que aí estão na praça há anos que a maioria silenciosa está querendo, obviamente já seria a 1ª ou 2ª vias e não 3ª, 4ª, 5ª… vias dos me$mo$.

          • Ciro em Curitiba: O presidente do PDT Paraná, André Menegotto, fez importante reunião ontem com líderes do COMBASE (Conselho dos Movimentos de Base) visando envolver a Militância Pedetista na recepção ao presidenciável Ciro Gomes, que chega à capital paranaense na manhã deste sábado (7). A agenda prevê entrevista coletiva de Ciro e deflagração da pré-campanha presidencial num encontro que também confirmará novas filiações e pré-candidaturas pedetistas para as eleições proporcionais. Junto com Ciro estarão o presidente nacional do PDT, Carlos Lupi, e o ex-ministro Aldo Rebelo, que é pré-candidato da sigla a senador por São Paulo.

            Confirmações para o Encontro Com Ciro em Curitiba (7/5). https://forms.gle/YjF6N8ZQAyrmuG6cA

            Ciro é única via para mudar o Brasil: “Nós temos a condição de ser a nova via para o Brasil em cima desse Projeto Nacional de Desenvolvimento, em que a gente diz de onde vem o dinheiro a ser aplicado, como mudar o nosso modelo econômico que, ao nosso modo de ver, é trágico para a sociedade porque favorece o sistema financeiro em detrimento ao sistema produtivo. Temos que favorecer a quem produz, a quem gera emprego, a quem faz o crescimento da economia”, disse Carlos Lupi, presidente nacional da legenda brizolista. https://www.pdt.org.br/index.php/lupi-afirma-que-ciro-e-unica-via-para-mudar-o-brasil/#.YnUB_MRI-ug.whatsapp

  3. Como é que pode: o presidente viaja ao exterior , com todos os gastos inerentes e assume o vice? Não , não pode assumir porque se tornará inelegível , já que vai disputar o senado; então , dá um 171 e vai pro exterior , com todos os gastos inerentes e assume o presidente da câmara? Não , não assume pq tentará a reeleição ; então , dá um 171 e vai pro exterior com todos os gastos inerentes.
    Muito edificante , não?

    • Zanardi;
      Não se preocupe. Quem paga esta conta é um tal de “Governo”. Aquele mesmo que paga salário ( para a sua Nomeklatura) de R$(30, 0) mil enquanto retira imposto do Operário que ganha R$2,0 mil.

  4. E DAÍ, sistema malandro, velhaco, mentiroso, camaleônico, vencido, tipo plutocracia putrefata com jeitão de cleptocracia e ares fétidos de bandidocracia, cadê as mudanças de verdade, sérias, estruturais e profundas que o Brasil espera há trocentos anos e a população pediu, desesperada e encarecidamente, nas ruas do país em Junho de 2013 ? Tivéssemos pelo menos o instituto das candidaturas avulsas, como na democracia norte-americana, que não obriga ninguém a votar, talvez fosse possível exorcizarmos os demônios do sistema podre nas urnas, mas, infelizmente, nem isso ele$ não nos permitem, como se fôssemos condenados e obrigados a suportar a ditadura partidária dos me$mo$ a vida inteira, com as suas 1ª, 2ª, 3ª, 4ª, 5ª, 6ª, 7ª…vias dos me$mo$, à paisana e fardadas, que ligam o nada ao coisa nenhuma em termos de mudanças de verdade, sérias, estruturais e profundas, falam uma coisa, praticam outra e não deixam brotar nada de novo de verdade no pedaço como propõe a Nova Via Extraordinária, a Revolução Pacífica do Leão, a Democracia Direta com Meritocracia, a nova política de verdade, o megaprojeto novo e alternativo de política e de nação, o novo caminho para o novo Brasil de verdade, porque liberdade não é utopia e, sobretudo, porque evoluir é preciso. http://www.tribunadainternet.com.br/na-maquina-do-tempo-uma-eleicao-entre-um-lider-envelhecido-e-o-outro-envilecido/#comments

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.