Disputa pela presidência do PSDB

Helio Fernandes

FHC quer o cargo, Sergio Guerra também. O governador de São Paulo, no mais completo silêncio. Aécio Neves, que tem um enorme grupo de porta-vozes, através deles, diz o seguinte: “FHC está ultrapassado, Sergio Guerra derrotadíssimo, não teve nem votos para se reeleger senador”.

Serra faz pesquisas, pode ser candidato a prefeito de São Paulo. E se prepara, faria proposta, reviravolta completa; amigos diriam a Aécio que “Serra aceitaria ser vice dele em 2010”. O que Aécio não aceitou em 2010.

 ***

PS – Serra faz qualquer coisa para permanecer no palco, deliciado com os holofotes. Pelos seus cálculos, ganharia fácil para prefeito em 2012, ficaria 15 meses (como da outra vez) até a desincompatibilização.

PS2 – Se Aécio não aceitar seu nome como vice, Serra não sairia da Prefeitura até 2014, criando problemas para o ex-governador de Minas. E como alternativa, poderia disputar a sucessão de Alckmin.

PS3 – Falta realmente muito tempo, mas só na aparência. A eleição para presidente do PSDB, agora. A prefeitura de São Paulo, logo depois. E os outros, também se movimentando. Acompanhem.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *