Doença urinária de Temer é grave e ele vai se internar no Hospital Sírio-Libanês

Na foto, todos rindo e simulando que está ‘tudo bem’

Carlos Newton

Desde quarta-feira, o Planalto vem fazendo um esforço enorme para simular que o presidente Michel Temer está bem de saúde e teve apenas um problema passageiro. Na verdade, o estado do chefe do governo inspira cuidados, ele está usando uma sonda na uretra e terá de viajar para São Paulo, onde será internado e se  submeterá a tratamento no Hospital Sírio-Libanês.

Reportagem de Adriana Dias Lopes, postada no site da Veja no final da tarde desta quinta-feira, começou a desfazer o mistério que cerca o atendimento de emergência no Hospital do Exército de Brasília, onde Temer permaneceu por oito horas.

COÁGULO – A repórter da Veja diz que a obstrução urinária (problema que acometeu o presidente e que causa dores fortíssimas e não apenas um “desconforto” ou “mal-estar”, ao contrário do que informou o Planalto) foi causada por um “coágulo na bexiga”, acrescentando que “a origem da formação do trombo no órgão ainda será investigada a fundo, mas a hipótese mais considerada pelos médicos é a de que esteja relacionada à cirurgia de extração da próstata, à qual o presidente da República foi submetido há seis anos”.

Em tradução simultânea, é preciso entender que não existe “coágulo na bexiga”. Na verdade, o coágulo não se manifesta na bexiga, a interrupção da via urinária acontece na uretra ou em um dos ureteres, canais que ligam os rins à bexiga, e a função deles é conduzir a urina até à bexiga, de onde sai pela uretra. Ou seja, a explicação médica correta seria de que houve um “coágulo originário da bexiga”.

SANGRAMENTO – Seguindo nesta tradução simultânea, deve-se explicar que o coágulo não se forma sozinho no ureter ou na uretra, é sempre fruto de sangramento. Quando ocorre um sangramento de pouca intensidade, o paciente pode nem sentir dor, desconforto ou mal estar. Simplesmente a urina fica avermelhada, indicando que há algum problema, então procura-se o médico para o tratamento. Quando há obstrução da via urinária, porém, é sinal de que o sangramento é mais intenso, capaz de registrar coágulos.

O que não se sabia é que Temer já havia retirado a próstata há seis anos, conforme revelou a repórter Adriana Dias Lopes: “A retirada da glândula pode tornar os vasos nos órgãos ao redor inchados e, portanto, suscetíveis ao desenvolvimento de coágulos, sobretudo em homens com mais de 70 anos. O presidente já toma regularmente antiagregantes para inibir a formação de trombos”.

HÁ CONTROVÉRSIAS – Essa referência da repórter à próstata desmonta a versão anterior de “coágulo na bexiga”, por indicar que a equipe médica do Hospital do Exército na verdade não conseguiu determinar se o sangramento vem da bexiga (mais acima) ou da área da próstata.

De toda forma, a existência de sangramento capaz de formar coágulo demonstra que não se trata de um caso simples, ao contrário do que o Planalto tenta propagar, ao exibir a fotografia de Temer assinando um contrato nesta quinta-feira, com todos ao redor às gargalhadas, em clima se festa. Aliás, nesta sexta-feira, a agenda presidencial está vazia, indicando que Temer pode antecipar a internação no Sírio-Libanês, que estava prevista para sábado.

###
P. S. –
 Como se sabe, Temer está também com obstrução parcial de uma artéria coronariana. Seu risco cirúrgico, obviamente, é alto. Por isso, terá de fazer cateterismo e instalar um “stent”, antes de operar as vias urinárias. (C.N.)

13 thoughts on “Doença urinária de Temer é grave e ele vai se internar no Hospital Sírio-Libanês

    • Esse PT é uma organização crudelíssima: mandou “plantar” uma nanopartícula radioativa, no sofá do presidente, para afetar justamente a região pélvica, a mesma acometida em Hugo Chaves. Quem será o próximo alvo dos feixes cancerígenos do PT?

  1. Tumores cancerígenos, desenvolvem seu próprio sistema de artérias, frágeis, que costumam sangrar.

    Próstata retirada há tempos, não causa sangramentos.

    Tudo muito estranho!

  2. Pelo menos uma coisa já rendeu: desde o anúncio dessa doença TEMERária, os consultórios dos urologistas estão repletos de filas, inclusive, mulheres hipocondríacas ou nosomaníacas, tentando encontrar prostatite em si.
    O Temer que fez a propaganda vai ficar sem nenhuma participação no faturamento dos profissionais da dedada. Como mulher o chefe tem, a essas alturas, a segurança da residência do presidencial será feita apenas por eunucos!

  3. Murphy’s law: “Anything that can go wrong will go wrong”. Ora, dado que Temer é qualquer coisa como qualquer um, a conclusão é que o seu estado vai piorar.
    Há ainda outro aspecto para uma piora drástica: ele malversou recursos criticos para o país ao comprar deputados corruptos para não ser processado por um tribunal que é uma piada em termos de eficiência. Enfrentasse o paciente Temer o STF, só seria processado post-mortem.
    Agora não dá mais. O próximo passo é escolher a cor do cetim de sua preferência ou a maneira preferida nowadays: cremation.

    • Divirjo do academico Tosen Sacs. Afinal não podemos esquecer que a lei de Murphy cai e recai sobre nós, o povo brasileiro. De modo que Temer vai sai dessa e, aí sim, piora prá nós. “Simples, no mamita”?

  4. Prezado Carlos Newton

    No início da votação, percebeu como estava o rosto de Rodrigo Maia ?

    Ele estava completamente pálido e tenso de uma forma estranha e muito diferente das expressões que sempre exibia nas sessões de plenário.

    Verifique nos vídeos disponíveis na Internet.

    Com a divulgação dessa situação médica em relação ao Temer, parece então que Rodrigo Maia foi avisado de mais detalhes da situação.

    Uma renúncia, um impedimento ou um afastamento de Temer, que o faça assumir o cargo prejudicaria também a ele (Rodrigo Maia), que tem o seu final de mandato como deputado federal em 2018.

    E o que ele irá fazer ? Concorrer novamente a deputado federal ?

    Estará ocupando o cargo de presidente da República e ao mesmo tempo será candidato a deputado federal?

    Pode ocupar tal cargo no Poder Executivo e se candidatar para cargo no Poder Legislativo ? Se puder, terá tempo para fazer campanha eleitoral ?
    Achará melhor se desincompatibilizar do cargo de presidente da República? Poderá fazê-lo ?

    O próximo na linha de substituição seria o presidente do Senado, Eunício de Oliveira, que foi eleito em 2011, e que está, portanto, também em seu último ano de mandato, e vai querer concorrer novamente para algum cargo (senador ?, deputado federal ? governador ?)

    Eles (Rodrigo Maia e Eunício de Oliveira) vão deixar o cargo de presidente da República para a próxima na linha de substituição ? Cármen Lúcia ?
    E a presidência do STF ? Ficará para Dias Toffoli ?

    Sugiro que analise essas possibilidades e escreva um artigo sobre isso.

    Gostaria de ler sobre a sua análise em relação a esses questionamentos e dúvidas.

  5. O jornalismo da TI não vai falar que a guerra no Rio começou com a execução do comandante da PM do Meyer? Sentimentos à família, mas só vai ser mais um ” homenageado. O orçamento para a inteligência da polícia civil para 2018 é de R $ 5.000,00. Boa Noite.

  6. É meu caro. Você diz , Tosen Sacs e eu reflito, Topen Sano. Será que o que pode dar errado, terá que dar errado ? Isso não é fatalismo? Já que me fez pensar eu retribuo.

    Legenda dos dias (Raul de Leoni)

    O homem desperta e sai a cada alvorada
    Para o acaso das coisas… e a saída,
    leva uma crença vaga, indefinida.
    De achar o ideal nalguma encruzilhada…

    As horas morrem sobre as horas… Nada!
    E ao poente, o Homem, com a sombra recolhida
    Volta, pensando: “Se o ideal da vida
    Nao veio hoje, virá na outra jornada.

    Ontem, hoje, amanhã, depois e assim,
    Mais ele avança, mais distante é o fim,
    Mais se afasta o horizonte pela esfera:

    E a vida passa… efêmera e vazia
    Um adiamento eterno que se espera.
    Numa eterna esperança que se adia

    Afinal de contas. O que estamos fazendo neste planeta?

    Um abraço

  7. Cabral vai para prisão que abriga terroristas e traficantes em MS. Uff, até que enfim apareceu um juiz macho depois do Moro. Menos um maricas ou comprometido com a safadeza. Hosana!

  8. Deixa eu ver se colaboro com esta questão do Temer:

    Em 2015 baixei hospital emergencialmente, em face de cólicas renais, insuportáveis na dor!

    Um cateter me foi introduzido pela uretra para alargar o ureter, onde me deixaram com uma sonda por dois dias, enquanto eu permanecia no hospital.
    Quando foi retirada pude voltar para casa, pois o cateter ficaria por trinta dias instalado para drenar as pedras, portanto eu voltaria para fazer o mesmo procedimento, só que desta vez ao contrário.

    Trinta e dois dias depois voltei ao hospital, retirei o aparelho, e estou sem problemas até os dias de hoje.

    Mas não tive essa obstrução urinária, apenas pedras nos rins, pois eu urinava normalmente.

    Se Temer está com esse problema, de não poder “desaguar”, certamente existem causas que precisam ser avaliadas e com muito cuidado, podendo ser até mesmo a próstata, que uma vez retirada resolverá o problema, se não for câncer, que exigirá um tratamento longo e intenso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *