Dois anos depois, fica evidente que foi um grande erro não termos elegido Ciro Gomes

Trégua entre Lula e Ciro agita cenários da sucessão em Fortaleza - Política  - Diário do Nordeste

Conversa de Ciro e Lula foi articulada por Camilo Santana

José Vidal

Eu não critico escolhas de candidatos, somente as opiniões sobre os motivos que levaram à escolha. Em 2022, no caso de elegermos no primeiro turno dois candidatos que se enfrentem na final e se forem Bolsonaro e um petista, que para mim são as piores escolhas (na eleição de 2018 já tinha comentado isso), os que não torcem fanaticamente por nenhum dos lados, como nós, ficarão novamente num dilema.

Particularmente, com bastante decepção e a vontade de eximir-me, caso ocorra a hipótese levantada aqui por Antonio Fallavena (Bolsonaro e um petista), escolherei o lado menos ruim. E, no meu modo de ver, o lado pior é o do governo atual.

CORRUPÇÃO DIFICULTADA – Com as doações empresariais proibidas, o fortalecimento de instituições como a Polícia Federal e o Ministério Público e o avanço da tecnologia, ficou mais difícil a corrupção material.

A corrupção moral, infelizmente, continuará, como diz Zenobio Santos de Souza. É muito difícil para qualquer pessoa, mesmo com ótimas intenções, mudar o status quo.

Diante disso, já escrevi e repito, Ciro Gomes é o candidato potencial que tem as melhores ideias de um plano para o desenvolvimento do país. E é um defensor ferrenho da educação.

RELAÇÃO COM LULA – Quanto à aproximação de Ciro Gomes a Lula, nada de concreto está acontecendo, pois a conversa entre os dois, intermediada pelo governador cearense Camilo Santana, se deu no início do mês passado e, pelo que tenho lido e ouvido, não foi concretizada nenhuma aliança. O acordo que houve foi de um pacto de não agressão entre os candidatos do PT e PDT em Fortaleza.

Ciro Gomes é o único político que fala em romper com algumas coisas estabelecidas e isso incomoda muita gente que diz apoiar mudanças, desde que tudo continue como está. Essa gente até preferiria a volta do PT a Ciro. Me lembra muito a opção feita quando Brizola se candidatou à presidência.

UM ÓTIMO GESTOR – Podem achar que Ciro é antipático, arrogante etc., mas não se pode dizer que ele seja incompetente, pois já provou ser um ótimo gestor quando exerceu cargos públicos. Quando ele renunciou às aposentadorias a que teria direito, também mostrou um desprendimento que poucos políticos ousam exibir.

Outra coisa que me agrada é o seu firme posicionamento nas coisas. Ele fala com franqueza e isso desagrada às pessoas, mas fala com inteligência. Eu gosto. E qualquer pessoa sabe que para um candidato que seja da ideologia centro para a esquerda só terá chance se puder contar com os votos dos eleitores do PT (os moderados, porque os fanáticos repudiam Ciro).

Enfim, se outro candidato aparecer e defender ideias semelhantes a de Ciro Gomes, aplaudirei, porque as pessoas não importam, o que interessa mesmo, o que é fundamental e que fica são as ideias.

45 thoughts on “Dois anos depois, fica evidente que foi um grande erro não termos elegido Ciro Gomes

  1. Ótimo gestor? Ciro propôs na última eleição reestabelecer a política econômica da Dilma, que quase levou o Brasil à bancarrota. Louco, incompetente e irresponsável. Ninguém merece.

      • Quantas vezes Ciro já elogiou e criticou Dilma e Lula, conforme a conveniência? Ele parece biruta de aeroporto. AS notícias estão aí, é só pesquisar.

    • Vidal, de onde tu tirastes que Ciro já provou que é bom gestor?
      Ciro não passa de um gângster desmiolado e que vive no ódio permanente e nas loucuras de ocasião. Ou tu não lembras quando ele disse que sequestraria o luiz inacio caso esse recebesse condenaçao.
      O apedeuta foi julgado, condenado, e Ciro nada fez, como era de se esperar.
      Para de querer inglar o ego de gente que não merece nem estar na vida pública.
      Ou tu achas que pelo fato de estar se juntando ao que não presta, isso lhe dará um tom de ser uma pessoa boazinha.
      Junte-se a ele e faça o que ele fez de mal ao país até aqui, e tu há de ver o que vai te acontecer.
      Ele é de família poderosa e assaltam o estado de todas as maneiras, e nada lhes acontece.
      Faça o mesmo, para ver onde tu vais parar.
      Tenha cuidado com que tu pensas que vai ganhar apoiando gângster.

      • Sem falar que ele não concluiu o mandato de prefeito de Fortaleza (foi nomeado ministro do Itamar, no meio do mandato), nem de governador do Ceará (foi nomeado ministro do Lula, também pelo meio do mandato), de onde veio esta bobagem de “ótimo gestor”. Como deputado federal quase não se notou sua presença no cenário da Câmara. É um grande enganador populista isso sim, tal qual todos os outros . By the way, sou cearense.

          • Obrigado. A propósito, essa história de que ele renunciou a duas aposentadorias, pergunto: quais? De Governador ele não tinha direito, tendo em vista ter renunciado ao mandato, de prefeito de Fortaleza, isso não “ecziste”

      • Caro Roberto Velasquez,
        é só pesquisar como ficou Fortaleza, o Ceará na sua gestão.

        Ministro da Fazenda iniciou no governo Itamar o plano Real.
        Iniciou o projeto da transposição do São Francisco como ministro do governo Lula.

        Deu seguimento a opção pela educação no Ceará, iniciada por Tasso.

      • Caro Geraldo Tavares,
        gosto muito da tua terra. Tenho muitos amigos por aí. Assim sendo, acho que estás errado. Ciro deixou a prefeitura de Fortaleza para se candidatar a governador. E não deixou esse cargo para ser ministro de Lula, como dizes. Foi aprovado amplamente nas duas gestões.

        Um abraço.

  2. O Autor, Sr. JOSÉ VIDAL, argumenta que não termos eleito o Sr. CIRO GOMES em 2018, foi um grande erro.

    A Pandemia Covid-19 embaralhou tudo. O Governo BOLSONARO/MOURÃO/GUEDES venceu com o bom Programa, em estava seguindo.

    O Sr. CIRO GOMES PDT, programou para a Eleição Presidencial 2018:

    PRIVATIZAÇÕES- Contra as Empresas Estratégica ( Petrobras, BB. CEF, etc,). A favor das Não-Estratégicas. CORRETO.

    REFORMA PREVIDÊNCIA SOCIAL: A favor da transição para Sistema de Capitalização Estatal. CORRETO.

    REFORMA TRABALHISTA: A favor de Plebiscito para Revogar a Reforma Trabalhista TEMER/MEIRELLES. ERRADO.
    Nossa Lei Trabalhista está “fora do Tempo” , atrapalha CRIAR EMPREGOS.

    LEI DE TETO DE GASTOS PÚBLICOS (antes da Pandemia):
    É contra a LEI DO TETO DE GASTOS e da LEI DE OURO. ERRADÍSIMO.
    O Estado Brasileiro já consome +- 45% do PIB, ou seja 36% de Carga Tributária, + 9% do PIB de Deficit Nominal). Temos que reduzir o inchaço do ESTADO.

    TRIBUTAÇÃO; A favor da Tributação de Lucros e Dividendos para Acionistas hoje ISENTOS, CORRETO. Aumentar o Imposto Máx. sobre HERANÇAS de 8% para 24%. “ERRADÍSSIMO” pois só afugenta Capitais para Paraísos Fiscais, etc.
    8% da Herança está muito bem.

    O Sr. CIRO GOMES seria um excelente Presidente na época de JUSCELINO KUBITSCHEK, ERNESTO GEISEL, mas não para hoje, onde temos um Governo Super-Inchado.

    Por isso, apesar de termos simpatia, não deu para Votar em CIRO GOMES.

    Abração.

    • Caro Bortolotto, acho que a saúde se deteriorá se for mantido esse congelamento. Na educação não sei se será possível, a menos que seja alterado alguma coisa. Com direcionamento de mais recursos para a educação básica e menos para a superior.

      Quanto aos impostos para herança é algo que há de se discutir melhor, mas deve ser progressivo a partir de um certo valor.

      Quanto ao Estado inchado, lembremos do Ceará, quando ele reduziu os deficits, tanto da prefeitura quando do estado. E não esquecer quando foi ministro da fazenda, quando o Brasil teve até superávit primário.

      Pelo que sei, ele não é adepto de aumentar o deficit, muito pelo contrário.

      sds

  3. Parabenizo o Editor pela postagem de dois artigos muito importantes:
    Na semana passada, um texto de Fallavena mencionando os porquês de ter votado em Bolsonaro e, no dia de hoje, o artigo de autoria de mais um gaúcho, Vidal, abordando e declarando o seu voto em Ciro Gomes, e o erro que cometemos pelo fato de o ex-governador cearense não ter sido eleito em 2018.

    Assuntos supimpas, como se dizia antigamente.

    Fallavena teve quase meia centena de comentários a respeito de suas posições; certamente, este, de Vidal, terá a mesma participação de comentaristas desse blog incomparável.

    Por outro lado, quero agradecer ao Editor, Carlos Newton, em razão de prestigiar os colegas com seus artigos.
    Não só enaltece a participação do eleitor e colaborador, como existe o reconhecimento pela qualidade das opiniões a respeito de política, o tema preponderante na TI.

    Dito isso, a minha opinião sobre o assunto em tela – MINHA OPINIÃO, e não que eu esteja discordando do articulista, saliento:
    Não podemos ter certeza se Ciro Gomes eleito, cumprisse com suas ideias e tivesse apoio político para realizá-las.

    Discutirmos em cima de hipóteses ou suposições seria mera ilusão, simples devaneio, uma sequência interminável de questionamentos calcados pela imaginação, logo, sem absolutamente nada de concreto para uma comparação com Bolsonaro.

    Indiscutivelmente, em teoria e conhecimentos, Ciro coloca o atual presidente na rabeira. No entanto, se uma comparação podemos fazer, eu diria que o candidato pelo PDT é muito mais agressivo e mal educado que Bolsonaro.
    O presidente é useiro e vezeiro em piadas mal feitas, em pronunciar palavras impensadas, porém Ciro é preconceituoso, maldoso, mal intencionado.

    A sua declaração em campanha para o Planalto, citando o povo sulista como nazista, comprova os esforços despendidos para atingir seus objetivos pessoais e políticos.
    Para não deixar dúvidas:
    https://www.youtube.com/watch?v=SbcUniHu7iA

    Outra questão:
    Ciro seria outro presidente prepotente, arrogante, truculento, exclusivista, e que dificilmente estenderia o seu poder para assessores.
    Dono da verdade, jamais estabelece uma discussão, pois a sua vontade deve sempre prevalecer.

    Dizendo-se mestre em economia, finanças, planos mirabolantes para desenvolver o país, a curiosidade seria saber quem seria o seu ministro da Fazenda ou, lá pelas tantas, quem sabe se ele não acumularia a função de presidente e ministro, simultaneamente?

    Como explicaria a sua constante troca de partidos políticos?
    Ciro não tem histórico político algum, então se apresenta como administrador, evitando abordar esse tema crucial na presidência.
    Teria o mesmo comportamento inadequado com os estrangeiros?
    E com quem ou qual seria o país que Ciro se atrelaria politica e ideologicamente?
    EUA, China, Rússia …. quem seria?

    Mais um aspecto:
    De que forma Ciro trataria a educação?
    A violência exacerbada?
    A Saúde depauperada?

    Não ouvimos nada sobre a violência e como a combateria na sua campanha.
    Questão Amazônica, como resolveria esse problema que tem levado o mundo a discuti-lo?
    Sua relação com o congresso se daria de que forma?
    E quanto as reformas fiscais, políticas, tributárias?

    Não há como sabermos sobre a administração de Ciro apenas no terreno hipotético.

    Portanto, afirmar que foi um erro não termos conduzido Ciro ao Planalto, seria o mesmo que discutirmos como seria o Cristianismo se Jesus não fosse crucificado!
    Uma discussão estéril, inócua, sem sentido.

    Mais ou menos como tentarmos debater como seria o Brasil, se Vargas não tivesse interrompido a sequência de paulistas e mineiros na presidência, em 1930.
    Ou se não tivesse governado o país por 15 anos e, depois de 4 de interstício, voltar ao Catete.

    Assim, aplaudo o artigo pela discussão que enseja, mas não o vejo como útil se comparado a Bolsonaro.
    E se Ciro morresse em um acidente qualquer ou fosse assassinado?
    Ou tivesse um delírio no poder, e nos metesse em guerra com os vizinhos?

    Ora, assim como se supõe que seria melhor que Bolsonaro, podemos imaginar que seria muito pior, uma vez que estamos debatendo teses, hipóteses, ideias, suposições, quem sabe … e se isso ou aquilo.

    Recomendo que devemos prestar muito mais atenção nos candidatos na próxima eleição, muito mais.
    Ouvi-los, questioná-los, compará-los, de modo que não incorramos em outro erro, tanto pelo que não fez o atual presidente e suas omissões em áreas vitais para o povo e país.

    Comparar jamais, pois o outro candidato, no caso Ciro, ainda não foi presidente da República, de modo que pudéssemos analisar o desempenho de ambos como seria com Lula.

    Ouçamos com muito atenção os discursos de Ciro para a próxima campanha.
    Se ele virá com novidades e, principalmente, como pretende abordar a pobreza e a miséria!
    Se continuará com o falso projeto social Bolsa Família nos moldes como se encontra ou terá novas propostas para utilizar milhões de brasileiros que poderiam trabalhar.

    De que forma se dará a sua relação com as FFAA e o Judiciário?
    Quais seriam os seus principais e inafastáveis objetivos para com o povo e Brasil?

    Enfim, muitas dúvidas, muitas perguntas.

    Agora, concordo que eleger Bolsonaro foi um erro nosso, do povo mas, não quer dizer que, se elegêssemos Ciro, que ele seria melhor que o atual presidente porque não encontro qualquer base ou fundamento que eu pudesse ter de elementos reais para afirmar que o ex-governador cearense seria melhor que Bolsonaro.

    O meu abraço ao conterrâneo, que veio abrilhantar esse espaço importante e democrático na Web.
    Saúde e paz.

    • Chicão,
      Essa dupla aí é nitroglicerina pura. Nenhum dos dois se respeitam. Isso todos nós sabemos.
      Se o ciro sentasse naquela cadeira do mal lá no planalto, teríamos algo muito parecido com o Joker.
      Definitivamente, NÃO É CONFIÁVEL!!!
      Quanto ao bolsonaro, ele nos mentiu descaradamente e nós eleitores na ânsia de escorraçar o pt, votamos no cruel.
      Num homem que não honra as calças que veste. Um louco é covarde até mais não poder.

      O eleitor não consegue ler pensamentos, apenas analizar a verborragia de sempre e a consequência disso é sermos sempre enganados.
      Digo mais, se o eleitor tivesse um aparelho que pudesse detectar as mentiras, te garanto que o presidente, o parlamento e a casas legislativas estaduais e municipais, não existiriam por falta de votos.

      Te pergunto Chicão, porque os nomes tem que ser sempre os mesmos? Porque não partimos para algo diferente?
      Será que os brasileiros não entendem que dessa panela com comida requentada não nos serve mais?
      Temos que mudar radicalmente e esquecer os políticos que passaram. Está mais do que provado que TODOS os que aí estão, não pensam na sua população morta de fome e escorchada pelos estratosféricos impostos sem nada ter de volta.
      Não pode mais ser assim, ou procuramos por nomes novos ou vamos continuar na miséria.
      Temos que buscar um novo modelo, este que está aí não nos serve mais há muito tempo, diria, desde sempre.

      Um forte abraço e muita saúde pra aturar toda esta doença.
      JL

  4. Só votarei em uma chapa com o PT, se o Ciro for o “cabeça”.
    Da mesma forma que a Dilma ” … e andou” para o que o Lula queria ou pensava; muito mais o Ciro estará a “Cavaleiro” para fazer o mesmo.
    PS: Afastar do poder o clã Bolsonaro será o melhor para a sociedade a meu ver.

    • Caro Jose Vidal,concordo ipsis litteris..
      Mas,minha surpresa é com comentarista Bortolotto,até respondeu aqui mesmo na TI,Ciro Gomes será ótimo Presidente por ideias claras e objetivas,comprometido com crescimento econômico,reergue o parque industrial,etc.
      Agora,o ilustre comentarista coloca algumas objecções contra o CIRO GOMES.
      É surpreendente.

      Amigo,”esqueceu-se das remessas de fortunas via cc5 para exterior.
      Esqueceu se da farra de sobra de caixas que esse desgoverno remunera aos banqueiros diariamente.esqueceu se da farra das isenções inclusive aos ditos evangélicos.
      Sem falar,do perdão aos senegadores contumaz…

      Pra terminar por hoje, só hoje..

      Bolsonaro,ja passou por seis 6 partidos,PTB do Jefersson,e na escola do MALUF, por sinal saiu se um bom aluno..

      Os demais comentários com Max. vênia, são mofos e borelento, não passa VILANIA política,contra as idéias desse grande Nacionalista doutor CIRO GOMES.

  5. Hahahaha… gzuis! Ciro Gomes! Um completo idiota que muda de galho em galho conforme as conveniências políticas? Ah nem vale a pena ler o resto do texto. Pode parar por aí mesmo….

    • Que trouxa esse Jad Bal Ja. Como se Bolsonaro não fosse também um idiota que mudou de discurso diversas vezes no passado. Em 2014 ele queria ser vice do Aécio. 🙂

      • O que não exclui o fato de Ciro assumir opiniões sem deixar qualquer margem pra recuo, e logo depois mudar de opinião como se nunca tivesse dito nada. Há um ano Ciro chamava Lula de enganador, de inconfiável, e agora quer aliança com ele. Quem está enganando quem? E mais uma vez, Bolsonaro fazer isso ou aquilo não exime o Ciro. Não estou defendendo Bolsonaro. E acho que fui bem claro, não quero ficar dois dias te respondendo, como de outra vez.

  6. Agradeço todos os comentário e quero dizer que escrevi o que penso.

    Quem quiser pesquisar um pouco mais sobre Ciro, poderá fazê-lo, afinal de contas, há muito material na internet. Foi o que eu fiz, porque gosto de opinar com base na realidade.

    Só as ideias de apoio à reindustrização, à tecnologia e sobretudo à educação, são coisas que me cativam. Ele também tem ciência de que o deficit público deve ser combatido. Foi o que praticou enquanto prefeito, governador e ministro da fazenda.

    É a favor da flexibilização dos gastos públicos em educação e na saúde e acho que está certo. Se não houver essa flexibilização nessas duas áreas, pioraremos.

    Enfim, a gente tem de discutir ideias, mas parece que preferimos discutir pessoas. Esperando que, como num passe de mágica, salvador da pátria surja, mesmo que não apresente proposta alguma ou fale só o que o povo gosta, coisas fúteis.

    Abraço a todos.

    • E antes que esqueça, vou responder ao meu amigo Bendl,
      Ciro não falou que o sul era nazista, mas que o discurso de ódio, de divisão, de nazista é muito forte no Sul. E não é? É só verificar a votação de 2018.

      Repito que as ideias devem ser discutidas. Não importa se Ciro não for candidato, mas temos de estar convencidos que o que a pessoa fala não é somente da boca para fora.

      Abraço, saúde e vida longa

      • Meu amigo e conterrâneo, Vidal,

        Não, não é muito forte no Sul o discurso de ódio, de divisão, de nazista!
        Aliás, tampouco fraco!

        E não sou eu quem está afirmando, mas a nossa história de lutas e de demarcação do RS, logo em seguida ao nosso descobrimento.

        Podemos ser chamados de telúricos, bairristas, exclusivistas, orgulhosos, menos que tenhamos dentro de nós preconceito, ódio, e simpatia pelo nazismo.

        Ciro, como todo e qualquer boquirroto, ao ter consciência que perderia as eleições porque somente obteria votos no Ceará, proferiu essa frase odiosa, caluniosa e preconceituosa, dando a entender que o Sul não gostava de nordestinos e nortistas!

        Por mais inconveniente e grotesco o modo como Bolsonaro se apresenta, jamais disse tal ofensa a quem quer que seja!

        Diga-se de passagem, Vidal, o primeiro negro presidente de uma Assembleia Estadual no Brasil foi gaúcho;
        a primeira negra Miss Brasil era gaúcha;
        o primeiro governador negro no país foi gaúcho.

        Do alto dos meus 71 anos nunca li ou ouvi ou soube de movimentos sociais e/ou políticos, que tivessem nas suas essências o preconceito ou identificação com o nazismo ou fascismo.

        Aliás, se existe um povo que sempre andava às turras era o gaúcho:
        Revolução Farroupilha;
        Revolução Federalista;
        Revolução de 30;
        Revolução de 32;
        Legalidade em 61 … revoltas sempre em razão de convicções, de ideais nossos, sulistas, e não porque advindos da capital ou do exterior.

        Como confirmação do que registro, saliento a célebre frase do general Davi Canabarro, então líder da Revolução Farroupilha, ao responder sobre a oferta de auxílio proveniente da Argentina.
        Na carta, alertava:
        “Senhor: o primeiro de vossos soldados que transpuser a fronteira fornecerá o sangue com que assinaremos a paz com os imperiais. Acima de nosso amor à República está nosso brio de brasileiros”.

        A Legalidade confirmou o nosso caráter pela justiça, pelo correto, quando o gaúcho se ergueu contra militares que não queriam que Jango assumisse o Planalto na renúncia de Jânio.

        O discurso de Ciro foi segregacionista, e deve um solene e compungido pedido de desculpas ao Sul do Brasil.

        Se for candidato, que tome essa atitude antes de vir (desculpar-se), pois receberá o mesmo repúdio que Lula teve dos gaúchos após o petrolão!

        Muito agradeço pela tua deferência comigo, parceiro e amigo.
        Tenho especial predileção quando debatemos ideias, haja vista enaltecer tanto as nossas origens, quanto à necessidade que temos de saber, de conhecer, de ratificar ou retificar nossos pensamentos.

        Um forte abraço.
        Saúde e paz.

        • Acho que não entendeste meu caro Bendl, eu concordei quando quando foi dito pelo Ciro que o discurso de ódio de Bolsonaro repercutiu fortemente na parte sul e sudeste do Brasil.

          Posso estar errado, mas é minha opinião. Aliás, ficava muito surpreso por um discurso assim, simplista, preconceituoso, violento, pegar tanto assim. Sem ideias, vazio de conteúdo.

          Abraço, saúde e vida longa.

          • Leia com atenção caro Bendl, depois me respondas. Acho que és um ótimo intérprete de texto. Ficarei muito desapontado se continuares com afirmando o que escreveste.

            Abraço, saúde e vida longa.

          • Caro Vidal,

            Dessa vez coloco o link, onde Bolsonaro nos caracteriza como nazistas pelo discurso de ódio que vem do Sul, nas suas palavras:

            https://brpolitico.com.br/noticias/ataque-de-ciro-a-discurso-nazista-do-sul/

            Sendo assim, continuo sem corrigir uma vírgula quanto à ofensa e calúnia de Ciro sobre essa região do país, a Sul.

            Sobre a postagem do link, no teu comentário acima e último, é nítido que o jornal colocou panos quentes na declaração do candidato pelo PDT.
            Não se lê a palavra nazista, conforme consta no vídeo que registrou a fala do candidato nesse sentido.

            Mas, como tu mesmo explicaste, e concordo contigo plenamente porque é o meu caso também, trata-se da MINHA opinião.
            Não digo que estás errado, muito menos que não saibas interpretar um texto.

            No entanto, afirmaste que ficarás desapontado comigo, se eu continuar reafirmando o que escrevi anteriormente sobre o discurso onde Ciro nos acusa de nazista.

            Lamento, sigo nessa afirmação:
            O discurso de Ciro no vídeo é claro quanto ao seu ódio e preconceito ao Sul do país.

            No entanto, diferente de ti, não estou decepcionado contigo, pelo contrário:
            Nossos debates me proporcionam conhecer, aumentar meus parcos conhecimentos, e acrescentar palavras e expressões em meus comentários advindas de teus textos.

            Tu terás que ter paciência com esse semianalfabeto, que possui sérios problemas de interpretação, que compensa através da sua experiência, do que percebe sobre os acontecimentos nada adequados e compatíveis às necessidades do povo!

            Outro abraço, se o aceitares, claro.

  7. Ciro é uma ilusão, pior porque iludiu a ele próprio, que estragou sua carreira política perseguindo a presidência sem ter cacife pra isso. Como escreveu FHC em seu Diário da Presidência, Ciro é um oportunista que vive da imprensa. A única vez que Ciro teve alguma chance de ser presidente foi em 2002, quando podia ser uma alternativa para “zelite” que ainda desconfiava do Lula, e não tinha mais como engabelar o eleitorado para manter os tucanos no poder. Mas ele cuidou de derrotar a si mesmo dizendo bobagens e fornecendo munição para Serra. Depois disso nunca mais, Ciro sempre tropeça nas próprias pernas, não tem máquina nem apoio político pra ser presidente. Pertencerá à história do que não foi.

    • Certo caro Pedro Meira,
      mas quais ideias defendes? É isso que devemos pensar. Se as de Ciro não te agradam, então, quais outras?

      Acho que o que menos importa são as pessoas, devemos defender as ideias.

      • Em primeiro lugar, pessoas importam sim. As pessoas não são avatares de idéias abstratas. Ainda mais no caso de um político tão personalista quanto o Ciro, cujas idéias variam conforme o momento e sua necessidade de se manter sob os holofotes.
        Quanto às minhas idéias, acho que pendo um pouco mais para a esquerda, porque sou cético quanto ao discurso da “boa direita” de “estado mínimo”, coisa inaplicável no Brasil, onde o estado já quase inexiste para a maioria da população pobre. Não tenho interesse de alongar esse assunto, nem de desenvolver polêmicas sem fim com neoliberais.

  8. Não, por favor, já chega! Precisamos de gente com compostura, ternura, empatia, capacidade de liderar. Ciro, no fundo, é um Bolsonaro do nordeste.

  9. Não vos apoquenteis, nobres gaúchos Vidal e Bendl. Há grandes afinidades históricas entre cearenses e gaúchos. Com a grande seca de 1877/79 que praticamente dizimou o rebanho bovino do Ceará, a industria da carne de sol, que era muito forte no Estado, transferiu-se para o Rio Grande fortalecendo a então incipiente industria da carne de charque. Demais disso, um sobralense (não é conterrâneo do Ciro por que este nasceu em Pindamonhangaba), José Julio de Albuquerque e Barros – Barão de Sobral, foi Presidente da Província do Rio Grande do Sul, no Império.

    • Legal caro Paulo Saboia, como escrevi, gosto muito do Ceará, tenho amigos nesse estado. Quanto ao Bendl, tranquilo, a gente troca ideias e discute, como bons gaúchos que somos.
      Abraço.

    • Saboia,

      Debater, discutir, confrontar ideias é simplesmente salutar.

      No entanto, somente acontece quando duas ou mais pessoas se respeitam, mesmo que pensem diametralmente oposto às convicções alheias.

      A meu ver, isso se pode denominar como evolução, civilidade, avanço social e político.
      Mais:
      Precisa-se ter uma boa personalidade e fundamentos para esse duelo, essa troca de manifestações e, muito cuidado mas, muito mesmo, de não se invadir o terreno pessoal.

      Obrigado pelo comentário, e por favor, participa mais desses temas postados, pois quanto mais pessoas inteligentes e objetivadas em um país melhor de se viver, as opiniões discordantes serão sempre bem-vindas, até mesmo quando todos concordam com a mesma conclusão.

      Forte abraço.
      Saúde e paz.

  10. Caros Vidal e Bendl, estou sempre por aqui atento às conversas quando são inteligentes como a de vcs.. E quase sempre o são nesta Tribuna. Tenho um predileção especialíssima pela terra e a gente gaúcha pois morei por quase três anos no Portinho na década de 70, quando fiz uma pós-gradução na UFRGS. Para acochar o chamego, ainda trouxe uma linda filha, hoje arquiteta, que é, por assim dizer, “cearucha”. Abraços, saúde e paz.

  11. Prezado José Vidal e amigos Tribunários
    Já não tenho tempo ou espírito para me apavorar: quem assistiu o que assisti nos últimos 30 anos e está com alguma lucidez, sabe do que falo. Vivemos momentos infames, desagregadores, nebulosos, pandemônicos.
    Eu e um grupo de amigos, conseguimos concluir uma “pesquisa” de opiniões, sugestões e brigas entre internautas (redes sociais, blogs, sites, etc), onde colhemos 120.000 opiniões, sobre vários temas.
    Senhores, diria Boris Casoy – é uma vergonha! Cerca de 63% das manifestações foram classificadas como: desconhecimento, idiotice, ignorância. E a tendência é piorar. Pouco mais de 5% foram consideradas corretas, com noções de conhecimento. Os restantes 32% foram classificadas como ataques pessoais, desequilíbrios mentais einaproveitáveis!
    Com o acompanhamento que fizemos ao longo de 31 anos, somos forçados a afirmar que:
    • O nível de conhecimento, compreensão e noção sobre temas país, instituições, constituição, ensino, educação, segurança são muito pequenos e/ou desconhecidos da maioria da sociedade;
    • Aprofunda-se a falta de educação dos adultos, jovens e adolescentes, em todos os níveis;
    • A liberalidade extrema já existe em diversas camadas a sociedade.
    Debater-se, hoje, ideias é necessário. Mas o problema de quem elegeremos nas próximas eleições de 2020/2022, pode ter nexo no ambiente atual, mas não resultará em nada nos próximos anos.
    Relato estes fatos para dizer que, mantidos os pilares da atual democracia, no formato e aplicação atual, nosso país está sem saída! E com uma sociedade crescente e bestializada!
    Agir ou esperar, estas são as nossas opções!
    Abraço fraterno.
    Fallavena

  12. Breves ponderações sobre Ciro Gomes:

    1) Ciro durante toda a sua vida política (passou por mais de 10 partidos),não soube,ou não quis,planejar um verdadeiro projeto de nação.

    2) A sua personalidade autoritária é um dos defeitos quem tem.
    Ciro é um “coronel” do cangaço” desde sempre.
    Se perder a língua (afiada,sempre) acaba.

    3) Ciro errou por não entender que a única saída
    para o Brasil é pela direita,com forte economia liberal e preservação do valores morais e tradicionais positivos.

    PS-Lembro que na eleição de 1994,Ciro caiu de pau em cima de Brizola,dizendo que este representava a “fina flor do atraso” (socialismo-PDT).Hoje,incoerentemente,está no PDT.
    PS2-Brizola deve estar dando voltas no túmulo.

    4) Ciro colecionador de derrotas (por falta de acuidade política-vide item 3) é uma frande que em nada contribui para as graves demandas do Brasil.

    PS3-É preciso que a população brasileira,se convença de que esses populistas não são a solução para o país,uma vez que,demonstram sempre atitudes baseadas no autoritarismo (vide Ciro,por exemplo),sem qualquer estrutura de Estadista.
    PS4-Esse argumento acima,é perfeito para Bolsonaro Zero Zero,também.

    5) Ciro perdeu o “time” político.
    Não passará disso.

    • São dia 20:45 01/11.
      Só agora estou lendo algumas observações eminetemente eleitoreiras e emocionais

      Ora,Ciro só passou incluído PDT 6 partidos,sendo que o PMDB,foi a pedido pelo Presd. Itamar Franco, para acomodar a situação.

      Ser inteligente, e ter resposta e ser franco,entendo,é virtude.

      Ser liberal é uma coisa,fazer bacanal com dinheiro público é outra coisa.

      Desde 94,Ciro defende as ideias de Vargas,que foi o período de crescimento +- 10% e pós 64,com os militares +-7%. PIB.

      Brizola 2002 em convenção partidaria indicou Ciro Gomes candidato do PDT,portanto se tinha alguma rusga ou intriga,essa foi desfeita..
      Procurei nos arquivos do programa roda viva,não encontrei nada.
      Pelo contrário, vi um Ciro Gomes, atuante e com espirito público,defendento a economia de estado.
      Está tão atual como nunca…

      Por derradeiro, François Mitterrand,só foi eleito na oitava 8° tentativa.

      Penso,que cada um escreve o quer,desde quê, tenha compromisso com história dos fatos….

      Tbem,acho,aqui no blog tem uma confraria onde os confrades,ficam se comunicando entre eles cheio salamaleques dominam os comentários com ofensas ,com fachada de civilidade quem pensa diferente.

      Mas,qual sua idéia e projeto,(plataforma),de governo?

      Qual o seu candidato representa o seu projeto????

      Para mim, Ciro Gomes,é o ideal.
      Mas, Roberto Requião,ou Ronaldo Caiado,tem muitos pontos convergentes com a doutrina trabalhista Nacionalista.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *