Dona Benedita – Cabralzinho

Secretária de Ação Social, perguntou ao governador: “Deixo o cargo para me desincompatibilizar e concorrer ao senado?” Resposta nada surpreendente do candidato à reeeleição: “Deve perguntar ao presidente Lula, você é do PT e não do PMDB”. Fez o que Picciani mandou.

O ostracismo de César Maia

Ninguém quer nada com ele. Já foi derrotado para governador, para senador não consegue nem legenda, votos então nem se fala. Tentou ser vice de Serra, teve que ouvir gargalhadas.

Pelo visto, terá que esperar 2012, para outra aventura na Prefeitura. Por que o Rio tem que conviver com esse pesadelo? Fará uma nova “Cidade da Música” (superfaturada), abandonando o essencial?

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *